VRML - A Web ganhando vida!

Quem não lembra daqueles óculos para imersão em um ambiente de realidade virtual? Conheça a VRML, uma linguagem que permite esse e muitos outros sonhos.

[ Hits: 24.351 ]

Por: Juliao Junior em 15/11/2006


VRML - Introdução



VRML lembra HTML - e não é coincidência, pois VRML significa Virtual Reality Modeling Language. Com ela podemos construir ambientes em 3 dimensões, podendo inclusive interagir com os objetos ou personagens desses ambientes.

Para construir um ambiente em VRML precisamos apenas de um editor de textos, da mesma forma que acontece com o HTML. Escrevemos o arquivo, salvamos com extensão .wrl e pronto! Já podemos visualizá-lo num navegador compatível.

Mas você pode pensar: "modelar um ambiente inteiro, talvez com animações e tudo o mais, apenas no texto, 'na marra'?". Calma, existem programas como o Blender, que automatizam esta tarefa, deixando você livre para pensar na criação. Mas isso é assunto para outro artigo.

Como tudo isso começou?

A história


Podemos citar o começo como sendo o ano de 1994, onde a linguagem foi mostrada inicialmente. Na versão 1.0 era possível construir modelos em 3D e aplicar texturas, luz e outras características aos objetos e ambientes.

Também era possível observar o ambiente por meio de 'câmeras' diversas. Da mesma forma que em HTML, era possível criar links dentro dos ambientes: acessando certas regiões, o usuário é lançado para um outro ambiente.

Mas com tudo isso, os ambientes criados ainda eram estáticos. A versão 2.0 trouxe o movimento como algo surpreendente. Os modelos tinham a capacidade de movimento, além de reagir tanto ao visitante (usuário) como em tempos determinados. E, claro, som e imagens em movimento também estavam lá.

VRML hoje


Com o passar dos anos o progresso transforma tudo. E não é diferente com a VRML. Hoje não é preciso escrever linha por linha. Softwares fazem todo o trabalho duro. Sua tarefa é 'sonhar' e por a mão na massa.

Se você deseja se aventurar nesse caminho, veja esses sites:
É isso, pessoal. Em um próximo artigo mostrarei como usar o fantástico software Blender para construir nossos mundos 3D.

   

Páginas do artigo
   1. VRML - Introdução
Outros artigos deste autor

Programando em Octave (parte 1)

Aprenda Python - Guia "rápido"

PORTAGE - Gerenciamento de pacotes no Gentoo Linux

Ubuntu será o aguardado Windows Killer?

Instalação ou Recuperação do GRUB

Leitura recomendada

Monitorando interfaces virtuais com MRTG e IPFM

Tratamento de imagens em pessoas usando construtivismo reaplicado

Visão Computacional - Reconhecendo objetos na plataforma Linux via Webcam

Edição pesada de imagens com o Gimp (parte 1)

Botões acqua no Inkscape

  
Comentários
[1] Comentário enviado por removido em 15/11/2006 - 11:23h

aeeeeeeeee manoooo adoreiiiiii

[2] Comentário enviado por jr.jorro em 15/11/2006 - 12:50h

Só falta o plugin pra os browsers do linux ;-(

[3] Comentário enviado por amanda_cem em 15/11/2006 - 16:58h

Depois de ler essa matéria, eu resolvi baixar o Blender!!!!!!!1

[4] Comentário enviado por ivan.cr.neto em 15/11/2006 - 19:18h

É o futuro da internet, tudo inteligente e se movendo!!!

[5] Comentário enviado por pdjailton em 17/11/2006 - 16:22h

para quem quiser tem um artigo falando sobre o Blender no site:
http://olinux.uol.com.br/artigos/432/1.html

E pra quem quiser fazer o download:
http://superdownloads.uol.com.br/download/28/blender-42a-(linux-ppc)/

vlw

[6] Comentário enviado por yetlinux em 18/11/2006 - 10:53h

VRML pode concorrer com o Flash?

[7] Comentário enviado por juliaojunior em 20/11/2006 - 16:09h

o flash é bem mais simples, e por isso deve resistir muito tempo na dianteira, pois a simplicidade favorece novos adeptos da linguagem.
mas a VRML é bem mais poderosa, e com o tempo, quem sabe ... :)

[8] Comentário enviado por aleotavares em 17/12/2006 - 16:01h

http://galileu.fundanet.br/rodello/RV/univem_virtual.html Modelagem feita por alunos da Fundação Eurípedes de Marília, vale a pena conferir

[9] Comentário enviado por komesq em 24/01/2007 - 22:29h

Uma ressalva: Hoje o VRML é mais conhecido por X3D e pra quem quiser ver ambientes e cenários 3D pode baixar o Octaga (www.octaga.com) um player de X3D com versão pra linux

[10] Comentário enviado por juliaojunior em 25/01/2007 - 13:23h

kara, não é exatamente assim. o X3D é um consórcio 'diferente' da VRML.

[11] Comentário enviado por komesq em 26/01/2007 - 00:50h

Então me confundi quando li sobre o X3D no www.web3d.org. Lá falava algo sobre ser a especificação 3.0 do VRML

[12] Comentário enviado por M4iir1c10 em 04/12/2008 - 14:13h

Eu vi um livro sobre VRML em 1999 e depois disso nao ouvi nem sequer comentarios achei que tinha sido uma moda que ja tinha morrido, como a linguagem de programacao Miva

[13] Comentário enviado por juliaojunior em 04/12/2008 - 14:28h

Na verdade, esse artigo já tem dois anos. Na época, ainda via alguns projetos com essa linguagem. Como me afastei dessa área, não tenho informações recentes.


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts