Trabalhando com boot duplo ou múltiplo: estação para testes de sistemas operacionais

Este artigo descreve passo a passo como fazer duplo boot com Windows e uma distribuição Linux, ou boot múltiplo, instalando diversas distros. Também reporta os requisitos e a manutenção de um computador preparado como estação de trabalho para conter vários sistemas operacionais diferentes.

[ Hits: 61.778 ]

Por: Alberto Federman Neto. em 24/07/2009 | Blog: https://ciencialivre.blog/


Partições para duplo boot: Windows e Linux



Agora veremos como fazer duplo boot. Algumas situações diferentes podem ser encontradas:

a) Você só tem Windows no computador e quer colocar Linux.

Os instaladores do Windows (pelo menos os do Vista ou mais recente) costumam alocar o disco rígido todo e então, se você instalou direto, no momento só tem Windows, não tem espaço para suas partições Linux e portanto, precisa redimensionar, diminuir a partição NTFS do Windows.

Primeiro, entre no Windows, apague arquivos temporários, faça backup de seus dados importantes e desfragmente.

Coloque o CD do Gparted Live ou da distro que quer instalar e reinicie o micro. Acesse o particionador (GParted, QTParted, CFDisk etc) e diminua a sua partição NTFS que ocupa todo o disco para sobrar espaço para o Linux. Calcule o espaço que vai reservar para o Linux.

Depois que inicia essa operação, não pode mais interrompê-la, desligar o computador e nem utilizá-lo antes da operação ser completada. Se parar a operação ou ocupar toda a RAM com outros aplicativos, poderá ter danos ou erros fatais na sua partição Windows.

Demora bastante também. Mesmo em meu Athlon, uma vez demorou quatro horas para redimensionar cerca de 60 gigas.

Após a operação completa você terá a partição NTFS e um espaço vazio, onde fará as partições Linux, como está descrito no item b.

b) Disco rígido vazio, fazer um duplo boot - Windows e uma única distribuição Linux.

Antes de instalar, particione o(os) HD(s).

Você tem diversas situações, dependendo do que quer fazer.

Faça boot com o CD do GParted Live ou com o disco da distro.

No particionador faça uma partição primária em NTFS para o Windows. Agora você tem duas situações diversas, vai usar XP ou vai usar Vista ou Windows 7?

No caso de XP, você já pode preparar as outras partições Linux, em seguida.

No caso de Vista ou Windows 7, é melhor fazer no momento apenas a partição Windows e fechar o particionador (depois pule para a página 4). Isto porque o Vista e o Windows 7 reservarão setores vazios do HDs para gravar o boot e se o HD estiver todo tomado você pode ter problemas de boot depois.

Para fazer as partições Linux também há várias maneiras. O caso mais simples é fazer uma única partição /, primária, raiz para o Linux todo. Mas melhor é fazer uma partição separada para os seus arquivos, uma /home.

Para um duplo boot Windows + Linux, o mais clássico é fazer:

1) Uma partição primária NTFS para o Windows (como acima)

2) Uma outra partição primária, SWAP, para o Linux, com o dobro do tamanho da RAM (em computadores pequenos) ou com 700 Mega a 2 Giga (em computadores grandes).

3) Uma partição primária, /, raiz, em Ext3, Ext4 ou reiserfs. Outros sistemas de arquivos podem não ser bootáveis ou reconhecidos pelo Grub.

4) Uma outra partição, também primária, /home, para seus arquivos e agora você pode usar Ext4, Ext3, Reiserfs, Reiser4, xfs, jfs ou qualquer outro sistema de arquivos, inclusive compatíveis com Windows.

Se aonde você mora há muitas quedas de energia, sugiro usar reiserfs. é um sistema de arquivos jornalizado com perfeição e mais resistente, mas diz-se que a leitura das partições Ext3 ou Ext4 é mais rápida.

Se vai usar seus arquivos pessoais de Linux somente em Linux, assim está bom. Mas se planeja ter acesso fácil dos seus arquivos Linux também no Windows, é melhor fazê-la porém em Fat32 ou em NTFS.

Aqui há um balanço entre a conveniência e a performance. É sempre melhor (e no caso da partição de Boot, obrigatório) para o Linux usar partições adequadas ao Linux. O Windows por si só não enxerga as partições Linux, mas o Linux embora enxergue partições Windows, não o faz com total eficiência e também o desempenho de partições Windows em Linux não é perfeito.

Resumindo, após completar você terá 4 partições primárias, uma Windows, uma SWAP, uma raiz Linux e uma para armazenar seus arquivos, totalizando 4, o número máximo que um HD pode suportar.

Naturalmente poderá distribuir essas partições em mais de um HD, se tiver mais de um.

Após fazer as partições, feche o particionador.

Com duplo boot é preferível empregar partições primárias, elas são mais resistentes e apresentam menos problemas de acesso ou danos e são mais fáceis de trabalhar.

Página anterior     Próxima página

Páginas do artigo
   1. Introdução
   2. O que você necessita para começar
   3. Partições para duplo boot: Windows e Linux
   4. Partições para triplo e múltiplo boot
   5. Instalando os sistemas operacionais
   6. Gerenciador de boot independente. Vantagens de usar GAG em múltiplo boot
   7. Conclusões
Outros artigos deste autor

Introdução aos ambientes gráficos e gerenciadores de janelas menos conhecidos

Use o GAG e nunca mais perca o boot

Sabayon 5.0 - Transformando Sabayon 4.0r1 em Sabayon 5.0 "Full" (parte 2)

Experimento: Transformando openSUSE 12.3 Tumbleweed em 13.2 Factory Milestone 0

Firefox: Testando e/ou utilizando várias versões

Leitura recomendada

Recuperação de partições deletadas com o TestDisk

Transferência Rápida de Arquivos com NFS

Stripe no LVM

Controlando projetos com o fantástico CVS

Montando partições NTFS no Fedora 3 através do Captive

  
Comentários
[1] Comentário enviado por removido em 24/07/2009 - 11:43h

ótimo artigo,
queria que existisse um desses quando fiz pela primeira vez múltiplo boot .
Deixa ver se eu entendi direito,
vc tem 4 variações de compilação instaladas na sua máquina ??????
Cara vc gosta muito de compilar .... rs rs rs rs rs rs rs
Eu só tinha o Gentoo, e tinha maior trabalho !!!!

[2] Comentário enviado por drakula em 24/07/2009 - 15:31h

Olá muito bom o artigo só uma dica instala todas as distro sem mbr e utiliza o gag fica bem mais fácil gerenciar

[3] Comentário enviado por albfneto em 24/07/2009 - 15:56h

sim, drakula, elas estão sem MBR, e com gag...
Bom Eu!Noel, não sei se gosto de compilar, e porque gosto muito de Gentoos!

ADENDO AO ARTIGO E ERRATA

rsrsrss.

Esqueci algumas coisas:

Seção "Instalando os Sistemas Operacionais", em sda12, tem dois sinais:

* Acrescentar: "No Gentoos, recomenda-se usar pequena partição de Boot separada"
** Acrescentar: "Portanto isso foi usado no Gentoo e no Sabayon + Gentoo..."

Na sessão Conclusôes, em "Gentoo e Portage Funtoo, veja..." acrescentar o Link:

http://www.vivaolinux.com.br/artigo/Experimento-com-Linux-Misturando-Sabayon-com-Gentoo/

Porque relacionado a meu artigo, coloquei aqui. Para você copiar um Linux todo, de um HD para o outro, pode usar o procedimento da Dica:

http://www.vivaolinux.com.br/dica/Copiando-Linux-para-outro-HD

[4] Comentário enviado por altairmsouza em 24/07/2009 - 19:21h

albfneto,
Muito bom seu artigo, parabéns.
No cotidiano instalamos mais Windows do que o Linux, devido a constantes atualizações, problemas de corrupção em arquivos, virus, etc., com isso detona a mbr, quando tinha windows xp, conseguia contornar isso, fazendo backup dos 446 bytes da mbr antes de instalar o windows, assim poderia gerenciar o boot tambem pelo windows, mas com windows 7 nao consigo achar o boot.ini
Apesar de hoje eu estar usando mais o Linux, gostaria de saber se existe alguma maneira de gerenciar dual-boot tambem pelo windows 7 ?

[5] Comentário enviado por albfneto em 24/07/2009 - 22:38h

Altair, pelo que sei, o Boot do XP é diferente do Vista e do windows 7, o que coloquei no artigo, e pq, em um teste que fiz, no mesmo comp, em outra época, quando formatei metade do HD de 160 (ele era único e obviamente era master, na epoca, foi antes de eu comprar o HD de 500...
pois é, eu dividi metade NTFS e metade reisers FS, ia fazer um boot duplo, só com sabayon e Vista.... e cadê que o Vista instalava, quando achava uma só partição NTFS, o resto era particionado (aparecia desconhecida, no win, obviamente,mas era reiserfs) e....
cadê que o vista instalava senão achava um pouco de espaço vazio!...
Porisso eu sugeri no artigo, que com vista e com 7, é melhor só fazer a NTFS,instalar e só depois fazer as partições Linux. tanto que vc ve,, na minha figura, aquele espacinho vazio no incio do disco e a partição boot do win 7, no inicio do disco master.. se vc remove isso,ou move... não acha mais nada, aconteceu comigo também... apaguei aquele pedaço vazio, ele juntou no resto do espaço vazio... e cadê boot, sem boot win, nem linux, nem nada, precisou reformatar tudo...
Olha, eu nunca gerenciei boot duplo pelo win, deve dar, nunca achou nada no google? é que o win, para enxergar partições lçinux, é só com reza brava e vela de 7 dias! rsrsrs.
e se vc usasse um gerenciador de boot independente, mas prá windows...?
é isso, o problema de boot duplo sem o GAG é esse, cada vez que tem que mexer no windows...dá uma dor de cabeça danada!
pq com GAG, tira win, tira linux, recoloca, recopia, muda partição e é tranquilo, e so maracar o quem em cada partição e coloca-la no GAG..., e boa!

[6] Comentário enviado por altairmsouza em 25/07/2009 - 09:56h

albfneto,
Obrigado por seu retorno, vou pegar outro hd e fazer o que sugeriu e usar o GAG, mas por precaução sempre mantenho copias da mbr em 512 e 446 bytes assim que instalo uma nova distro.
Abraço.

[7] Comentário enviado por removido em 28/07/2009 - 09:55h

olá, tenho um notebook dell inspiron 1525, com windows vista instalado, gostaria de rodar o linux kurumin pelo drive de dvd, mas o suporte técnico da dell me falou q o notebook "não está homologado para funcionar com outro sistema operacional", será q alguém teria uma solução para este problema? obrigado

[8] Comentário enviado por albfneto em 28/07/2009 - 15:35h

Bom, não estar homologado, significa que oficialmente não foi homologado...
se for novo, e vc remover o Vista, perderá a garantia, a dell é meio enjoada com isso...
Ma rodar o Kurumin, do LIVE DVD, é só baixar o DVD, queimar a imagem ISO com Nero, por ex, colocar o DVD bootável e ligar o micro...
roidando do DVD, não vai gravar nada nele, não vai mudar seu SO, nem gravar nada no HD, pode rodar tranquilo...
Seu notebook é novo? se for, use o Kurumin NG, pq o reconhecimento de hardware é melhor...
aí pega prática, se quiser instalar deve faze-lo em duplo boot, ser tirar o Vista, e precisa antes redimensionar a partição. Posta algo aqui, que a gente ajuda.
se resolver instalar, posta algo aqui, aí, eu não recomendo Kurumin, embora fosse muito boa, é uma distro que acabou, desativada e porisso, a hora que cairem offline os mirrors, vai ficar muito difícil atualiza-la...
Distros novas que parecem kurumin, são: Ubuntu, Kubuntu, Metamorphose, epidemic Linux, resulinux, Tatuí Linux, e principalmente BigLinux, é bom , fácil e completo...

[9] Comentário enviado por removido em 28/07/2009 - 16:48h

olá alberto, obrigado por responder, deixa eu contar a história toda: o notebook descrito tem 1 ano e pouco, veio com win vista home premium instalado e tudo mais, só q eu preciso rodar 4 dvd's com video-aulas da faculdade, só q são em plataforma linux kurumin, fiz o setup para boot pelo dvd drive, aparentemente estava carregando, conforme as instruções, mas chega uma hora q fica assim, à esquerda: [email protected][/]# e o cursor piscando, como se pedisse um comando pra dar o "start", foi aí q liguei pro suporte da dell e o técnico me falou sobre a "homologação" etcblablabla. assim sendo, vc acha q existe uma maneira de eu assistir às tais aulas usando o notebook? me parece q o linux kurumin rodaria pelo dvd drive e seria essa a plataforma para acessar os arquivos. ajudei vc a me ajudar ou atrapalhei? rs um abraço e mais uma vez, obrigado.


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts