Xen: Criando dom0 e domU no Fedora

Nesse artigo veremos como configurar um servidor Xen, bem como os procedimentos para instalar e configurar uma máquina virtual. O artigo, baseado no Fedora, pode ser usado para configuração de domínio Xen no Red Hat Enterprise Linux e no CentOS.

[ Hits: 54.717 ]

Por: Davidson Rodrigues Paulo em 05/07/2007 | Blog: http://davidsonpaulo.com/


Criando o arquivo de configuração



No Xen, a criação de uma máquina virtual depende de um arquivo de configuração para ela. A localização padrão para esses arquivos é no diretório /etc/xen.

Para o nosso exemplo, criaremos um arquivo /etc/xen/Squid, com o seguinte conteúdo:

kernel = "/boot/vmlinuz-2.6.15-1.2054_FC5xenU"
ramdisk = "/boot/initrd-2.6.15-1.2054_FC5xenU.img"
disk = [ 'phy:xenvg/squid-root,sda1,w', 'phy:xenvg/squid-swap,sda2,w', 'phy:xenvg/squid-spool,sda3,w' ]
vcpus = 1
memory = 128
vif = [ 'mac=00:16:3E:5F:72:D1' ]
root = "/dev/sda1 ro"

Segue a descrição das opções:
  • kernel: especifica a localização da imagem de kernel que será utilizada para iniciar a máquina virtual. O arquivo deve estar no servidor Xen, ou seja, no dom0;
  • ramdisk: localização da imagem ramdisk necessária para inicializar o kernel;
  • disk: nesse opção é que relacionamos os discos rígidos da máquina virtual com a sua localização no servidor Xen. No nosso, mapeamos 3 discos:
    • phy:xenvg/squid-root,sda1,w: o volume lógico /dev/xenvg/squid-root será identificado pela máquina virtual como /dev/sda1 e estará acessível no modo leitura-e-escrita;
    • phy:xenvg/squid-swap,sda2,w: o volume lógico /dev/xenvg/squid-swap será identificado pela máquina virtual como /dev/sda2 e estará acessível no modo leitura-e-escrita;
    • phy:xenvg/squid-spool,sda3,w: o volume lógico /dev/xenvg/squid-spool será identificado pela máquina virtual como /dev/sda3 e estará acessível no modo leitura-e-escrita.

  • vcpus: o número de processadores virtuais disponíveis para a máquina virtual. O valor padrão para essa opção é 1. Para um melhor desempenho, use um valor que seja igual ou menor ao número de processadores físicos existentes no servidor Xen (dom0);
  • memory: a quantidade de memória, em megabytes, que será alocada para a máquina virtual;
  • vif: aqui são especificadas as configurações das interfaces de rede. Nesse nosso exemplo configuramos apenas 1 interface de rede, que utilizará o endereço Mac 00:16:3E:5F:72:D1;
  • root: aqui devem ser especificados os parâmetros de inicialização do kernel.

Página anterior     Próxima página

Páginas do artigo
   1. Instalando o sistema operacional
   2. Preparando a máquina virtual
   3. Ajustes finais
   4. Criando o arquivo de configuração
   5. Iniciando a máquina virtual
Outros artigos deste autor

Fundamentos do sistema Linux - Gerenciadores de inicialização

Dual-boot: instalando o Windows depois do Linux

Vyatta, o concorrente livre dos roteadores Cisco

Passo a passo: Fedora autenticando usuários no Active Directory

Slackware no notebook Toshiba Satellite M55-S3262

Leitura recomendada

Webacula - Instalação e Configuração no Ubuntu 10.04

Slackware com HD SCSI

Backup com Rsync

Nagios - Configuração no Ubuntu

Configurando o Roundcube Webmail

  
Comentários
[1] Comentário enviado por ViniciusToni em 25/03/2008 - 09:38h

Ola amigo tudo bom??
Aqui na empresa onde eu to trabalhando, eu to levantando um servidor Debian + Xen , onde nela terão 2 maquinas virtuais, uma pra internet e outra pra hospedar sites e alguns arquivos. Porém a minha pergunta é o seguinte, eu instalei o Debian + Xen, tranquilamente, instalei as maquinas virtuais, também sem problemas. O meu problema é que as maquinas virtuais criadas não responde na rede atravéz de seu nome de host, somente pelo Ip, exemplo, o nome da maquina é DebianVm, se eu tentar acessar essa maquina remotamente, atravéz do nome eu nao consigo, somente pelo Ip da maquina, e o servidor DHCP esta funcionando ok aqui na empresa. o Problema somente ocorre com as maquinas virtuais, a maquina real, responde tranquilo pelo nome na rede, teria alguma configuração que eu teria que fazer nas maquinas virtuais?


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts