Configurando uma pasta compartilhada para os usuários do seu Linux

Quem está acostumado ao Windows 2000/XP e tem vários usuários no mesmo computador, deve estar acostumado a usar aquela pasta "Documentos Compartilhados" para arquivos que devam estar acessíveis a todos, como músicas, fotos, etc. Mas como configurar o mesmo tipo de pasta no Linux? Esta é a intenção desse artigo.

[ Hits: 74.915 ]

Por: Perfil removido em 12/09/2006


Introdução



Quem usa o Windows 2000/XP e tem vários usuários no mesmo computador (irmãos, pais, namoradas, etc) deve estar acostumado a usar aquela pasta do sistema chamada "Documentos Compartilhados" para arquivos que devam estar acessíveis a todos, como músicas ou qualquer outra coisa.

Na verdade essa pasta funciona como se fosse automaticamente compartilhada na rede, mas aqui vou abordar apenas o compartilhamento local de arquivos entre vários usuários.

Acontece que no Linux não há algo assim já configurado. Como lá em casa eu e os meus irmãos usamos essa pasta para armazenar as músicas, fotos e outros documentos que devam estar acessíveis a todos, resolvi configurar alguma coisa semelhante no Linux.

A maioria das configurações realizadas vai precisar de poderes de root ou do sudo configurado corretamente, então certifique-se de que você tem essas permissões.

Criando a pasta


Primeiro precisamos da pasta que será compartilhada. Eu criei um diretório no /home, já que serão arquivos de uso dos usuários:

# cd /home
# mkdir DocumentosCompartilhados


Configurando o grupo


Depois vamos garantir o acesso de todos os usuários à pasta. Vamos controlar o acesso através de um grupo de usuários, colocando esta pasta e os usuários que devem ter acesso a ela no grupo. No meu caso usei o grupo "users", mas você pode verificar o seu /etc/groups para ver um grupo legal ou até mesmo criar um grupo novo.

Para mudar o grupo da pasta use:

# chgrp users /home/DocumentosCompartilhados

Para incluir os usuários no grupo use:

# gpasswd -a joao users
# gpasswd -a mariana users


Além disso é necessário que os arquivos criados dentro da pasta permaneçam no grupo "users". Então vamos setar o setgid da pasta para que todos os arquivos criados dentro do diretório sejam do mesmo grupo dele:

# chmod g+s /home/DocumentosCompartilhados

Facilitando o acesso


Para facilitar o acesso e a visualização da pasta compartilhada, vamos criar na pasta pessoal de cada usuário um link simbólico para ela:

# cd /home/joao

# ln -s /home/DocumentosCompartilhados/ /home/joao/DocumentosCompartilhados

# chown joao.users DocumentosCompartilhados

# cd /home/mariana
# ln -s /home/DocumentosCompartilhados/ /home/mariana/DocumentosCompartilhados
# chown mariana.users DocumentosCompartilhados


Ajustando as permissões


Depois de todas essas configurações ainda falta ajustar algumas permissões de maneira que os arquivos criados por um usuário possam ser alterados por outros usuários por padrão.

Opção 1: Setar a umask dos usuários (que normalmente é 0022) para 0002. Essa alteração vai fazer que cada documento criado por um usuário já venha com permissão de leitura e de escrita para os usuários do mesmo grupo a que o arquivo pertence, ao invés da permissão apenas leitura gerada pela umask 0022. Pode-ser fazer isso alterando o ~/.bashrc dos usuários acrescentando ou alterando para que contenha a linha "umask 0002".

Opção 2: Outra opção poderia incluir um script que executasse "chmod -R g+rw /home/DocumentosCompartilhados/*" a cada boot ou até mesmo em uma entrada do cron.

    Próxima página

Páginas do artigo
   1. Introdução
   2. Conclusão
Outros artigos deste autor

Implementação de um proxy/cache para ganho de conexão

wpa_supplicant.conf - Configuração para WPA2-PSK

Asterisk com PostgreSQL e unixodbc

Configurando a impressora Epson C45 no Kurumin

Instalando o modem Huawey E1556 no GNU/Linux

Leitura recomendada

Squid com WCCP

Limitando banda com o CBQ

CentOS - Pós-instalação básica

Monitorando roteadores com MRTG usando SNMP

Linux com cara de Windows para atrair novos usuários

  
Comentários
[1] Comentário enviado por removido em 12/09/2006 - 17:27h

Ótimo artigo.
Além desse compartilhamento, pensei tbm que podemos ao mesmo tempo compartilhar isso via NFS ou SMB para os usuários da rede.
Abraços

[2] Comentário enviado por zmangabeira em 12/09/2006 - 22:05h

Tenho uma dúvida quando ao umask. Se o arquivo criado for binário, os usuários terão permissão apenas para leitura e execuçã (r-x) ???

[3] Comentário enviado por removido em 13/09/2006 - 08:19h

zmangabeira, o umask funciona diferente para arquivos e para pastas.

No caso das pastas, você faz 777-[umask].
Para os arquivos, você calcula 666-[umask].

A umask 0022 cria arquivos com permissão 644(rw-r--r--) e pastas 755(rwxr-xr-x).
A umask 0002 cria arquivos com permissão 664(rw-rw-r--) e pastas 775(rwxrwxr-x).

[4] Comentário enviado por marcelo.dias em 13/09/2006 - 20:17h

Parabéns, o artigo é ótimo, além disso já fiz no meu notebook pra compartilhar pelo samba na rede windows aqui do escritório.

[5] Comentário enviado por deivid.veras em 14/09/2006 - 15:01h

Parabens, bom artigo!

[6] Comentário enviado por titanderso em 05/07/2007 - 11:19h

Parabéns pelo artigo, estava com este problema aqui, meu problema agora é com o broffice, segui todos os passos descritos funciona bem, mas quando salvo um arquivo no broffice ele simplesmente ignora a máscara e só dá permissão para o dono. Quando executo no bash do usuário pronto a máscara funciona. Como resolver este novo problema? se voçê souber por favor me salve. Valeu uma abração.

[7] Comentário enviado por removido em 05/07/2007 - 15:50h

titanderso, você está usando compartilhamento nfs?

Porque o BrOffice dá mesmo conflito com compartilhamentos nfs, veja aqui: http://www.rau-tu.unicamp.br/openoffice/read.php?tid=1&qid=4563&key=nfs
e aqui: http://www.inf.bme.hu/~pts/solution_to_openoffice_nfs_locking.html

Estou com essa situação, mas mesmo seguindo os tutoriais acima não consegui fazer o BrOffice abrir com permissão de escrita.

[8] Comentário enviado por titanderso em 05/07/2007 - 16:44h

Caro Amigo, obrigado pela pronta resposta.

Estou utilizando as dicas de seu artigo (para compartilhamento de pastas locais como proposto no artigo) no Debian Etch, com broffice 2.2 e a máquina faz parte de uma rede com samba. Explicando melhor se salvo pelo broffice do icone na área de trabalho ele salva deste jeito:

-rw-r--r-- 1 anderson ccap 6475 2007-07-05 15:48 teste.odt

Agora se digito no shell do usuário (sem ser do root) broffice.org2.2 e salvo o arquivo ele dá as permissões certas:

-rwxrwxrwx 1 anderson ccap 6711 2007-07-05 10:59 relaçao.odt

minha dúvida é como evitar isto, já que no meu trabalho estamos migrando para o linux e cada computador possui 2 a 3 usuários que precisam utilizar os mesmos arquivos e fica dificil explicar como mudar as permissões toda vez que for modificado o arquivo (fora a resistencia deles em continuar com aquele sistema).

Desde já agradeço a sua paciência e a sua colaboração

[9] Comentário enviado por titanderso em 27/07/2007 - 12:15h

Olá, consegui com o OpenSUSE 10.2, valeu.

[10] Comentário enviado por elton.linux em 27/08/2013 - 11:37h

Olá,

usando manjaro linux com xfce4, tento compartilhar uma pasta entre dois usuários.
Segui passo a passo o tutorial apresentado mas só tenho permissão de leitura.
Altereio o .bashrc e tambeḿ o bash_profile adicionando, já que não possuia essa linha, umask 002, no inicio arquivo.

No resto tudo foi feito conforme o tutorial, o que será que pode estar complicando?

Valeu
Abraço


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts