Programando em Octave (parte 1)

Se você ainda está preso ao Windows pelo gancho do MATLAB, está na hora de adquirir a liberdade. Octave usa uma linguagem compatível com MATLAB. É uma linguagem computacional que usa as matrizes como suas variáveis. Esta forma de ver as variáveis acelera o cálculo computacional, pois todas as operações são vistas como operações entre matrizes.

[ Hits: 45.244 ]

Por: Juliao Junior em 05/05/2008


Matrizes



Para definirmos matrizes, também é muito simples. A sintaxe é a seguinte:

nome_da_matriz = [ a b c; d e f]

Ou seja: (1) comece e termine com colchetes, (2) o caracter ' ; ' separa as diversas linhas e (3) cada elemento em uma linha é separado por um espaço ou por uma vírgula. Veja mais um exemplo:

octave:18> mat1=[1 2 3 4; 5 6 7 8; 9 10 11 12; 13 14 15 16]
mat1 =

   1   2   3   4
   5   6   7   8
   9  10  11  12
  13  14  15  16
octave:19> size(mat1)
ans =

  4  4
octave:20>

Note o comando 'size(nome_da_matriz)'. Ele fornece a dimensão da matriz.

O OCTAVE traz algumas matrizes especiais embutidas. Veja nos exemplos:

octave:20> zeros(3) %matriz com todos os elementos nulos
ans =

  0  0  0
  0  0  0
  0  0  0
octave:21> zeros(3,2) % mesmo exemplo, com dimensão diferente
ans =

  0  0
  0  0
  0  0
octave:22> ones(2,4) % semelhante a 'zeros', mas com elementos iguais a '1'
ans =

  1  1  1  1
  1  1  1  1
octave:23> rand(3,4) % elementos aleatórios, uniformemente distribuídos
ans =

  0.99643  0.19435  0.11084  0.24855
  0.51063  0.28586  0.66605  0.42729
  0.81204  0.90110  0.23174  0.45561
octave:24> randn(3,2) %elementos aleatórios, distribuição normal
ans =

  -1.33017  -0.39911
  -0.62622   1.47676
  -2.71317  -0.55859
octave:25> randn(3) %mesmo exemplo, com dimensão diferente
ans =

   0.259446   1.174647  -0.808014
  -0.135694  -0.220743  -0.035179
  -1.967795   0.458426  -1.109860
octave:26> eye(2) %matriz identidade
ans =

  1  0
  0  1
octave:27> eye(5) %mesmo exemplo, com dimensão diferente
ans =

  1  0  0  0  0
  0  1  0  0  0
  0  0  1  0  0
  0  0  0  1  0
  0  0  0  0  1                   
Como sempre, existem muitas outras matrizes pré-definidas no OCTAVE. Para conhecê-las, use o comando 'help'.

Página anterior     Próxima página

Páginas do artigo
   1. Introdução
   2. Variáveis
   3. Matrizes
   4. Funções
   5. Scripts
Outros artigos deste autor

Programação: Tomada de decisão

APT - Fantástico gerenciador de pacotes

Crie um espelho (mirror) Debian em sua máquina

Reconstructor: Crie seu próprio Linux liveCD

Processing - Interagindo com o usuário

Leitura recomendada

Minha experiência com o Cacic de jun2005/fev2005 e jan2006

Mandrake 10.1 Official - Análise de instalação e uso

Fazendo jus ao nome GNU/Linux

WhatsApp no Debian 8.7.1 via Genymotion

Atualizando o Firefox mantendo os plugins instalados

  
Comentários
[1] Comentário enviado por fernandocampos em 05/05/2008 - 11:43h

O octave é uma boa opção para trabalhar no linux. Trabalhei com ele no Fedora e fiquei muito satisfeito. Também temos o maxima para o linux que é totalmente free e excelente.

[2] Comentário enviado por an_drade em 05/05/2008 - 13:45h

Não podemos esquecer o Scilab, que é praticamente um clone do Matlab.

http://www.scilab.org/

[3] Comentário enviado por itocamargo em 07/05/2008 - 18:19h

Eu utilizo o Scilab no linux, baixei a documentacao pra ajudar, inclusive na disciplica de Sistemas Realimentados, usamos mto ele.

O Matlab é uma excelente ferrameta, mas o Scilab e Octave nao deixam a desejar.

no site do Scilab da pra saber ate quem esta patrocinando o software... por exemplo a Renault

Interessante neh?

[]'s

[4] Comentário enviado por dbahiaz em 09/05/2008 - 23:44h

Cara estou tendo contato com octave justamente agora , usamos matlab na facu, + em casa estou adaptando tudo pro octave, conheço muito pouco ainda, e seus artigos seram bem vindos, espero que não demore muito a postar outros, estou aguardando, abraço!


Contribuir com comentário