O Preço do Livre

O Linux é grátis? Ok, é sim, mas a experiência de migração para esse ótimo sistema operacional pode render sérias dores de cabeça à usuários e suporte. Neste meu 2o. artigo falo sobre o preço desta tão desejada Liderdade.

[ Hits: 28.760 ]

Por: Evaldo Junior Bento em 08/08/2006 | Blog: http://infog.casoft.info/


Introdução



Uma coisa que não podemos discutir é que o Linux é distribuído de forma gratuita ou por valores muito baixos, que geralmente incluem o preço das mídias e o trabalho de gravação. Mas também existem as distribuições "Enterprise", voltadas para empresas e que oferecem um certo tempo de suporte e também a documentação impressa.

Agora, um tópico que podemos discutir sim é o preço dessa tecnologia livre, vejo muitos artigos dizendo que as empresas deveriam adotar Linux, pois é de graça e isso reduziria muito o custo do parque computacional, já que seria economizada uma enorme quantia com relação a licenças de uso dos softwares proprietários.

Sim, é verdade que seria economizada uma boa quantia em relação a isso, mas e o custo do suporte?

Vou colocar Linux porque é de grátis!


Nós, usuários de Linux, deveríamos no envergonhar quando dizemos que "tal empresa poderia usar Linux porque é de graça" ou "usaremos Linux para baixar os custos". Pois é amigos, eu uso Linux por outros motivos e todos nós deveríamos apontar esse caminho para as empresas e/ou clientes. Tenham em mente que:
  • O Linux é seguro.
  • Praticamente sem vírus para usuários finais.
  • O Linux exige uma equipe de suporte treinada.
  • Migrar não é barato, muito menos de graça.

Enquanto nós continuarmos defendendo nosso sistema apenas por ser de graça, não teremos muito o que argumentar em uma simples discussão sobre tecnologia da informação.

    Próxima página

Páginas do artigo
   1. Introdução
   2. A migração
   3. Migrei meu servidor, Ahh que beleza!
Outros artigos deste autor

Escolhendo pacotes durante a instalação do Slackware 10.2

Aptitude, uma ferramenta poderosa

KDM no Slackware 11.0

Leitura recomendada

Linux x Windows - O paradoxo da atualização

A trajetória do Viva o Linux - retrospectiva 2003/2004

Futuro do software livre após as eleições

Experiência sobre migração

Tux, o cabo eleitoral

  
Comentários
[1] Comentário enviado por thyagofs em 08/08/2006 - 10:27h

Sinto-me na necessidade de expressar minha opiniao do texto em questao:
Realmente sao verdades (em tese) alguns comentarios. Nao tive duvidas quanto a isso, porem, ao meu ver (veja bem, o meu ver nao reflete necessariamente na veracidade dos fatos...) perdeu-se um pouco o foco do assunto em questao. Digo isso pq realmente nao consegui entender se pretendia mostrar que o custo em uma migracao vale a pena ou nao. Ficou-se claro existem sim custos, mas será que são validos ?
Fica aí minha opinião .....

[2] Comentário enviado por thelinux em 08/08/2006 - 10:30h

Excelente artigo. Realmente é caro migrar, e inicialmente não se economiza. Mas com o tempo a economia vem. Mas, é melhor contratar mais profissionais brasileiros para dá suporte, do que pagar licenças onde o dinheiro vai para fora do país e emprega outras pessoas.
Nota 10. Mas, se é para gastar, é melhor gastar com software livre e sim contratar mais profissionais brasileiros.

[3] Comentário enviado por laleonel em 08/08/2006 - 10:40h

Não concordo em varios pontos, mas não vale a pena ficar nesse debate infindavel, só tenho a acrecentar que o Windows tambem tem que atulizar seus Service Packs e que custa muito para manter o mesmo funcionando, ou seja se paga para o suporte tambem temos problemas com usuários etc.

[4] Comentário enviado por gsi.vinicius em 08/08/2006 - 11:41h

Concordo com vc em partes...Muitas vezes as empresas também precisam contratar treinamento para que seus funcionários executem algumas funções do Windows. No entanto, concordo que a migração para linux, atualmente, é dispendiosa e cara, mas os resultados finais (se bem executada) são enormes.

Talvez em um futuro próximo, o linux seja mais popular entre os usuários doméstico, o q com certeza absoluta vai se refletir na facilidade de encontrar profissionais com algum conhecimento sobre o mesmo!

Abraços

Vinícius Evandro Gregório

[5] Comentário enviado por fabsteck em 08/08/2006 - 12:11h

Quanto custa um profissional Certificado em Winserver? com certeza não é barato, começou aí a mostrar realmente que o windows não é um mar de rosas, conhecimentos básicos para configuração de um winserver, qualquer profissional que trabalha com informática tem, mas se precisar de algo mais específico que exija de mais conhecimentos do SO aí a coisa complica! primeiro porque é difícil achar um profissional com tais qualificações em windows, segundo porque ele é caro, muito caro! a manutenção do software começa por quem vai administrá-lo. Vejo no mercado hoje mais profissionais se qualificando em linux do que em windows, o que pode ser bom, pois, aumentando a qtde de profissionais no mercado o custo da mão-de-obra cai (lei da procura e da oferta) isso com certeza deve ser levado em consideração!

Abraços a todos.

[6] Comentário enviado por fdettoni em 08/08/2006 - 12:18h

Tenho de discordar na maior parte do texto.
Primeiro, o maior motivo para se migrar para o linux não é o financeiro. Pelo menos não no brasil, onde 90%dos softwares são "genéricos".
Segundo, a contratação de profissionais qualificados custa dinheiro, mas e no windows? Trabalham de graça? Geralmente o valor de um bom profissional Linux não e maior do que um bom profissional Windows.
Terceiro, treinamento dos usuários é uma questão de cultura. Se a empresa tivesse começado usando apenas Linux, e hoje resolvesse migrar para windows, teria os mesmos custos. Toda migração é custosa, tanto em TI quanto em qualquer área. Mas são necessárias.
E por ultimo, claro que para muitas empresas não vale a pena migrar para Linux. É justamente essa a filosofia, a Liberdade de Escolha. Do mesmo modo que é ótimo para uma empresa migrar, para outra pode ser péssimo. Cada caso deve ser estudado.

O linux não é melhor nem mais barato em todas as situações. O que a empresa precisa é saber avaliar estes dados para decidir o que vale a pena fazer.

Sobre o linux ter ou não virus basta analisar, o que é um virus? Apenas códigos executando funções que não deveriam estar sendo executadas. O ser Humano é o maior virus já descoberto. A vantagem do linux é que, se ele for bem configurado, um virus não terá permissões para passar da pasta home do usuário. Quando o Linux for mais difundido entre usuarios domésticos, com certeza haverá muito virus pegando usuarios desavisados que não se preocupam com a segurança.

[]'s

[7] Comentário enviado por Century_Child em 08/08/2006 - 12:59h

Do meu ponto de vista:

O problema é que existe uma expectativa excessiva em cima do Linux, foi montada uma utopia sobre ele, do "sistema operacinonal que nunca trava".

Ah, e se o vírus der 'rm -rf ~' já é uma boa dor de cabeça pro usuário!

[8] Comentário enviado por InFog em 08/08/2006 - 14:32h

Olá a todos,

Bem primeiro obrigado pelos comentários, mas eu acho que passei a impressão errada no artigo. O que eu quis dizer é que não vale a pena migrar para o linux somente pelo fato de gratuito, nós que defendemos o sistema devemos dar mais enfase a segurança e qualidade técnica do sistema. E profissionais bons são caros em qualquer ambiente seja ele livre ou não.
E como gsi.vinicius disse, à medida que o linux se populariza mais fácil será emcontrar pessoal com uma certa experiência em linux ou até mesmo no OpenOffice que já é uma realidade em muitas empresas.
E mais uma vez lembrem-se de que não devemos defender o pinguim com o único argumento de que "é de grátis"

Abraços

InFog

[9] Comentário enviado por rca em 08/08/2006 - 15:28h

Olá Infog, qdo li seu artigo fiquei com a impressão errada realmente, mais agora entendi seu raciocinio.

Eu estou usando o Mandriva Linux, acho interessante pq tem suporte aqui no Brasil, cursos, treinamento, atualização online e estou tentando colocar na empresa e pagar pelo serviço do Mandriva Club.

Existe outras soluções, como o Kurumin, o Ubuntu, Suse, cada um tem seu lado positivo e cada administrador de rede tem seu gosto particular. O que realmente importa para a empresa é o resultado final. e para nós é um bom trabalho, com tempo de criar inovações para a empresa e não ficar perdendo tempo tirando vírus, spyware e formatando máquinas.

Com linux é possível fazer isso, fazer com que os usuários não destruam os micros e isso sim que devemos passar para as Empresas.

[10] Comentário enviado por Gilmar_GNU/Slack em 08/08/2006 - 18:36h

Quando vc migra para um outro sistema operacional como o LInux vc quer adquirir conhecimento em ralação a sistemas. Mais apesar de que tbm podemos descobrir as vulnerabilides de outro sistemas com o Mesmo. Mais eu quero saber de uma coisa . Quem usa legal o Nmap ? pq apesar de que naum podemos usar no modo de interface gráfica, mais sim no terminal de comando.

[11] Comentário enviado por mpinho em 08/08/2006 - 20:45h

O pessoal tem essa mentalidade de que windows nas empresas é barato de usar porque:

1- Não pagam nada (cópias piratas) ou pagam menos (compram menos licenças do que as efetivamente instaladas)

2- Quando não possuem administradores windows certificados, geralmente usam MAL o windows, quase sempre em redes ponto a ponto mal configuradas, cheias de vírus, com usuários rodando como administrador para tudo, trocentas "pastas" compartilhadas sem senha, etc. Ou seja, aquela ZONA típica de redes windows feitas nas coxas.

3- Cursos de treinamento de windows server, active directory, etc custam até mais do que um de administração de linux. Hoje mesmo recebi um SPAM de um curso que dava um MICRO HP para quem fizesse um curso MCSE na sua empresa... Logicamente o preço do micro está embutido no preço, daí vejam o quanto custa.

4- Livros de windows e demais tecnologias Microsoft custam o mesmo ou até mais do que livros equivalentes de linux e tecnologias livres. Então, se o cara for autodidata, a diferença de custo também não existe.

A única vantagem do windows é que ainda se encontram mais administradores acostumados com windows do que com linux. Como o desemprego está grande, é capaz de vc contratar um estagiário MCSE e pagando um salário mínimo mais vale-transporte e vale-refeição...

[12] Comentário enviado por removido em 08/08/2006 - 22:32h

O que o InFog falou é uma grande verdade: a cultura do "grátis" é realmente perniciosa para o linux.

Se não atualizarmos o MySQL o prejuízo poderá ser muito maior no futuro, principalmente para quem depende dos dados armazenados nele!!!...

Mais importante que "grátis" é a segurança, estabilidade etc... E estes conceitos devem estar presentes na mente de qualquer pessoa que deseje migrar.

Mas isso não justifica por si só a afirmação de que "às vezes uma empresa com menos de 10 funcionários, por exemplo, teria mais vantagem financeira comprando as licenças do Windows e Office e economizando com o salário de um profissional Linux ou com uma consultoria/suporte de terceiros."

Vejamos:

XP - 400 merréis x 10 = 4.000,00
OFFICE - 1.500 x 10 = 15.000,00
ANTI-VÍRUS - 90,00 x 10 = 900,00 (por ano)
FIREWALL - 90,00 x 10 = 900,00 (por ano)
TREINAMENTO - ??? (vai cair do céu???)

Qual empresa até 10 funcionários pode gastar até 20.000,00 com este luxo todo???

Aí vc diz: bota um anti-vírus da AVG (grátis) e firewall freeware que o custo cai.

Claro, mas e a segurança que vc diz? Cai no mesmo caso do "grátis" do linux!

Façamos melhor: instale o kurumin nestes pcs e um treinamento acessível, a um custo adequado (por exemplo: treinamento no SENAC etc).

Veja que há alternativas mais viáveis e realistas do que oque vc propõe ou então - meu amigo - vamos todos na banca da esquina e compremos tudo pirata. Aliás, o que vai acontecer é a M$ botar um programetozinho no seu XP dizendo que a cópia não é original....

Mas seu trabalho está excelente!

Dou 10!
;-)

[13] Comentário enviado por InFog em 08/08/2006 - 22:53h

Valeu acvsilva,

Seus comentários foram muito legais, mas só um detalhe: As vezes "financeiramente" pode valer a pena, mas tecnologicamente, só um estudo de caso pode dar uma resposta mais exata. Existem empresas que trabalham com o win e que o fazem muito bem, assim como alguns já comentaram um bom administrador microsoft é caro, assim como um de linux.
E como disse o rca, o Linux pode evitar até mesmo certas cagadas dos usuários, já que a maioria não tem conhecimento técnico e os que têm não tem a senha de root, ficando assim impossibilitados de fuçar nos micros da empresa.
Bem eu uso o Linux, pois é um sistema seguro, estável e praticamente imune a certas pragas e recomendo seu uso para quaquer fim em informática, pois a comunidade está sempre abrindo novas portas e as vezes destruindo as "janelas".

Abraços

InFog

[14] Comentário enviado por gabrihell em 09/08/2006 - 00:19h

TU nunca trabalhou em uma empresa né? :P

[15] Comentário enviado por rca em 09/08/2006 - 09:24h

Bom, eu trabalho em empresa.
Para migração estou seguindo as seguintes etapas.
Primeira etapa. Firefox
Segunda etapa. Thunderbird.
Terceira etapa(mais díficil): OpenOffice
Quarta etapa: bloquear instalação de aplicativos em qqer máquina windows por usuários (motivo: Vírus).
Quinta etapa: Migrar quem usa apenas editor de texto para linux.
e mostrar recursos interessantes como o amarok, kontact, ...

As pessoas que usam softwares específicos para Windows ainda continuam com o Windows. Ou para designer que não querem deixar o photoshop, corel, tbm.

Acho justo, que tenha máquinas linux e windows em alguns casos. No meu caso, apenas 2 máquinas precisam continuar com o Windows




[16] Comentário enviado por GEEKAIA em 09/08/2006 - 16:33h

OLHA EM PARTE VC ESTÁ CERTO, MAS EU DEFENDO A UTILIZAÇÃO DE SOFTWARES GNU/LINUX PORQUE QUANDO UTILIZA-SE ESTES APLICATIVOS VC DEIXA DE GASTAR COM ROYALITIEEEEEEEEEES QUE IRÃO PARA PODEROSA MICROSOFT. ALÉM DE CLARO QUE QUANDO VAI SE IMPLANTAR O LINUX EM UMA EMPRESA O GASTO NÃO É EM ROYALLLLLIITIIIIIIEESS MAS, SIM EM TREINAMENTO.... ENTÃO EU PENSO QUE SEJA MAIS INTERESSANTE UTILIZAR SOFTWARES GNU/LINUX INVENTIDOS EM PESSOAL, QUE É UM GASTO QUE MELHORA O FUNCIONAMENTO DE QUALQUER EMPRESA A QUE PAGAR OS BENDITOS ROYALITIES

[17] Comentário enviado por evertonstm em 09/08/2006 - 17:07h

gostei doa artigo

[18] Comentário enviado por pedemesa em 09/08/2006 - 17:27h

Muito bem escrito seu artigo cara!!! Meus parachoques!!!

[19] Comentário enviado por pulgagtr em 10/08/2006 - 11:27h

Muito legal o artigo. Realmente, tem muita gente que fala de linux achando que é tudo gratis, pode ser "gratis" se você coloca na tua casa pra aprender, agora, se tratando de empresa, a coisa muda um pouco!
Parabens!

[20] Comentário enviado por Cesar.AR em 10/08/2006 - 16:00h

Toda busca traz um custo.
Todo sonho traz um pesadelo.
Toda liberdade tem um preço.

[21] Comentário enviado por juliaojunior em 02/01/2007 - 15:25h

gostei do artigo, mas é preciso pensar a validade das afirmações. afinal, custo haverá por todo lado.

[22] Comentário enviado por aderlan em 29/05/2007 - 22:57h

Salve!

Parabéns, senhores, se 2% dos universitários brasileiros tivessem essa capacidade dialética, imagino que ultrapassariamos a Alemanha em alguns meses.

Mas voltando ao caso cust/benefício, percebi que os senhores esqueceram um fator fundamental nos cálculos, o TEMPO!!!

Senhores, me corrijam por favor, mas quantos desenvolvedores de software trabalham hoje para a M$?
Quantos trabalham para o desenvolvimento, suporte, distribuição etc... dos SO LINUX?
Por maior que seja a capacidade de investimento da famigerada, quando ela conseguirá comprar 1/4 do tempo, mão de obra e capacidade técnica que estão agora disponíveis aos soft livres?
É claro que os senhores percebem que no fundo esta é uma corrida contra o tempo, muitos de nós aprendemos a gatinhar sobre "ATs", XPs e outras aberrações, o que estas tecnologias representam hoje?
Fechar uma linguagem de programação na atual conjuntura, ou permitir que ela permaneça fechada, equivale a comprar antídoto contra mordida de tartaruga.
Eu sou apenas um usuário recém chegado/saído. Mas gostaria de solicitar encarecidamente aos desenvolvedores:
PRESTEM MUITA ATENÇÃO NA ESTRATÉGIA QUE A M$ UTILIZARÁ PARA ABRIR SEUS CÓDIGOS, ISTO SIM É PERIGOSO PARA QUE como eu AMA A LIBERDADE.

INTÉ


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts