Removendo kernels antigos do Fedora

Publicado por Elder Marco em 28/01/2013

[ Hits: 18.472 ]

Blog: http://www.eldermarco.com

 


Removendo kernels antigos do Fedora



Atualizações de kernel tem sido frequentes no Fedora. Com isso, é bastante comum que as diferentes versões do kernel sejam acumuladas no diretório /boot, fazendo também com que o GRUB passe a mostrar uma parte delas em seu menu.

Visto que raramente uma nova versão do kernel apresenta problemas com o nosso hardware, é bastante comum também a utilização somente da última versão disponível em nossa máquina. Dessa maneira, torna-se conveniente a existência de uma ferramenta capaz de remover todas as versões de kernel disponíveis em nossa máquina, exceto a atual.

Pré-requisito: Antes de prosseguir com a dica, você deve ter em sua máquina o pacote yum-utils instalado. É muito provável que já o tenha, mas em caso negativo, instale-o com o comando:

# yum install yum-utils

Excluindo os kernels: o comando package-cleanup

Em geral, os usuários costumam remover os kernels antigos através da dupla rpm/yum. Esse método funciona, é claro, mas é menos automatizado. O comando package-cleanup é capaz de fazer isso por nós de maneira simples e fácil.

Inicie o seu sistema com o mais recente kernel instalado. Tenha certeza de que tudo está realmente funcionando em sua máquina antes de prosseguir. Então abra um terminal, logue-se como root e execute o comando:

# package-cleanup --oldkernels

Simples, não? Pois é, o comando "package-cleanup", por padrão, mantém no sistema as duas mais recentes versões instaladas do kernel. Mas queremos manter somente a última. Isso é possível através da opção: --count

# package-cleanup --oldkernels --count 1

A opção "--count" permite especificar o número de kernels mais recentes que será mantido no sistema. Neste caso, como queríamos manter somente a última versão, definimos o valor desta opção como 1 (um). Mas, por exemplo, caso você queira manter os últimos três kernels, bastará definir esse valor como sendo 3 (três). Simples e indolor.

Recriando o arquivo de configuração do GRUB

Esta é uma etapa opcional.

Após remover as versões antigas do kernel, o GRUB passará a listar o kernel atual junto com sua versão. Eu, particularmente, não gosto que a versão do kernel apareça no menu.

Para resolver esse "problema", basta apenas recriar o arquivo de configuração do GRUB:

# grub2-mkconfig -o /boot/grub2/grub.cfg

Problema resolvido.

Referência: Removendo os kernels antigos no fedora « mundo GNU

Outras dicas deste autor

Melhorando a renderização de fontes em monitores LCD no Fedora

Ainda sobre a pasta "Área de trabalho"

Facilitando a vida no Fedora com o easyLife

Configurando o sudo no Fedora

Mudando do GDM para o KDM no Fedora 10 e 11

Leitura recomendada

Atom - O editor deste e do próximo milênio!

Instalação do Xmms no Debian

Acerte as horas NOW!

Visita usa Kurumin no meu computador

Teclas de acesso no ambiente gráfico GNOME

  

Comentários
[1] Comentário enviado por pinduvoz em 02/06/2013 - 02:31h

Instalei o beta do F19 aqui e estava procurando justamente o que está aqui.

Estou acostumado a remover kernels do Ubuntu com um único comando, e achei que deveria ser possível também no Fedora. Quem diria que a solução era mais simples (o comando, no Ubuntu, é bem mais complicado) e estaria no meu quintal,

Valeu!

[2] Comentário enviado por raulgrangeiro em 26/01/2015 - 12:03h

Muito obrigado pela dica. Isso mesmo que eu estava procurando. Deus te abençoe!

Creia no Senhor Jesus Cristo e serás salvo!

[3] Comentário enviado por thifuda em 08/06/2016 - 18:52h

Outra forma simples seria apenas editar /etc/yum.conf ou /etc/dnf/dnf.conf e definir
installonly_limit:

Exemplo:
installonly_limit=2

Assim não haverá mais do que 2 imagens instaladas.

[4] Comentário enviado por eldermarco em 08/06/2016 - 20:04h


[3] Comentário enviado por thifuda em 08/06/2016 - 18:52h

Outra forma simples seria apenas editar /etc/yum.conf ou /etc/dnf/dnf.conf e definir
installonly_limit:

Exemplo:
installonly_limit=2

Assim não haverá mais do que 2 imagens instaladas.


Muito bom! Eis aí uma outra maneira que eu não conhecia.



Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts