Arte digital: novas possibilidades com softwares livres

Esse artigo trata sobre o uso de software livre em Arte Digital. e cita o inovador projeto "Telecentros", que proporciona aos usuários uma oficina de Arte Digital gratuita, utilizando softwares livres e o ensino de história da arte.

[ Hits: 11.984 ]

Por: Rosângela Aparecida da Conceição em 07/10/2004


Introdução



Nos meios artísticos, a Arte Digital revela-se como uma nova proposta de produção de arte. Nova em relação a outros meios como a pintura ou a escultura. No Brasil, suas primeiras obras surgem a partir da década de 70, com os trabalhos de Waldemar Cordeiro.

Suas possibilidades são múltiplas, demandando a este novo artista o conhecimento da utilização de programas (softwares) de edição e manipulação de imagem ou desenho, além de noções ou conhecimentos em história da arte. Porém, o alto custo dos programas e equipamentos, muitas vezes, torna esta forma de expressão exclusória e limitante, deixando de fora ou para trás novos talentos e potenciais artistas nesta nova mídia.

A rede internacional de computadores é o meio mais utilizado na divulgação desta forma de arte, com museus virtuais, experiências colaborativas, entre outras propostas. Praticamente, não há custos para veiculação e um número muito grande de pessoas são atingidas simultaneamente, fazendo com que um artista no Brasil possa, por exemplo, apresentar seus trabalhos para um australiano e vice-versa.

Embora haja todas essas facilidades, ainda assim, o acesso, o conhecimento e a produção em Arte Digital são limitados a um rol de artistas ou designers em todo o mundo. Ainda neste panorama, há uma corrente de artistas que resiste à idéia de obras de arte criadas a partir do uso de programas de computador.

Neste sentido, é importante frisar a iniciativa inovadora do projeto Telecentros em proporcionar aos usuários uma oficina de Arte Digital gratuita, utilizando softwares livres e o ensino de história da arte.

Conceber uma oficina de Arte Digital não foi algo fácil. Foram inúmeras dificuldades, principalmente em relação a conteúdos para pesquisa, pois como é algo novo, pouco foi estudado sobre o assunto aqui no Brasil e são raros os artistas que produzem arte neste território. Mesmo assim, aceito o desafio, o trabalho foi estruturado de uma forma que não fosse apenas um "curso de informática", mas um trabalho pelo qual o usuário tenha a possibilidade de produzir através de suas vivências e experiências de vida, uma obra única.

By rosangelaap at 23/04/2004 - 12:51 - publicado no site: www.agentenarede.org

   

Páginas do artigo
   1. Introdução
Outros artigos deste autor

A importância do ensino de Arte Digital nas comunidades da periferia de São Paulo

Leitura recomendada

SpiderOak - Armazenamento Grátis

Sound Converter: Converta formatos de música no Linux

Com software livre você tem e você pode!

A arte do tetra-boot

Semantic Forms no MediaWiki

  
Comentários
[1] Comentário enviado por fabio em 07/10/2004 - 01:06h

Olá Rosângela. Publiquei o artigo por achar muito bacana a iniciativa do projeto Telecentros, porém o texto ficou um pouco pobre com relação à informações sobre o mesmo.

Onde encontramos maiores informações sobre o projeto Telecentros? Pra quem se interessou no assunto "uso de software livre", quais software o projeto usa para criação de Arte Digital? Como podemos participar? Onde encontramos um Telecentro mais próximo de nossas casas?

Enfim, se você puder preencher essa lacuna em forma de comentário, agradecemos.

[]'s

[2] Comentário enviado por Rosangela Ap em 07/10/2004 - 12:59h

Olá, Fábio!!! Estou muito grata e contente pela aprovação. A respeito do Projeto Telecentros, temos um portal onde são publicadas todas as atividades realizadas nas unidades. O endereço é www.telecentros.sp.gov.br, estamos atualizando nosso link Oficinas, mas qualquer dúvida, entrem em contato através do endereço de correio eletrônico.
Há um blog onde publicamos os trabalhos dos usuários desenvolvidos durante e após a oficina - www.spymac.com/weblog/?pageid=280242, com uma galeria de imagens.
Lembro ainda que a oficina de Arte Digital - Do Ponto ao Pixel, é integrante das oficinas realizadas pela Equipe de Atividades, da qual faço parte, onde são realizadas outras como: Capacitação para Inserção no Mundo do Trabalho - por Marden David Barbosa, Educação Ambiental - por Stela Pesso, Pesquisa na Rede - por Eliane Chagas e, atividades para crianças na Oficina de Colagem - por Heidi Yiduka.
Os softwares livres que utilizamos na oficina são: GPaint e GIMP, instalados na versão Sacix desenvolvida pela equipe de Desenvolvimento, baseada na distribuição Debian.

Rosângela Aparecida da Conceição
Orientadora da Oficina de Arte Digital - Do Ponto ao Pixel
Equipe de Atividades
Coordenadoria do Governo Eletrônico
ICQ 221020951

[3] Comentário enviado por engos em 07/10/2004 - 14:55h

Parabéns pelo artigo, não gosto muito de artes gráficas, mas gostei muito de ter conhecimento sobre o projeto e a informação sobre a arte digital.

Acredito que o fabio já falou tudo que precisava e como você já respondeu, vou checar os endereços e conhecer um pouco mais sobre o assunto, pois o achei interessante.

[]s

[4] Comentário enviado por genioloco em 08/10/2004 - 02:01h

É bom saber que o Telecentro tem contribuido muito para a propagação e uso do Linux, mas o projeto pode estar com os dias contados, caso a Marta não seja eleita em São Paulo.

Não estou querendo fazer política, apenas deixando aqui um certo receio por ver um projeto que ajuda muito o Linux poder vir a ser extinto.


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts