Configurando o sudo no Fedora

Publicado por Elder Marco em 28/06/2012

[ Hits: 17.186 ]

Blog: http://www.eldermarco.com

 


Configurando o sudo no Fedora



Muitos usuários do Fedora gostam de administrar o seus sistemas sem que para isso seja necessário se conectar como root. Isso é possível através do comando sudo. A ideia básica por trás do sudo é muito simples: executar comandos com privilégios de outro usuário. Em particular, executar comandos com privilégios de root sem que para isso não seja necessário se conectar como root.

Ok, então vamos conceder esses privilégios ao seu usuário. Há duas formas de fazer isso: a maneira conhecida e a maneira adequada.

A maneira conhecida

Essa forma parece ser a mais difundida pela Internet. Abra um terminal e logue-se como root (sim, seu usuário ainda não possui privilégios de root). Após isso, execute o comando abaixo substituindo "seu_username" pelo seu nome de usuário.

# echo 'seu_username ALL=(ALL) ALL' >> /etc/sudoers

ATENÇÃO: Execute esse comando somente uma vez e exatamente como se encontra acima, exceto pelo seu nome de usuário. Qualquer coisa diferente poderá lhe trazer mais problemas do que soluções. O /etc/sudoers é um arquivo de configuração no sistema, que contém informações sobre quem pode executar comandos com privilégios de root.

Feito isto, você já poderá utilizar o comando sudo com seu usuário normalmente.

A maneira adequada

No Fedora há um grupo chamado wheel. Este é o grupo de todos os usuários no sistema que tem permissões para executar comandos com privilégios de root através do comando sudo. Sendo assim, não é necessário editar nenhum arquivo para ter esses privilégios. Basta simplesmente adicionar o seu usuário ao grupo wheel. Para isso, execute o comando abaixo substituindo "seu_username" pelo seu nome de usuário.

# usermod -G wheel -a seu_username

Simples assim. Talvez seja necessário reconectar pra que essas alterações passem a valer. Para ver uma lista dos grupos que você pertence, basta executar o comando groups num terminal:

groups

É isso. ;)

Outras dicas deste autor

Ainda sobre a pasta "Área de trabalho"

Controlando o Rhythmbox pela bandeja do sistema

Renderização de fontes em monitores LCD no Fedora: como melhorar

Facilitando a vida no Fedora com o easyLife

Mudando do GDM para o KDM no Fedora 10 e 11

Leitura recomendada

Configurando o cron para enviar e-mail de output para o root (Debian)

Como instalar o PHP5 no Debian 10 Buster

Cacti - Monitoramento de link em tempo real

Ubuntu Linux - os bons tempos do "inittab" estão de volta

Eliminando o Neighbour table overflow

  

Comentários
[1] Comentário enviado por batista em 28/06/2012 - 12:35h

Otima dica. Testei aqui no Mandriva 2010.2 descomentando no /etc/sudoers o grupo wheel e acessei com um usuario comum e funcionou de boa.
Caso o grupo wheel nao exista e so rodar o comando usermod -G wheel -a seu_username como citado na dica que vai dar tudo certo.

[2] Comentário enviado por eldermarco em 28/06/2012 - 15:49h

Fala João! Bom saber que a dica foi útil :)

Com relação ao comando usermod, ele é utilizado para adicionar o usuário num determinado grupo. Pode-se utilizar também o comando gpasswd. Em algumas distros, o grupo correspondente tem um nome diferente. Por exemplo, no Ubuntu (Lucid Lynx, que eu verifiquei) o nome é admin. Daí, bastaria adicionar o usuário a esse grupo para ele ter os privilégios citados.



Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts