Pequenas coleções (parte 2)

Conforme prometido, venho reabrir para vocês o meu arquivo de pequenas coisas complicadas para alguns e simples para os outros, mas você que acha complicado não precisa se preocupar, afinal o objetivo aqui é SIMPLIFICAR.

[ Hits: 20.940 ]

Por: Guilherme RazGriz em 03/07/2007 | Blog: http://razgrizbox.tumblr.com


Detalhismos?



Sempre recebo emails sobre isso e como o artigo sobre pintura publicado isso só fez aumentar, e para ser sincero é um bom sinal, já que as pessoas estão buscando mesmo transformar aquelas informações em conhecimento! =]

O PROBLEMA: "OK, eu consigo pintar da cor que eu quero o veículo ou objeto, mas não consigo apagar a cor dos detalhes desses objetos (faróis, pára-choques cromados , buracos de chaleiras com tinta, e etc).

Vamos voltar aos "carros" para ver a resposta.

Aqui nesta imagem nós voltamos para o artigo sobre pintura digital justamente onde ficou a "duvida" da maioria:


O que vemos aqui é a hora da ferramenta borracha (já selecionada na interface principal do Gimp, como pode ser visto na imagem acima).

Como também podemos notar, a camada transparente que já ganhou nova cor (no caso verde) já teve apagada grande parte desta cor graças a ação da ferramenta borracha =], mas como é que eu apaguei apenas os detalhes que eram necessários nas partes menores e frestas? Note que eu apenas apaguei a cor de metade dos símbolos cromamos no capô do carro para que vocês possam ver a diferença que fica.

Para deixarmos estas frestas, emblemas e o que mais for estranho a lataria como deveríamos vamos precisar criar um novo pincel para que o editemos de tamanho, posição e forma sempre que necessário for. Não se preocupe, o procedimento é bem simples, vamos a ele.

Clique no ícone da interface principal do Gimp que representa a escolha do pincel (brushes) para que a interface de escolha e edição de brushes seja ativada (apareça).


Agora vamos ver como começar a criar um novo pincel.

Repare nos ícones no rodapé da interface de escolha de pincéis, note que a semelhança com os de criação e duplicação de camadas é brutal.

Para criar um novo pincel basta clicar neste ícone e a interface responsável aparecerá para você.


Acredito que esta interface seja auto explicativa, então não vou me aprofundar nela. Apenas vale acrescentar que cada mudança que você faz, afeta o pincel na hora, não necessitando salvar nada na interface.

Agora que você já criou o seu pincel e está ajustando o mesmo conforme as suas necessidades, basta ir completando o serviço com ele até que você fique satisfeito. E sem esquecer que você pode e deve acrescentar surpresas sempre que quiser.

Dúvidas?

Vaaaamos em frente.

    Próxima página

Páginas do artigo
   1. Detalhismos?
   2. A profundidade gerada pela luz
Outros artigos deste autor

Impressoras 3D Nacionais... A VERDADE!

Alguém aí falou em deformação?

Já falamos do PC Popular, mas será que o laptop também é ruim?

Um pouco de pintura digital

O Rio distorcivo e o Gimp

Leitura recomendada

Slides JPG - Criando apresentações para projetores com suporte a miniaturas de imagens no LibreOffice

Guia SSD no Linux: tudo que você precisa saber e o que precisa esquecer!

Como simular fluidos 3D com o Blender

Convertendo de AVI para AMV nativamente

Trabalhando com foto usando Cheese + GIMP + Xmorph

  
Comentários
[1] Comentário enviado por komodo em 03/07/2007 - 08:58h

Razgriz

A comunidade agradece... em tempos de fotográfia digital sua informação será de grnade ajuda

Silésio Gabriel

[2] Comentário enviado por shocker em 05/07/2007 - 09:29h

Excelente artigo cara!
A comunidade Linux agradeçe sua colaboração e doação.

Um abraço.

Atc,
Alan Cota.

[3] Comentário enviado por removido em 18/12/2008 - 15:53h

muito bom


Contribuir com comentário