Que tipo de bruxaria e essa?

13. Re: Que tipo de bruxaria e essa?

Luis R. C. Silva
luisrcs

(usa Linux Mint)

Enviado em 03/02/2014 - 12:33h

albfneto escreveu:

O Mint parece Ubuntu, mas é atá mais fácil, acho que porisso ele pegou. Está em primeiro a bastante tempo,

mas no Brasil, Mint não é mais usado do que Ubuntu, acho. Na Europa sim.

Não é bem um papel de parede,o Time Mint criou o Cinnamon, um Fork do GNOME-Shell.

se fosse feita uma estatística só das Distros bases, nem o Mint, nem o Ubuntu apareceriam. O ubuntu não é base, é Debian based. entre as Distros base, o Debian domina.


Verdade, Ubuntu tem base Debian, mas para por aí. O Ubuntu tem compilação própria, pacotes próprios, repositórios próprios, filosofia própria. A única coisa que usa do Debian é o sistema de empacotamento.

Se fosse como você mensionou, SuSe, Fedora, Mandriva, YelowDog, Mageia, entre outras não seriam distros próprias, mas sim todas seriam RedHat. Porém sabemos que não é assim, pois cada uma seguiu seu caminho, mas têm uma coisa em comum, o sistema de empacotamento rpm, mesmo que cada uma tenha seu próprio gerenciador de pacotes.


  


14. Re: Que tipo de bruxaria e essa?

Ricardo Fabiano Silva
madrugada

(usa Gentoo)

Enviado em 03/02/2014 - 13:18h

bilufe escreveu:
[...]Eles acertaram em criar alguns forks que atraíram um grupo de descontentes com o Gnome Shell e Unity, mas nada mais do que isto. Tudo por debaixo do capô do Linux Mint é Ubuntu, então dá para se dizer "Linux é o kernel, Ubuntu é o sistema operacional, Mint é o papel de parede".


Não seja ingrato, não é só isso!
Eles também tem um bom gosto melhor pra escolher nomes pras versões! rsrs


15. Re: Que tipo de bruxaria e essa?

Pedro
px

(usa Debian)

Enviado em 03/02/2014 - 13:34h

insurgente5 escreveu:

O MINT vai ficar em primeiro lugar no DistroWatch para sempre?Eu nunca vi ele em queda,a unica distro que sempre esta com status verde.Sera que algum dia alguma distro toma seu lugar?


Por min tanto faz quem for o primeiro desde que usem Linux já é uma grande vitória para o software livre. Agora só temos que tomar cuidado para o Ubuntu não ir para o outro lado da força, pois já faz tempo que ele não se parece mais com Linux, com todas essas releases e instabilidades... realmente como o colega disse em outro tópico "Padrão MS-Ubuntu de qualidade".

Acho que deveriam parar de se consentrarem em Xubuntu, Lubuntu, Kubuntu... e se focarem realmente no projeto deles que é o Ubuntu, não importa o visual se a casa foi contruida sobre areia movediça.

[i]
[b]


16. Re: Que tipo de bruxaria e essa?

André Canhadas
andrecanhadas

(usa Debian)

Enviado em 03/02/2014 - 13:35h

bilufe escreveu:

rei_astro escreveu:

O Mint não tem nada de especial. Na verdade pega carona no Ubuntu e sua fama se deu pela interface gráfica, devido a rejeição pelos novos Gnome3 e o Unity.

Não vejo graça alguma no Mint, é até pior que o Ubuntu, já que o suporte a drivers deste último é melhor.

Se vai cair? Pode ter certeza. Antes dele o Ubuntu era imbatível até mesmo contra o próprio Mint. O que aconteceu é que o Ubuntu abandonou o Gnome2 e seus fãs procuraram algo mais próximo, o que o encontraram no Mint.

Só concluindo, se o Ubuntu tivesse continuado com o Gnome2 ou criado algo semelhante, o Mint não o teria ultrapassado.


Tudo por debaixo do capô do Linux Mint é Ubuntu, com exceção daquela versão que é uma refisefuqui do Debian.

Eles conseguem entregar um sistema muito ruim se comparado ao original, considerando que aquele Gerenciador de Programas que fizeram para substituir a Central de Programas do Ubuntu é muito ruim, o atualizador é uma porcaria.

Eles acertaram em criar alguns forks que atraíram um grupo de descontentes com o Gnome Shell e Unity, mas nada mais do que isto. Tudo por debaixo do capô do Linux Mint é Ubuntu, então dá para se dizer "Linux é o kernel, Ubuntu é o sistema operacional, Mint é o papel de parede".[/quote]

Durante 2 anos Ubuntu também foi uma refisefuqui do Debian de 4.10 (Primeira) até 6.06 LTS não tinha nada de novo alem de melhor reconhecimento de hardware que o Debian e um tema mais bonito. Desde lá nada de novo a não ser a aparência e o Unity (fork do gnome3) que não deu nem vai dar certo.[/b][/i]





17. Re: Que tipo de bruxaria e essa?

Perfil removido
removido

(usa Nenhuma)

Enviado em 03/02/2014 - 13:36h

rei_astro escreveu:

bilufe escreveu:

insurgente5 escreveu:

O MINT vai ficar em primeiro lugar no DistroWatch para sempre?Eu nunca vi ele em queda,a unica distro que sempre esta com status verde.Sera que algum dia alguma distro toma seu lugar?


Na verdade, é o Ubuntu que está em primeiro lugar. Não adianta trocar o nome, Mint Linux é apenas uma refisefuqui do Ubuntu. Quer provas? Veja o sources.list, ela aponta para os servidores de pacotes do Ubuntu! É do Ubuntu que vem a maioria dos programas (apenas alguns pacotes adicionais contendo o Cinnamon, Mate e um conjunto de temas estão hospedados nos servidores do Mint Linux), é do Ubuntu que vem as atualizações de segurança, é do Ubuntu que vem toda a infraestrutura. Portanto, O Mint Linux nada mais é que o Ubuntu com outro nome, ou seja: refisefuqui pura.


Concordo. Mas só lembrando que nem todos os usuários Mint usam o Mint Ubuntu, também tem os que usam Mint Debian, o qual não é especificado no Distrowatch.

Além do mais, têm o Mint Mate, Mint Cinnamon, Mint KDE e Mint Xfce. Ou seja, são cinco em um.

Sendo assim, juntando as variantes oficiais do Ubuntu, teríamos 4566 H.P.D. contra 3623 H.P.D. da soma das variantes Mint.

Variantes oficiais do Ubuntu:

- Ubuntu
- Lubuntu
- Kubuntu
- Xubuntu
- Ubuntu Gnome
- Ubuntu Studio
- Ubuntu Kylin
- Edubuntu

O que de todas as forma faz o Ubuntu oficial ficar em primeiro. Mas se juntar os não oficiais aí seria uma coisa monstruosa. Seria interessante o Distrowatch fazer uma estatística somente das distro-base também, assim teríamos: Debian, Ubuntu, Fedora, Mandriva, etc.


Esta é um verdade que os defensores do Mint escondem.

Se como Mint eles contam toda a sua caralhada de variações e como Ubuntu eles contam apenas o Ubuntu com Unity essa é uma comparação muito injusta!


18. Re: Que tipo de bruxaria e essa?

Clodoaldo Santos
clodoaldops

(usa Linux Mint)

Enviado em 03/02/2014 - 13:41h

LinuxMint responde:
http://migre.me/hHnNB


19. Re: Que tipo de bruxaria e essa?

Perfil removido
removido

(usa Nenhuma)

Enviado em 03/02/2014 - 13:49h

So para deixar claro:Eu nao critiquei o Mint,so fiz uma observacao a respeito dele estar sempre no topo,e nunca ter visto ele em outra posicao.


20. Re: Que tipo de bruxaria e essa?

Clodoaldo Santos
clodoaldops

(usa Linux Mint)

Enviado em 03/02/2014 - 13:58h

insurgente5 escreveu:
So para deixar claro:Eu nao critiquei o Mint,so fiz uma observacao a respeito dele estar sempre no topo,e nunca ter visto ele em outra posicao.


-essa "briga" sempre acontece qdo a distro dervivada "faz mais sucesso" que a distro base
-animos de alguns ficam " acirrados"
-e ainda aparece uns pentelhos como eu colocando lenha na fogueira
rsrsorsrsrsrs





21. Re: Que tipo de bruxaria e essa?

Caio
kennerc

(usa XUbuntu)

Enviado em 03/02/2014 - 14:31h

px escreveu:

insurgente5 escreveu:

O MINT vai ficar em primeiro lugar no DistroWatch para sempre?Eu nunca vi ele em queda,a unica distro que sempre esta com status verde.Sera que algum dia alguma distro toma seu lugar?


Por min tanto faz quem for o primeiro desde que usem Linux já é uma grande vitória para o software livre. Agora só temos que tomar cuidado para o Ubuntu não ir para o outro lado da força, pois já faz tempo que ele não se parece mais com Linux, com todas essas releases e instabilidades... realmente como o colega disse em outro tópico "Padrão MS-Ubuntu de qualidade".

Acho que deveriam parar de se consentrarem em Xubuntu, Lubuntu, Kubuntu... e se focarem realmente no projeto deles que é o Ubuntu, não importa o visual se a casa foi contruida sobre areia movediça.


Os flavor do Ubuntu não são feitos pela Canonical, são remasters que ganharam o status de oficiais.


22. Re: Que tipo de bruxaria e essa?

Perfil removido
removido

(usa Nenhuma)

Enviado em 03/02/2014 - 16:13h

albfneto escreveu:

O Mint parece Ubuntu, mas é atá mais fácil, acho que porisso ele pegou. Está em primeiro a bastante tempo,

mas no Brasil, Mint não é mais usado do que Ubuntu, acho. Na Europa sim.

Não é bem um papel de parede,o Time Mint criou o Cinnamon, um Fork do GNOME-Shell.

se fosse feita uma estatística só das Distros bases, nem o Mint, nem o Ubuntu apareceriam. O ubuntu não é base, é Debian based. entre as Distros base, o Debian domina.


O Ubuntu é baseado no Debian. Mas e o Linux Mint? Ele é baseado no Ubuntu? Não! Ele é o Ubuntu com outro nome, só isto. OBS: tem uma versão do Linux Mint que é o Debian com outro nome.

Sabe qual a maior diferença entre o Linux Mint e o Ubuntu? A maior diferença está no arquivo /etc/lsb-release, para quem não sabe este é o arquivo que define o nome do sistema.

É apenas um remaster e não passa de um remaster, por mais bonito que seja o papel de parede.



23. Re: Que tipo de bruxaria e essa?

Perfil removido
removido

(usa Nenhuma)

Enviado em 03/02/2014 - 16:17h

clodoaldops escreveu:

insurgente5 escreveu:
So para deixar claro:Eu nao critiquei o Mint,so fiz uma observacao a respeito dele estar sempre no topo,e nunca ter visto ele em outra posicao.


-essa "briga" sempre acontece qdo a distro dervivada "faz mais sucesso" que a distro base
-animos de alguns ficam " acirrados"
-e ainda aparece uns pentelhos como eu colocando lenha na fogueira
rsrsorsrsrsrs






O Ubuntu é uma distribuição derivada do Debian, mas o mesmo não se pode dizer do Linux Mint. O Linux Mint não é uma distribuição derivada no Ubuntu, nem mesmo é distribuição.

Remasterizar a ISO do Ubuntu e trocar de nome não dá status de distribuição para o Linux Mint, apenas revela o que realmente é: refisefuqui.


24. Re: Que tipo de bruxaria e essa?

Perfil removido
removido

(usa Nenhuma)

Enviado em 03/02/2014 - 16:19h

px escreveu:

insurgente5 escreveu:

O MINT vai ficar em primeiro lugar no DistroWatch para sempre?Eu nunca vi ele em queda,a unica distro que sempre esta com status verde.Sera que algum dia alguma distro toma seu lugar?


Por min tanto faz quem for o primeiro desde que usem Linux já é uma grande vitória para o software livre. Agora só temos que tomar cuidado para o Ubuntu não ir para o outro lado da força, pois já faz tempo que ele não se parece mais com Linux, com todas essas releases e instabilidades... realmente como o colega disse em outro tópico "Padrão MS-Ubuntu de qualidade".

Acho que deveriam parar de se consentrarem em Xubuntu, Lubuntu, Kubuntu... e se focarem realmente no projeto deles que é o Ubuntu, não importa o visual se a casa foi contruida sobre areia movediça.


O foco é o Ubuntu. As demais (Xubuntu, Lubuntu, Kubuntu, Edubuntu, etc) são remasterizações feitas pela comunidade e apoiadas pela Canonical.






Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts