Remasterização de LPs no Linux

O caminho das pedras para uma remasterização de áudio de qualidade com o uso de ferramentas livres.

[ Hits: 48.243 ]

Por: Juan Carlos C. Mourente em 24/04/2006


Normalizando o volume



Nada mais chato que ficar aumentando e diminuindo o volume toda vez que estamos ouvindo uma seleção se músicas, certo?! Para acabar com esse inconveniente, basta normalizar todos os arquivos.

Para normalizar o volume de todos os arquivos é possível usar o MP3gain ou simplesmente usar a função de normalizar as faixas disponível no K3b ou em outro software similar, caso você grave em CD-áudio. Neste caso é necessário ter instalado o pacote normalize-audio que é usado pelo K3b. Para usar o MP3gain precisamos utilizar o terminal. No diretório onde estão os arquivos digite:

# mp3gain -a *

Dessa forma todos os arquivos ficarão com o mesmo volume. Para maiores informações e possibilidades do MP3gain digite no terminal:

# man mp3gain
ou
# mp3gain -h

A normalização pode ser feita no próprio Audacity, selecionando a faixa a ser normalizada e e clicando em Effect >> Normalize. Entretanto, o uso do mp3gain possibilita a normalização de várias faixas de uma maneira muito mais rápida.

Página anterior     Próxima página

Páginas do artigo
   1. Introdução
   2. Ligações e preparação
   3. Digitalizando e editando
   4. Normalizando o volume
   5. Editando as tags
   6. Queimando o CD
   7. Considerações finais
Outros artigos deste autor
Nenhum artigo encontrado.
Leitura recomendada

Servidor NIS+NFS: Aprenda a montar o seu

Como contribuir para projetos abertos no GitHub

CentOS como terminal server autenticando em Windows Server 2003 Active Directory com montagem automática de compartilhamentos de rede

Ubuntu Linux 20.04.1 LTS

Software livre, software comunitário!

  
Comentários
[1] Comentário enviado por knowlink em 24/04/2006 - 11:54h

Muito bom o artigo, eu já havia remasterizado alguns LPs, mas o resultado ficava grotesco, algumas dicas do artigo em ajudaram a melhorar o resultado final.
Só uma dica pra quem for gravar para um CD, salve em WAV, a perda de qualidade ao converter para MP3 ou OGG (e depois gravar em CD de audio) faz muita diferença em alguns equipamentos de CD Player, principalmente nos mais baratos :) Para o micro a perda não é tanta.

{}'s

[2] Comentário enviado por removido em 24/04/2006 - 20:34h

Ai, ai, ai... até que enfim vou poder remasterizar meu cd do Waldick Soriano!!! Mas só tem um problema: onde eu encontro um toca-discos????? ;-(

[3] Comentário enviado por rochiare em 26/04/2006 - 16:17h

Excelente seu artigo, parabens!

Aproveito a oportunidade para perguntar: Ja existe mp3 player que exiba a capa de CD (tag) ao ser a musica executada?

Existe um ripador que a gente possa escolher a qualidade da gravacao: 128, 160, 320 kbs?


[4] Comentário enviado por nits em 26/04/2006 - 19:29h

A todos muito obrigado pelo apoio e pelas notas. É o meu primeiro artigo e estou muito satisfeito dele ter sido aprovado e publicado aqui no VOL.
Assim que for possível escrevei mais sobre outros assuntos.

knowlink,

Tente compactar em MP3 com 192 Kbps ou superior para melhorar a qualidade. Realmente taxas abaixo de 160 Kbps não ficam muito boas dependendo da música e do aparelho em que você está ouvindo. Eu uso a taxa de 320 Kbps para trabalhar com os discos dos clientes e estou bastante satisfeito com o resultado pois não consigo sentir a diferença do MP3 para o WAV usando esta taxa.
--------------------------------

rochiare,

Se você se refere a MP3 player portátil eu só conheço o Ipod que tenha essa funcionalidade, mas se for MP3 player para linux eu uso o Amarok que é ótimo e mostra a capa do disco.
O ripador que eu uso é o simples Kaudiocreator. Para configurar a taxa de compressão siga o caminho:

configurações > configurar kaudiocreator > codificador > codificação lame > configurar > no campo linha de comando:

lame --preset standard --vbr -b n=192 --tt %{title} --ta %{artist} --tl %{albumtitle} --ty %{year} --tn %{track} --tg %{genre} %f %o

onde:
vbr é taxa variável (vc pode trocar por cbr para taxa constante)
n=192 é a taxa fixa (ou média da variável). Você pode mudar para 128, 256, 320, a seu gosto.

[5] Comentário enviado por apoena em 09/05/2006 - 15:13h

Muito bom mesmo o artigo! Parabens !!

[6] Comentário enviado por joaquim777 em 23/05/2006 - 02:44h

Você pode encontrar toca-discos zerados, de primeiríssima linha na Rua Santa Ifigênia, 414, em São Paulo, SP. São vendidos também pela internet, bastando ir ao site http://www.brasilaudio.com.br/store/ São os útimos lançamentos das fábricas Technics, Numark, Stanton, American DJ, Geminni, Audio Technica e outros. A Eletrosates, na mesma Rua, costuma vender também e tem site na internet. V. também pode pedir direto dos Estados Unidos, pela HookedOnTronics, http://www.hookedontronics.com/
Joaquim.

[7] Comentário enviado por JulioCD em 21/03/2008 - 02:48h

?comentario=É fácil encontrar toca-discos para LP pois eles ainda são muito usados na Europa. Ano passado estive na Suécia e em Estocolmo, no domingo, tem uma feira de LP novos e usados. Os ingleses também são grandes fabricantes de LP (piratas).


Contribuir com comentário