Qual distro escolher

Certo dia lá está você em um sofá sentado, sem nada pra fazer no momento, quando do nada vem na cabeça... vou instalar o Linux. Até aí tudo que você sabe, ou imagina sobre o "sistema" do pinguim, se baseia no "bendito" Linux Educacional da sua escola.

[ Hits: 1.421 ]

Por: Lucas de M. Corrêa em 10/08/2017


Qual Distro Escolher: Ubuntu vs Mint vs Deepin



Só para esclarecer algumas coisas antes de começar:

Linux: provavelmente você já ouviu falar e muito no Sistema Operacional Linux, certo?

Errado. Linux, não é, e nem nunca foi um sistema operacional, e sim um "Kernel" ou "Cerne".

Mas então, o que é Kernel afinal?

Em termos, Kernel pode ser entendido simplesmente como a parte mais profunda do sistema. Desenvolvido totalmente a parte do sistema, o Kernel é responsável por fazer intermédio quase que direto entre, os softwares do sistema, e o hardware de sua máquina.

Se quiser saber mais: O que é Linux

Os sistemas operacionais baseados em Linux são produzidos cada um com um foco, ou seja, para um perfil de usuário específico. Por exemplo: se você busca uma distro voltada para jogos: SteamOS. Se você quer uma distro para escritório ou empresas: Red Hat Enterprise Linux.

No geral a lógica parece simples, mas não é. Principalmente se você possui um perfil iniciante, e quer uma distro para uso doméstico, como estudo, trabalho, passatempo. Não que faltem opções para este tipo de perfil, justamente o contrário, há muitas, o que acaba tornando a escolha meio difícil.

Agora sim. Dúvidas e curiosidades esclarecidas?

Então mãos a obra...

Ubuntu

Uma das distros mais usadas no mundo, isso pode ser explicado talvez pelo fato de não ser desenvolvida com um único foco, agradando diferentes tipos de usuários, desde os iniciantes até alguns avançados. O Ubuntu, assim como a maioria das distros, é criada sobre uma ideia, filosofia ou regra, que neste caso é:

"esse software deve estar disponível gratuitamente, que as ferramentas de software devem ser utilizadas por pessoas em seu idioma local e, apesar de qualquer deficiência, e que as pessoas tenham a liberdade de personalizar e Altere seus softwares de qualquer maneira que acharem conveniente."
Sendo assim no Ubuntu se encontra tudo que há de melhor no quesito software no mundo Linux, é um sistema muito simples de se usar, uma vez que possui uma das maiores comunidades espalhada por toda a internet, pronta para lhe dar suporte para literalmente qualquer coisa, sem falar de sua interface, o Unity, desenvolvido pela própria canonical, especialmente para o Ubuntu, sua principal característica talvez seja o seu amado por uns e ao mesmo tempo odiado por outros...

O lançador, que é como a barra de ferramentas do Windows, porém tem forma de coluna e fica na parte esquerda da tela criando um design bem original do sistema.

Estabilidade e segurança também podem ser sinônimos de Ubuntu, pois como é baseada em Debian Stable a distro é simplesmente muito estável, uma vez que a versão stable do Debian é incansavelmente testada.

Então se você quer se jogar de vez no Linux, e esquecer do Windows, talvez seja uma boa tentar o Ubuntu, com seu design original, estabilidade e segurança.

OBS.: como dito, atualmente a interface gráfica do Ubuntu é o Unity nas versões 17.04 e anteriores, porém, já na versão 17.10 com lançamento previsto para outubro deste ano, o Unity será substituído pelo Gnome.

Screenshots:
Link para download e mais informações: https://www.ubuntu.com/download/desktop

Linux Mint

O Mint é uma distro baseada em Ubuntu. O que a torna muito estável e segura. Mas seu destaque nem de longe são estes, e sim seu design, possibilidades de personalização e facilidade. O Mint é um sistema onde você pode fazer praticamente o que quiser com ele, mover a barra de ferramentas pra cima, pro lado, pro outro, adicionar temas e gadgets facilmente, e muito mais.

Atualmente está disponível oficialmente em quatro diferentes interfaces: Cinnamon - a padrão do sistema, bela e leve. Mate - a com mais possibilidades de personalização e estável. KDE - a mais bonita (sem dúvidas). E em Xfce que é uma distro bem leve mas ao mesmo tempo bonita.

Muitos afirmam que o sistema Mint do pinguim é parecido com o Windows da Microsoft, esteticamente falando, porém na minha opinião, é meio injusto colocar os dois sistemas em comparação lado a lado. Por que claramente o Mint é muito mais bonito, quase que humilha o Windows.

Na parte de usabilidade, não tem segredo nenhum, é só instalar e curtir. Todos os plugins e codecs necessários já vem instalados. O que torna o sistema muito bom para iniciantes.

Atualmente sua versão mais recente é a 18.02.

Screenshots:
Link para download e mais informações: https://www.linuxmint.com/download.php

Deepin

Bem... vamos lá! O Deepin, distro chinesa, bem recente, está conquistando seu espaço agora, por isso ainda não possui uma comunidade ainda muito grande (o fato de ser da China também ajuda, embora ache isso uma besteira). Surgiu em 2003 ainda com o nome de Hiwix, e só a partir de 2009 passou a se chamar Deepin.

Muitos reclamam deste sistema dizendo ser cheio de bugs e erros talvez pelo fato de ser baseado em Debian unstable. Bom, não deixa de ser verdade, MAS... vamos falar no que há de bom no Deepin, que é sua interface e (...) não. É só a interface mesmo.

Nos últimos anos foi criada a DDE (Deepin Desktop Environment), uma interface gráfica feita sobre medida para o sistema, é quase um misto do que há de melhor no Windows com o que há de melhor no Mac OS X, dando ao usuário enormes oportunidades de customização.

Para completar, vejo que o número de usuários do Deepin vem crescendo bastante, e que a fabricante realmente está se empenhando em entregar um sistema cada vez mais belo, simples e estável.

Screenshots:
Link para download e mais informações: https://www.deepin.org/en/

Estas são as melhores distros para se começar no Linux. Mas tenha em mente, que quando digo começar não quer dizer que você precise instalar um sistema, usar, e quando adquirir um pouco de conhecimento mudar para outro. Não. Começar deve ser interpretado como uma maneira de se adaptar a forma como as coisas funcionam no Linux. Isso não quer dizer que seja necessário ficar pingando de uma distro pra outra.

Extras

  • Estabilidade e segurança 100% >> Debian Stable
  • Simplicidade e facilidade >> Elementary OS
  • O sistema dos hackers >> Kali Linux
  • Jogos >> Steam OS
  • Produção e gerenciamento multimídia >> Ubuntu Studio

LMC

Se você vê alguém se afogando e sabe nadar, você tem o dever moral de salvá-lo, a menos que um deles seja o George Bush ou Aznar. (Richard M. Stallman)
   

Páginas do artigo
   1. Qual Distro Escolher: Ubuntu vs Mint vs Deepin
Outros artigos deste autor

Introdução ao Ubuntu - Instalação de programas e outras dicas

Leitura recomendada

A importância de um backup

Sim! Outro artigo na linha "Por onde começo?"

Comandos básicos do Linux

CentOS 5.8 - MySQL Cluster 7.1 + HAProxy

Fundamentos do sistema Linux - Gerenciadores de inicialização

  
Comentários
[1] Comentário enviado por headbrother em 12/08/2017 - 13:13h

Sem dúvida o Deepin é o mais fácil, pois sua loja de Apps, facilita já está tudo lá que um usuário vindo do Windows irá precisar é ainda tem o CroosOver para emular aplicativo Windows com muita facilidade.
O Mint é um diferencial em relação ao Ubuntu embora seja baseado em parte no mesmo.

[2] Comentário enviado por correalinux em 13/08/2017 - 23:01h

Talvez futuramente o Deepin se torne uma excelente distro.
Porém por hora temos que nos contentar com alguns bugs, problemas com wi-fi, problemas no GRUB e no dual-boot com o windows.
Alias esse problema de dual-boot aí já me fez formatar o HD duas vezes (Atualmente uso Ubuntu), acontece que depois de instalar o sistema corretamente e iniciar o Deepin, tá tudo bem... desligo e inicio ele de novo, configuro tudo numa boa.
Só que se eu iniciar o windows uma vez se quer, não consigo mais iniciar o Deepin, parece que ele esquece onde fica a partição raiz e não dá boot de jeito nenhum.

Tem como corrigir isso. Mas...
Não vale a pena ficar louco de problema


LMC

[3] Comentário enviado por draggom em 14/08/2017 - 07:38h


draggomlesa: Seu artigo é bom, uma pena que ele é focado especificamente para falar do ubuntu e mint e deepin, temos outras opções para usuários iniciantes, como por exemplo: debian, fedora ou até o antergos, já se for um usuário mais avançado, temos: arch linux, slackware ou gentoo, temos muitas opções no mundo linux, o meu conselho é ir para um projeto mais consolidado, que esta a mais de 30 anos no mundo gnu/linux, projetos novos necessitam de mais amadurecimento para ser usado como distro principal, tem que ser um sistema estável e que te de bastante segurança, com uma comunidade muito ativa, no geral parabéns por seu artigo.

[4] Comentário enviado por correalinux em 14/08/2017 - 17:09h

Obrigado pela observação draggom.
É exatamente como você disse existem muitas opções, no mundo Linux, tem pra todos os tipos e gostos de usuários.
Só que não podemos negar uma coisa... que estás três concerteza são as mais populares e "simples" para usuários novatos.

Mas claro, que isso não é uma regra, dependendo do usuário mesmo sendo iniciante ele pode querer tentar algo como o arch. Não é?


Fica a critério de quem for instalar, pesquise, teste, se não gostar não tem problema, Linux é assim, você não usa uma distribuição só pra vida toda, embora mais cedo ou mais tarde vá enjoar de testar e procurar uma que te satisfaça de vez.

Fica aqui algumas também bem populares:
https://www.debian.org/index.pt.html
https://getfedora.org/pt_BR/
https://pt.opensuse.org/Página_Principal
https://manjaro.org
http://www.zorin-os.com/
http://elementary.io/

___________________________________________________________
"Uma pessoa que nunca cometeu um erro... Nunca tentou nada novo."
[Albert Einstein]
___________________________________________________________


[b]LMC [/b]


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor HostGator.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Viva o Android

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts