Trabalhando com arquivos e diretórios

Talvez uma das grandes dificuldades para um iniciante é lidar com os arquivos e diretórios via terminal. Têm-se a impressão que é algo superior, onde coisas mais simples parecem grandes segredos. Iremos explorar a estrutura do sistema de arquivos e também como lidar com arquivos e diretórios.

[ Hits: 28.545 ]

Por: Juliao Junior em 28/08/2007


Migrando do Windows?



Se você está migrando do Windows, notará diferenças na estrutura do sistema de arquivos. Veja algumas delas.
  • Em sistemas Windows um drive é representado por letras maiúsculas seguidos de pois pontos (C:, por exemplo). No Linux, todos os dispositivos de hardware estão listados na já citada hierarquia do sistema de arquivos. Dessa forma, pode acontecer que '/home' esteja em um disco diferente dos outros diretórios, ou talvez até em outra máquina.
  • Os sistemas Windows usam uma barra invertida () para separar os nomes de diretórios. Os sistemas Linux usam uma barra simples (/). Portanto, no Windows você veria o diretório D:homepedro, enquanto no Linux veria /home/pedro.
  • Em sistemas Windows os nomes dos arquivos são obrigatoriamente acompanhados de extensões, aquelas três letras no finão do nome (como '.xls' para planilhas do MS Excel). Em Linux, isso não é obrigatório, havendo arquivos sem extensão alguma, por exemplo. E embora alguns programas em Linux façam uso de extensões, a nomenclatura usada em Windows, como '.exe' para executáveis, não possuem obrigatoriamente tal significado.
  • Todos os arquivos e diretórios em um sistema Linux possui permissões e um dono associado a tal arquivo/diretório. Isto ocorre pelo fato do Linux ser 'filho' do Unix, já havendo desde seu início a idéia de multiusuário, o que não ocorreu com os sistemas Windows.

Página anterior     Próxima página

Páginas do artigo
   1. Sistema de arquivos
   2. Migrando do Windows?
   3. Criando e alterando arquivos/diretórios
   4. Metacaracteres
Outros artigos deste autor

Aprenda Python - Guia "rápido"

Processing - Interagindo com o usuário

Programação: Uso de funções

Real Football 2012 - Futebol de qualidade no Android

Explorando a máquina sem abrí-la

Leitura recomendada

Ambiente X-Window, a continuação

Instalação do Debian em partição ReiserFS

Se preparando para obter certificação LPI

História do GNU/Linux: 1965 assim tudo começou!

CentOS + RAID1 via software

  
Comentários
[1] Comentário enviado por glaudiston em 28/08/2007 - 12:32h

Básico, mas com certeza serve para iniciantes,

poderia ter enfatizado mais comandos básicos e permissões de arquivos.

de qualquer forma, parabéns pela iniciativa.


Contribuir com comentário