Se o Linux fosse uma "marca"

Recentemente este site publicou uma enquete onde foi perguntado se o Linux está "preparado para o desktop".
Este artigo não tem como proposta responder tal pergunta.
A proposta deste artigo é discutir "o como levar" o Linux para o desktop do usuário sem grandes conhecimetos de informática.

[ Hits: 16.076 ]

Por: Edson G. de Lima em 16/06/2004


Imagine que o Linux seja uma "grife"



O assunto não era informática. Em meio a termos técnicos de "marketing" e de "psicologia do consumo", um colega que trabalha no ramo confidenciava comigo:

_ Qualquer produto que possa comprovar que atende a pelo três dos quatro quesitos seguintes, tem potencial para disputar espaço no mercado:
  • economia (binômio custo/benefício);
  • novidade (inovação);
  • praticidade (conforto);
  • segurança (estabilidade).

Defendia com "todo vigor" que estes quatro quesitos, são fatores decisivos para que alguém faça uma escolha entre um produto e outro.

Vamos trazer o Linux para esta discussão!

Observando os comentários de outros colaboradores, acerca de recente enquete neste site, Você acha que o Linux está preparado para o desktop, ocorreu-me a idéia de escrever este artigo. A proposta é fazer uma abordagem do ponto de vista do Linux ser usado por pessoas com pouco conhecimento de informática, as quais passaremos a denominar por "usuário doméstico".

Não é necessário ser especialista em marketing para se perceber que o objetivo de uma campanha publicitária não é vender apenas o produto, mas também a marca... A técnica aparenta consistir em divulgar pelo menos três quesitos da lista acima que se destacam; e deixar "passar em branco" qualquer comentário que possa lembrar o quesito a que o produto não atende...

E como se comporta o Linux dentro deste contexto?

    Próxima página

Páginas do artigo
   1. Imagine que o Linux seja uma "grife"
   2. Radiografia do Linux dentro dos fatores mencionados
   3. Fechando o artigo e abrindo espaço para idéias
Outros artigos deste autor

Integrando Bind com Active Directory (AD)

Abrindo "passagem" para clientes de correio

Leitura recomendada

Alguém, salve os multiterminais do Proinfo. Por favor!

ROI em TI

O que você vai ser quando crescer?

Software Livre e o Código de Defesa do Consumidor

Fale sobre o Linux, sem precisar agredir a concorrência

  
Comentários
[1] Comentário enviado por IloveLinux2004 em 16/06/2004 - 01:12h

O Linux está pronto para desktop. Tanto está pronto que eu o uso.
Muitas coisas estão sendo melhoradas nele para oferecer um ótimo sistema ao usuário doméstico.
Más é akilo, muita coisa de linux ainda é complicado para o usuário iniciante. Como instalar um programa, como adaptar-se com novos programas e novos conceitos....
O Kurumin, foi um ótimo avanço do Linux neste setor....

eu montei um site de linux voltado para esta area de DESKTOP.
Colaboradores, mail-me!! A todos que acreditam que um dia o Linux estará em todos os computadores do MUNDO!!!! :) :)

www.ilovelinux.rg3.net

[2] Comentário enviado por 4rk em 16/06/2004 - 01:43h

Concordo e discordo alguns comentarios, (intenção em excluir aprendizes do sistema Linux)
Bom, nao que as regras sao feitas para excluir "aprendizes" mas sim para as pessoas saberem respeitar a boa vontade de quem esta disposto a ajudar. Tudo eh uma questao de cultura, primeiro devemos nos entregar a querer apreender e comecarmos a ler as documentacoes... Hoje em dia, os Desenvolvedores estao se preocupando tanto no suporte que os Manuais estao cada vez melhor! Eh claro que nao eh suficiente, entao bora pra lista... mas como disse, uma pessoa deixa de ser "aprendiz" apartir do momento que ela saiba oq quer e que tenha vontade pra ir atraz, acredito que muitos estaram dispostos a ajudar !!!

Minha Opniao sobre se o Linux esta pronto para o Desktop!
"Sim, o Linux esta! Pra quem esta pronto para o Linux... "

O Linux eh como a matematica, 1 + 1 = 2 (seguindo regras e objetivos)
jah no Windows as vezes 8 e 80 ... instavel, mas como reclamar se na maioria das vezes a pessoa esta pirata sem licenca sem nada...


[3] Comentário enviado por _simmons_ em 16/06/2004 - 09:39h

Na minha humilde opinião, o que estão cobrando do Linux é absurdo.

A idéia do Linus não era fazer um sistema amigável, bonitinho, cheio de badulaques, que tivesse janelas e que fosse se transformando num Windows... ele queria um sistema livre e que funcionasse de verdade, pra poder se livrar dos preços absurdos daquela época.

Hoje em dia o Linux atende todas as minhas necessidades, lógico que sempre existem algumas pedras nos caminho. Mas só de saber que não preciso mais usar software pirata é um grande alívio.

Como disse o Lordello em outro site..

"Outra coisa, não adianta nada essa demagogia de "Página com dicas de jogos" se ninguém compra jogos!!!
Vamos parar de piratear aí galera!!!! :-)
Software dá muito $$trabalho$$ para ser criado, não é para ser vendido em calçada!!!"

Tudo mundo reclama que falta isso e falta aquilo, mas na hora de ajudar a desenvolver ninguém quer.

Além do Software ser Livre o pessoal ainda reclama. Pô, então paguem a licença do Windows e nos deixem em paz. =)

Mas isso já uma questão de cultura.. e acredito que nessa questão, nosso país ainda está muuuuuito atrasado.

André Michi

[4] Comentário enviado por eltern em 16/06/2004 - 09:57h

É fato que ainda não encontramos muitas soluções que existem no Windows para Linux, isso atrasa um pouco as coisas.

Mas existe o fator "estar legal", isso determina muita coisa, é uma questão de honestidade.
Aqui na empresa por exemplo, somos eternos dependentes de tecnologias para implementação web, mas ontem mesmo decidi que aqui nao entra mais nada que seja Microsoft pelo caso que ocorreu ontem (leia em http://www.softwarelivre.org/news/2479.
Desta forma, sempre haverá uma desculpa para muitos alegando qeu o desktop ainda nao se veste em Linux.

Errado o conceito, mas também, lembremos que usuário é usuário e quer facilidades. Muitas pessoas trabalham, estudam e chegam em casa para usar seu omputador e não estão dipostas a reaprender o be-a-bá, nao querem abrir um terminal e coisas do tipo, querem apenas "usar". Ai sim, crei que o Linux ainda não esta lá, mas nao esta longe.

Muitas distros como o SuSE ou até mesmo o Kurumin trazem um enorme conforto a este tipo de usuário que deseja meramente ser um usuárioe ser feliz :)

[5] Comentário enviado por removido em 16/06/2004 - 10:32h

Esse assunto sempre da pano pra manga.

Uma, porque tem aquele pessoal que 'não aceita dicussão, são radicais e não querem nem pensar nos usuários finais e ainda querem a todo custo que todos usem o linux

Outrios, acham que o linux deve ficar como esta, usando lynx, minicom e por ai.

Mas a questão colocada aqui é se pro usuário final, aquele que quer ligar o micro e trabalhar, o linux estaria pronto, eu digo que não.
Ele esta pronto pro micreiro, pro fuçador, pro cara que tem tempo pra estudar e mexer.
Eu mesmo estou a um mes (reinstalei o slack) tentando ajustar e configurar ele, mas é brabo, agora image o cara tendo uma máquina X e ter que fazer todo o hardware dele funcionar? Sem chances, ele vai precisar além de uma pilha de documentos, pra botar a máquina a funcionar, achar tempo pra fazer o que ele quer, que é produzir.

Mas o kurumin deu o primeiro passo pra tornar o sistema mais amigavel e end-user, mais algum tempo e quem sabe já pode-se comprar um máquina na loja pronta pra usar, mas veja bem, a máquina sair da loja pronta, e não a máquina do usuário ser adaptada para o linux.

Como disse isso é uma discussão muito longa e todos devem estar abertos para essa discussão, eu estou... mas....

[6] Comentário enviado por thiagosc em 16/06/2004 - 13:32h

Olá, gostei muito deste artigo e do seu ponto de vista, concordo com ele vejo o Linux hoje dominando o mundo dos servidores e aos poucos o mundo dos desktops, mas devemos levar em conta que os usuários de desktops são pessoas que aprenderam (no curso de informática, a plataforma windows) e que o linux está aos poucos entrando neste mundo de desktops(devido a sua ampla divulgação hoje em dia), e que em breve também ocupará seu lugar nos desktops.
Um Abraço

[7] Comentário enviado por jllucca em 16/06/2004 - 13:36h

Como disse o 4rk:
"Sim, o Linux esta! Pra quem esta pronto para o Linux... "

Essa eh a melhor frase que vi poraqui. Um "usuario domestico", vamos excluir os usuarios de nivel um pouco mais elevado que ja sabe mexer no sistema com confiança, tem dificuldades com o windows da MS. Sim, isso mesmo ate hoje nao consigo entender isso!

Ja vi pessoas que usam no trabalho o "$istema" e em casa e mesmo coisas basicas nao conseguem fazer. Pouco tempo? Talvez seja falta de interesse em aprender.

Uma das coisas que a vida ensina eh aprender a aprender. Coisa complicada e chata. Mas, muitas vezes temos uma coisa ja pronta e temos uma melhor esperando nos apreendermos a usa-la. Mas, nao apreendemos porque nao temos essa cultura(de aprender a aprender). Quero dizer que muitas vezes nao temos interesse ou eh simples falta de vontade(que nem eu com o problema de acentos no site aqui na facu, nao tenho vontade de arrumar hehehe).

Minha opiniao eh "usuario domestico" deve ser sempre considerado como um eterno iniciante. Mas, tem tambem os interessados que ja conhecem um pouco mais.

[]'s

[8] Comentário enviado por lucaspaulo em 16/06/2004 - 16:39h

"Sim, o Linux esta! Pra quem esta pronto para o Linux... "
Me desculpem, é apenas a minha opinião: Esta frase espanta o usuário doméstico... Talvez o maior desafio do Linux seja o desktop, conquistar esse tipo de usuário...

Talvez não seja dessa forma nos grandes centros, capitais, mas, nas cidades menores, não existe nenhuma, eu repito, nenhuma preocupação com licensas de software. Muitas vezes há até proteção por parte da lei para que o software pirata seja utilizado...

E é nisso que o Linux e toda a idéia de Software livre perde espaço. A comunidade do SL, apesar de aberta a todos, acaba por se fechar entre um grupo de pessoas que entendem e dominam o conhecimento... Nesse sentido, as maiores vantagens do Linux não chamam a atenção do usuário comum, que prefere ficar com o Iexplore, Word, Windows que, admitam: funciona...

Não sei como poderia ser feito, mas seria uma boa idéia para alguém que estivesse disposto a encará-la: não conheço um site linux que divida níveis de conhecimento, como por exemplo, sessões para usuário iniciante, intermediário, expert... Algo como comparar o artigo, dizer a que público se destina e facilitar a busca para todos.

Uso Linux ainda há pouco tempo, mais para conhecer o sistema e, quando preciso de alguma informação nova, geralmente caio lá na solução do Senhor Servidor da Senhora Empresa de Informática SA, enquanto espero o meio mais simples...

É interessante ter acesso a esse tipo de informação, mas, talvez por ser algo novo, tudo ainda está embaralhado e confuso para o usuário iniciante... Se no mundo Linux a melhor forma de aprender é em comunidade, devemos estar dispostos a ouvir o que consideramos besteiras e colaborar com o pessoal que está começando, justamente para tirar a idéia maluca de que o Linux é coisa de desenvolvedor.

[]'s

[9] Comentário enviado por removido em 17/06/2004 - 18:44h

Iexplore, Word, Windows que, admitam: funciona... Será mesmo que funciona? E as famosas teclas ctrl, alt, del, aquelas que todo usuário Windows domina???? O problema do usuário doméstico realmente é a preguiça...........o pc dele já vem com o Windows instalado e ele não quer instalar " tudo de novo"....mas não percebem o enorme trabalho que tem , atualizando e varrendo o HD em busca de vírus, spywares e etc, coisas que eu como usuário Linux nunca me incomodei....talvez quando mais empresas venderem pcs com Linux pré-instado, aí sim ele vire popular.......Acho que esse deve ser o Marketing do Linux..........

[10] Comentário enviado por h4ck3rj em 20/06/2004 - 17:28h

No meu ponto de vista o GNU/Linux já está pronto para aqueles que também já estão prontos para mudar para o mesmo. Por exemplo no meu caso eu uso o mesmo como desktop já desde o início de 1999 e sempre me senti bem com o mesmo. O que falta é a população se conscientizar que o GNU/Linux é algo que merece destaque e também merece ser utilizado .. e porque não ?

[11] Comentário enviado por samuel em 20/06/2004 - 18:06h

O que deveria ser melhorado nas distribuições linux para facilitar a vida do iniciante será melhorar a ajuda em geral e incluir assistentes avançados, ou seja tutoriais passo a passo descrevento de forma completa e objetiva o que for explicado e se fosse ainda incluido explicações em audio e video teria um resultado ainda melhor...
Outro fato que merece atenção é que nem todos os que estão iniciando tem tempo para ficar vasculhado na web e procurando nas páginas man e info e outro porém é que nem tudo está em Portugues e nem todo mundo domina o inglês, e quando se tenta instalar algum programa então que dificuldade, falta uma biblioteca que se instalada entre em conflico com outro aplicativo uma dificuldade que afasta o iniciante e mesmo que se recorra as listas nem sempre ele encontra algo que satisfaça de modo completo, e se ele recorrer a cursos são poucos e com carga horária reduzida e preço elevado, mas ainda ele pode recorrer a livros, mas neste se ele tiver sorte encontra algum já traduzido ou escrito por alguém aqui no Brasil, mas se não ele precisa importar o livro em sua ligua original.
Vejo que se o treinamento for melhorado e aumentar os livros, com certeza o interesse aumentará exponencialmente.
Espero que isso ajude de alguma forma.

[12] Comentário enviado por muzkur em 14/02/2005 - 10:37h

Na minha opinião, o linux ainda não eh um sistema tao "aberto" assim. A sociedade, pelo menos brasileira eh muito preguiçosa e medrosa... Não são todos que estão prontos pra abrir mao da "comodidade" do windows e experimentar algo novo. ainda mais quando exige um pouco mais do cerebro do que clicar em 'avançar' desesperadamente pra fazer uma instalação.
Eu acredito que o Linux será o OS definitivo quando a sociedade quebrar esse paradigma que existe hoje quanto a dificuldade de um OS. Acredito que todos aqui ja brincaram que cubo magico, por mais dificil que seja, todos ja tentamos resolve-lo. Nem todos conseguiram, mas aqueles q o fizeram, se sentem satisfeitos com isso.
O linux ainda eh um cubo magico. Mas acredito que nao sera assim por muito tempo. Em breve todos o verão montado no seu desktop =]

[13] Comentário enviado por freakcode em 04/01/2006 - 23:05h

Parabéns pela análise!

Uma coisa:

- você acha que GNU/Linux é um produto?

Não sei. Ainda tenho dúvidas.

Acredito que o seu modelo de desenvolvimento, o código aberto, é o melhor método, que garante o melhor resultado final e o maior aprendizado.

Mas para que as pessoas passem a usar GNU/Linux, é necessário MAIS que qualidade. Como vemos produtos de má qualidade, mas que mesmo assim são vendidos aos montes, e parece até que os consumidores "se deixam enganar"!!!

Acredito que, para o GNU/Linux ser adotado em larga escala mundial, só imitando o modelo dos produtos Microsoft (fale bem ou mal, mas eles conseguiram isso). E se é para imitar, mais igual que o Windows só o Windows! Acho que daqui um tempo o GNU/Linux será "mais uma" alternativa, mas nunca será usado em larga escala. Aliás, com a abertura da Apple para a arquitetura Intel, seu MacOS será mais competitivo com o Windows do que o GNU/Linux !

[14] Comentário enviado por ihtraum em 25/05/2006 - 14:50h

inicialmente: ótimo artigo.
agora, quando o nosso amigo _simmons_ disse que linus começou a fazer o sistema pra se livrar dos preços altos dos softwares e que funcionasse de verdade, sim é verdade. mas o que o software livre prega é o uso e desenvolvimento colaborativo. então:devemos sempre nos ajudar. mantendo a estabilidade, segurança, mas aumentando a versatilidade. principalmente no que diz respeito a usabilidade.

e quanto ao fato de alguns usuários avançados excluirem iniciantes de listas, eu não vejo isso como um mal. existem os diversos níveis de usuários, e os mais diversos lugares onde podem obter informação. não é apenas nos usuários avançados que se deve procurar ajuda, documentação e material existe a rodo na internet.

em relação ao aprender a aprender, concordo sim. só não concordo quando se quer levar isso a fundo demais. não que isso seja uma questão de cultura, mas existem detalhes que para o usuário final não são importantes, enquanto que existem outras coisas que o usuário DEVE buscar entender.
até porque, ninguém vai saber tudo de tudo. vai buscar aprender a aprender aquilo que lhe achar mais conveniente, interessante. onde para isso, a maioria utiliza a informática como intermediária.
acho que conseguiram captar minha idéia.

acho que uma melhor organização na distribuição da informação deveria ser adotada como padrão (o guia foca linux !!).
e sempre manter a idéia de sempre colaborar, como está exposto nessa passagem deixada por felipebalbi:

Ele (maddog) está afirmando que nós temos todos o poder de mudar o mundo, todo o poder de melhorar a sociedade ao nosso redor e, mais, todo o poder de melhorar a qualidade de vida de quem sequer conhecemos.

ótima mensagem para reflexão.


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts