Xen: Criando dom0 e domU no Fedora

Nesse artigo veremos como configurar um servidor Xen, bem como os procedimentos para instalar e configurar uma máquina virtual. O artigo, baseado no Fedora, pode ser usado para configuração de domínio Xen no Red Hat Enterprise Linux e no CentOS.

[ Hits: 54.239 ]

Por: Davidson Rodrigues Paulo em 05/07/2007 | Blog: http://davidsonpaulo.com/


Instalando o sistema operacional



No Xen, os controladores de máquinas virtuais são chamados de Domain-0 ou apenas dom0 e as máquinas virtuais propriamente ditas são chamadas domU. Nesse artigo mostraremos como configurar um servidor de máquinas virtuais - dom0 - bem como uma máquina virtual - domU.

Esse artigo é baseado no Fedora Core 5, portanto os procedimentos aqui descritos devem funcionar com pouca ou nenhuma diferença no Red Hat Enterprise Linux e no CentOS.

Instalando o sistema operacional

Para instalar o sistema operacional deixando-o pronto para servir de dom0 do Xen, basta observar algumas considerações.

Com relação ao particionamento, crie as seguintes partições:
  • /: 3072 MB
  • swap: 1024 MB

O restante será usado para hospedar as máquinas virtuais. Opcionalmente, você pode criar uma partição separada para o /boot, com 512 MB (para hospedar várias imagens diferentes de kernel).

Prosseguindo com a instalação, no momento da seleção de pacotes, peça para personalizar a seleção de pacotes e desmarque todas as opções. Isso instalará o conjunto mínimo de pacotes do Fedora Core 5. Os pacotes que faltarem deverão ser instalado posteriormente através da ferramenta rpm.

Uma vez que o sistema tenha sido instalado, você precisará instalar alguns pacotes antes de poder instalar o Xen. Mais especificamente, os pacotes necessários para o Yum funcionar. Para isso, monte o DVD de instalação do Fedora Core 5. No nosso exemplo, vamos considerar que a unidade de DVD está acessível em /dev/hda:

# mount /dev/hda /media
# cd /media/Fedora/RPMS
# rpm -Uvh yum-2.6.0-1.noarch.rpm


Provavelmente será retornada uma mensagem de erro dizendo que o pacote yum precisa de outros pacotes para funcionar. Repita o comando incluindo os pacotes exibidos na mensagem de erro. Repita o procedimento até que a instalação seja iniciada:

# rpm -Uvh yum-2.6.0-1.noarch.rpm \
   rpm-python-4.4.2-15.2.i386.rpm \
   sqlite-3.3.3-1.2.i386.rpm \
   python-sqlite-1.1.7-1.2.i386.rpm \
   python-urlgrabber-2.9.8-2.noarch.rpm ...


Recomendo que você instale também o editor Vim:

# rpm -Uvh vim-enhanced-6.4.007-4.i386.rpm \
   vim-common-6.4.007-4.i386.rpm \
   gpm-1.20.1-73.3.i386.rpm


Feito isso, desmonte o DVD:

# cd
# umount /media


Agora, edite o arquivo de configuração do Yum, /etc/yum.conf e altere as seguintes linhas:

keepcache=1
metadata_expire=604800

A opção keepcache diz respeito a gravar no disco todos os pacotes que o Yum baixar da internet. A opção metadata_expire indica quanto tempo (em segundos) o Yum deve esperar antes de precisar baixar as informações de pacotes da internet. O valor 604800 corresponde a 1 semana.

Configurado o Yum, você pode instalar o Xen:

# yum install xen kernel-xen0 kernel-xenU

O pacote kernel-xen0 contém o kernel que será usando pelo servidor Xen, ou seja, o dom0. O kernel-xenU contém o kernel que será usado pelas máquinas virtuais.

Depois disso, remova o kernel padrão.

# yum remove kernel

E está pronto. Reinicie a máquina, certificando-se de que o sistema seja iniciado utilizando o kernel xen0.

    Próxima página

Páginas do artigo
   1. Instalando o sistema operacional
   2. Preparando a máquina virtual
   3. Ajustes finais
   4. Criando o arquivo de configuração
   5. Iniciando a máquina virtual
Outros artigos deste autor

Passo a passo: Fedora autenticando usuários no Active Directory

Zenwalk Core: Para quem só quer o essencial

Instalando um sistema Debian GNU/Linux completo em 20 minutos

Grip, the GNOME Ripper

Fundamentos do sistema Linux - arquivos e diretórios

Leitura recomendada

Otimizando o seu Slackware pra valer com o SlackBuild

Instalação do Funtoo a partir do Debian já instalado

Compartilhando diretórios em rede com o NFS

OpenSUSE Internet Installation

Debian 10 com i3 como Gerenciador de Janelas no XFCE

  
Comentários
[1] Comentário enviado por ViniciusToni em 25/03/2008 - 09:38h

Ola amigo tudo bom??
Aqui na empresa onde eu to trabalhando, eu to levantando um servidor Debian + Xen , onde nela terão 2 maquinas virtuais, uma pra internet e outra pra hospedar sites e alguns arquivos. Porém a minha pergunta é o seguinte, eu instalei o Debian + Xen, tranquilamente, instalei as maquinas virtuais, também sem problemas. O meu problema é que as maquinas virtuais criadas não responde na rede atravéz de seu nome de host, somente pelo Ip, exemplo, o nome da maquina é DebianVm, se eu tentar acessar essa maquina remotamente, atravéz do nome eu nao consigo, somente pelo Ip da maquina, e o servidor DHCP esta funcionando ok aqui na empresa. o Problema somente ocorre com as maquinas virtuais, a maquina real, responde tranquilo pelo nome na rede, teria alguma configuração que eu teria que fazer nas maquinas virtuais?


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts