Programando em Octave (parte 1)

Se você ainda está preso ao Windows pelo gancho do MATLAB, está na hora de adquirir a liberdade. Octave usa uma linguagem compatível com MATLAB. É uma linguagem computacional que usa as matrizes como suas variáveis. Esta forma de ver as variáveis acelera o cálculo computacional, pois todas as operações são vistas como operações entre matrizes.

[ Hits: 45.249 ]

Por: Juliao Junior em 05/05/2008


Scripts



Como em toda linguagem, podemos escrever scripts para OCTAVE, desta forma reunindo um conjunto de comandos e operações. Salvamos tal arquivo no formato "nome.m".

É recomendado usar várias linhas com comentários para facilitar a leitura do 'programa'. Uma dica: quando usamos o comando ' help nome_do_script ', as linhas de comentário antes da primeira instrução são impressas na tela. Veja um exemplo.

Arquivo 'soma.m':

%calcula a soma entre dois vetores de dimensão qualquer
%fornecidos pelo operador
x=input('Forneça o primeiro vetor \n'); % Este é o formato para entrar dados
%perceba que o símbolo '\n', semelhante a outras linguagens, faz o cursor mudar de linha
%Perceba também que o texto deve estar entre aspas simples, dentro de parênteses
y=input('Forneça o segundo vetor \n'); % mais uma entrada de dados
soma=x+y % aqui, a soma é realizada
soma

Um ponto importante neste momento: as variáveis criadas em scripts são globais, ou seja, todo o programa tem acesso, além do script também reconhecer as demais variáveis globais.

Até aqui já aprendemos bastante sobre o OCTAVE. No próximo artigo veremos como manipular arquivos, como usar operações lógicas, recorrências, controle e decisão, entre outros.

Página anterior    

Páginas do artigo
   1. Introdução
   2. Variáveis
   3. Matrizes
   4. Funções
   5. Scripts
Outros artigos deste autor

Blender - Iniciante (parte 1)

Alinhamento em folhas de estilo - CSS

Octave - Programação científica no Linux (parte 2)

Guia Introdutório do Linux II

Convença outros a usar Linux!

Leitura recomendada

Fedora 12 - instalação e uso

Scilab 5.4.0 no Ubuntu 12.10 - Instalação e configuração

LiberdUCA - Versão customizada

Estudo sobre os tipos de gerenciamento do SO Linux

Instalação do Lazarus no Slackware Linux

  
Comentários
[1] Comentário enviado por fernandocampos em 05/05/2008 - 11:43h

O octave é uma boa opção para trabalhar no linux. Trabalhei com ele no Fedora e fiquei muito satisfeito. Também temos o maxima para o linux que é totalmente free e excelente.

[2] Comentário enviado por an_drade em 05/05/2008 - 13:45h

Não podemos esquecer o Scilab, que é praticamente um clone do Matlab.

http://www.scilab.org/

[3] Comentário enviado por itocamargo em 07/05/2008 - 18:19h

Eu utilizo o Scilab no linux, baixei a documentacao pra ajudar, inclusive na disciplica de Sistemas Realimentados, usamos mto ele.

O Matlab é uma excelente ferrameta, mas o Scilab e Octave nao deixam a desejar.

no site do Scilab da pra saber ate quem esta patrocinando o software... por exemplo a Renault

Interessante neh?

[]'s

[4] Comentário enviado por dbahiaz em 09/05/2008 - 23:44h

Cara estou tendo contato com octave justamente agora , usamos matlab na facu, + em casa estou adaptando tudo pro octave, conheço muito pouco ainda, e seus artigos seram bem vindos, espero que não demore muito a postar outros, estou aguardando, abraço!


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts