Menu de Aplicativos do Window Maker

Aprenda como configurar o menu de aplicativos do seu Window Maker.

[ Hits: 31.376 ]

Por: Luís Fernando C. Cavalheiro em 22/07/2013 | Blog: https://github.com/lcavalheiro/


Uma visão geral do Menu de Aplicações



No Window Maker não existe nenhum menu Iniciar, nenhum botão K, nem nada do gênero. Como um gerenciador de janelas mais simples, ao lado dos *box da vida, você acessa seus aplicativos através de um menu suspenso, chamado Menu de Aplicações, que você acessa com o F12 ou o botão direito do mouse.

Quando você chama esse menu, o Window Maker primeiro procura pelo arquivo "~/GNUstep/Defaults/WMRootMenu". Se o arquivo for encontrado, o Window Maker então verificará se ele contém um Menu de Aplicações válido.

Se o Menu de Aplicações for válido, o Window Maker o exibirá na tela, do contrário, ele usará o menu padrão localizado em "/usr/local/etc/WindowMaker/WMRootMenu" (ou "/usr/etc/WindowMaker/WMRootMenu" se você instalou o Window Maker de acordo com as orientações do artigo). De qualquer maneira, você receberá um Menu de Aplicações válido, conforme a imagem abaixo:
Linux: Menu de Aplicativos do Window Maker

É claro, as cores do Menu de Aplicações do Window Maker dependem principalmente das configurações de cores do sistema, mas isso é coisa que você pode fazer pelo WPrefs ou carregando um tema de cores pré-definido.

Caso você queira ver como esse meu menu foi configurado, acesse o link abaixo e verifique como eu fiz a mágica.:
Agora vem a tal questão do arquivo válido. O WMRootMenu, o arquivo que configura o Menu de Aplicações do Window Maker, é escrito na forma de uma lista de propriedades, cada item de menu aparecendo como propriedade ou subpropriedade do menu como um todo.

Cada item do menu pode ser escrito de duas formas, ambas reconhecidas pelo Window Maker:

1. Forma plana: quando o item de menu é escrito todo em uma linha, sem identação. Exemplo:

("Navegadores de internet...",("Mozilla Iceweasel",SHORTCUT,"Control+F4",EXEC,iceweasel),("Google Chrome",SHORTCUT,"Control+F3",EXEC,"google-chrome"))

Não se preocupe em entender como as linhas são escritas agora, mais pra frente no artigo, tratarei sobre isso. ;-) 2. Forma canônica: quando o item de menu é escrito em mais de uma linha, com identações. A forma canônica é a forma que os programas do Window Maker que criam automaticamente o WMRootMenu (o WPrefs e o wmgenmenu) usam. Exemplo:

(
  "Navegadores de internet...",
  (
    "Mozilla Iceweasel",
    SHORTCUT,
    "Control+F4",
    EXEC,
    iceweasel
  ),
  (
    "Google Chrome",
    SHORTCUT,
    "Control+F3",
    EXEC,
    "google-chrome"
  )
)

Como vocês podem ver, a forma canônica é mais longa e (em minha opinião) mais difícil de verificar a correção da sintaxe. Você pode usar as duas formas indistintamente, inclusive mesclá-las dentro do seu arquivo WMRootMenu, como no exemplo:

(
  "Navegadores de internet...",
  (
    "Mozilla Iceweasel",
    SHORTCUT,
    "Control+F4",
    EXEC,
    iceweasel
  ),
  ("Google Chrome",SHORTCUT,"Control+F3",EXEC,"google-chrome"))

O que o Window Maker irá verificar não são as identações, tampouco a forma na qual o item de menu foi declarado, mas a sintaxe empregada.

Ao longo deste artigo, eu darei preferência à forma plana quando for dar exemplos de itens de menu declarados, mas recorrerei a uma mesclagem entre as formas plana e canônica, na hora de mostrar como declarar itens de submenu.

O que importa, é que você conheça as duas formas e use a sintaxe correta, já que não existe um programa para Window Maker que verifique a correção da sintaxe do WMRootMenu.

Sugestão: use o Vi para fazer as edições, acrescentando linhas ao "~/.vimrc" que façam o Highlight dos parênteses e das aspas.

Página anterior     Próxima página

Páginas do artigo
   1. Introdução
   2. Uma visão geral do Menu de Aplicações
   3. A sintaxe do WMRootMenu: básico
   4. A sintaxe do WMRootMenu: criando submenus
   5. A sintaxe do WMRootMenu: avançado
   6. Conclusão
Outros artigos deste autor

WindowMaker forever: instalando o fork -crm no Slackware 13.37

Emulador Mednafen - Instalação e configuração

Claws Mail: o cliente de correio eletrônico que morde!

Guia Pós-Instalação do Slackware - edição 2015

Narrando sessões de RPG de mesa online usando droll e IRC

Leitura recomendada

Como usar o Bugzilla do Sabayon

Asterisk - O PBX de código aberto

Ultimate Boot CD - Um Fantástico "Canivete Suíço" para recuperar seu Linux

Impressione seus amigos mudando as músicas no seu computador pelo celular

Criando mirror do AVG 7.5 free

  
Comentários
[1] Comentário enviado por Darkteist em 22/07/2013 - 01:55h

Ótimo para pessoas que curtem esse ambiente, que além de ser leve é interessante e retrô, favoritado, parabéns !

[2] Comentário enviado por izaias em 22/07/2013 - 10:59h

Esse é o charme do WM: retrô e nostálgico.

Realmente, esse tuto está bem mais completo que o outro.
Estava com dificuldades devido à complexidade nessas congurações, agora está mais fácil!

Muito bom, pinguim filósofo!
-----------------

Só uma coisa: o que é 'computaria'?! rsrsrs

[3] Comentário enviado por albfneto em 22/07/2013 - 15:46h

Muito bom isso. Vou configurar no meu. Mais um favoritado!

[4] Comentário enviado por lcavalheiro em 22/07/2013 - 17:27h


[2] Comentário enviado por izaias em 22/07/2013 - 10:59h:

Esse é o charme do WM: retrô e nostálgico.

Realmente, esse tuto está bem mais completo que o outro.
Estava com dificuldades devido à complexidade nessas congurações, agora está mais fácil!

Muito bom, pinguim filósofo!
-----------------

Só uma coisa: o que é 'computaria'?! rsrsrs


"Computaria" é uma brincadeira usando as palavras (e os significados) das palavras "computador" e "putaria" rsrsrs

Gente, muito obrigado pelos elogios!

[5] Comentário enviado por albfneto em 22/07/2013 - 20:39h

Computaria? rsrsrsrsr!

e os Linusers especializados em: "Estalação" de Linux. Quando a gente tá aprendendo e fuça muito,

"estalação" de linux é o que mais a gente faz.

Quando eu comecei a mexer com eles, eu "estalei" o sabayon 6 vêzes e o gentoo, 8 rsrsrrsrsrsrsrsrs.

Por exemplo, vc sabe que na Biblia, 666 é o número da Besta!

e no Linux, 777 é o número da Besta, e a Besta é o Usuário! rsrsrsrs !

O incauto usuário fala: "que legal, pra eu não usar mais senha eu vou mudar as permissões de tudo, olha como sou um gênio!"

rsrsrsrss chmod 777.... e pronto... Linux "Estalado"! rsrsrsrsrsrsrsr

[6] Comentário enviado por lcavalheiro em 22/07/2013 - 21:15h


[5] Comentário enviado por albfneto em 22/07/2013 - 20:39h:

Computaria? rsrsrsrsr!

e os Linusers especializados em: "Estalação" de Linux. Quando a gente tá aprendendo e fuça muito,

"estalação" de linux é o que mais a gente faz.

Quando eu comecei a mexer com eles, eu "estalei" o sabayon 6 vêzes e o gentoo, 8 rsrsrrsrsrsrsrsrs.

Por exemplo, vc sabe que na Biblia, 666 é o número da Besta!

e no Linux, 777 é o número da Besta, e a Besta é o Usuário! rsrsrsrs !

O incauto usuário fala: "que legal, pra eu não usar mais senha eu vou mudar as permissões de tudo, olha como sou um gênio!"

rsrsrsrss chmod 777.... e pronto... Linux "Estalado"! rsrsrsrsrsrsrsr


E de repente coisas como o sudo páram de funcionar... Linux estalado com sucesso, a la Bill Gates rsrsrs

Pior que isso é quando o usuário começa a usar o root como usuário comum, aí é corram pras colinas rsrsrs

[7] Comentário enviado por danniel-lara em 23/07/2013 - 09:03h

Parabéns meu amigo pelo artigo muito bom mesmo ficou Bagual mesmo
ja instalei aqui o windowmker , logo vou personalizar ele no meu fedora

grande abraço

[8] Comentário enviado por lcavalheiro em 26/07/2013 - 11:32h


[7] Comentário enviado por danniel-lara em 23/07/2013 - 09:03h:

Parabéns meu amigo pelo artigo muito bom mesmo ficou Bagual mesmo
ja instalei aqui o windowmker , logo vou personalizar ele no meu fedora

grande abraço


Valeu, Daniel! Um abraço!

[9] Comentário enviado por Ang em 18/04/2015 - 19:09h

O Window Maker é um ótimo gerênciador de janelas, nele baseou-se o BlackBox, que originou o FluxBox que é o que estou utilizando para desenvolver um ambiente gráfico inovador para o mundo Unix!
Eu quase nunca tive paciência pra mexer em Window Maker, nem me lembro direito do Window Maker, mas seu artigo está ótimo para um gerenciador de janelas!

Ang,
Manaus, AM, Brasil.
Usuário Linux,
Distros Favoritas: Bodhi Linux, Ubuntu, Big Linux, Kurumim, OpenSUSE e Slax.


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts