Instalando o Qemu + kqemu no Ubuntu Breezy 5.10

Nesse artigo mostro como instalar o emulador Qemu incluindo o módulo kqemu no Ubuntu. Este módulo pode deixar seu emulador até cinco vezes mais rápido.

[ Hits: 42.072 ]

Por: André Tinoco em 17/05/2006


Usando o Qemu ("Invasores de Hardware!!")



Para usar o Qemu, inicialmente você deve criar um disco virtual, como temos varias formas de criá-lo, vamos a mais fácil e prática, com o seguinte comando vamos criar um disco virtual dinâmico, isto é, que vai sendo "enchido" conforme vamos instalando programas nele, muito pratico por sinal: :)

$ qemu-img create -f qcow linux.qcow 4000M

O comando acima fez o seguinte, criou um disco virtual dinâmico (o "-f qcow") de nome linux.qcow com o tamanho de 4GB. Mas você pode usar um comando antigo, mas muito usado ainda, ele usa o comando dd para criar o disco virtual, com a desvantagem que o arquivo vai usar o espaço total (cerca de 4GB)!!

$ dd if=/dev/zero of=linux.img bs=1024000 count=4000

Um forma de usar o Qemu é com o comando a seguir:

$ qemu -cdrom /dev/cdrom -boot d -soundhw all -m 128 -hda linux.qcow -k pt-br -usb -localtime

Este comando acima faz com que o Qemu:
  • use o drive do cdrom ("-cdrom /dev/cdrom");
  • de boot pelo mesmo ("-boot d");
  • ative o compartilhamento de som ("-soundhw all");
  • use 128 de memória RAM ("-m 128');
  • use o disco virtual chamado linux.qcow ("-hda linux.qcow");
  • use o layout teclado para o português do Brasil ("-k pt-br");
  • ative o suporte a drivers de usb (" -usb");
  • e, finalmente, use a hora local do computador ("-localtime").

Uma outra forma de usar o Qemu é com o seguinte comando:

$ qemu -cdrom ubuntu-5.10-install-i386.iso.iso -boot d -m 128 linux.qcow

Em que você usa uma imagem de cd ("-cdrom ubuntu-5.10-install-i386.iso.iso") para dar o boot, sem usar o drive de cdrom ("-boot d"), muito bom para testar distribuições.

Veja como roda no meu computador:


Esta, o Qemu está rodando o WinXp:


Mas você pode usar os outros comandos que o Qemu possui, dê uma olhada na página man:

$ man qemu

Leia também sobre o Qemu no site do Morimoto, tem muita coisa lá. Há também o site do Viva o Linux, muito bom também, eu recomendo! :)

Final ("O planeta dos MB")


Bom, é isso pessoal, só para deixar o seu sistema como estava antes de nossa "viagem", vamos refazer o link do gcc para o gcc-4.0:

$ cd /usr/bin && sudo rm /usr/bin/gcc && sudo ln -sf gcc-4.0 /usr/bin/gcc

Mais uma coisa, pode-se usar este Howto com distribuições que seguem o Debian, já usei para compilar no Debian 3.1 e outros, só certifique-se de que os comandos com o sudo sejam feitos pelo usuário root. ;)

Página anterior    

Páginas do artigo
   1. O Qemu
   2. Juntando tudo ("9 e 1/2 linkagens de amor!")
   3. Compilando e instalando ("Apertem os cintos, o compilador sumiu!!")
   4. Ativando no boot o Qemu ("E sei o que vocês deletaram no verão passado!!!")
   5. Usando o Qemu ("Invasores de Hardware!!")
Outros artigos deste autor

Jubler - Editor de legendas de filmes para Linux

Leitura recomendada

Hamachi no Ubuntu 12.04 - Instalação e configuração

Falha de planejamento no uso de softwares livres nas escolas públicas

Como instalar o SopCast e sua interface QT no Linux

Afinal, o que há de tão especial no KDE 4?

Prompt Bash avançado

  
Comentários
[1] Comentário enviado por percival em 17/05/2006 - 14:03h

Excelente seu artigo, colega, parabéns.

De muito fácil leitura também.

[2] Comentário enviado por tenchi em 17/05/2006 - 15:22h

Ah, no ubuntu, por padrão, não tem como como compilar programas a partir do código fonte. Gostaria que, se alguém ai souber exatamente quais os pacotes necessários para poder compilar programas (gcc, etc.), que me mandasse uma lista desses pacotes, pois uso em casa um negócio chamado INTERNET DISCADA, que não me permite usar o apt-get....-na verdade não me permite usar quase nada...- (como compilar o driver do meu modem). Ah, uso o Ubuntu 5.10. Falow e espero que alguém possa me ajudar.

[3] Comentário enviado por humbhenri em 17/05/2006 - 19:02h

Muito bom seu artigo, rapidao entendi e já instalei, mas to com um problema aqui, to querendo rodar em full screen mas ele fecha dizendo "could not open SDL display", daí tento rodar em modo de janela mesmo mas as janelas saem enormes. Uso o ubuntu 5.10 a 800x600

[4] Comentário enviado por bestlinux em 18/05/2006 - 08:49h

Muito bom artigo. Mas ainda tenho uma duvida, mas acho que o Qemu não faz isso. Rodar o Windows dentro do Linux, sendo que o Windows já esta instalado na particao /dev/hda1, queria rodar esta particao de dentro do Linux :-(

Falow !


[5] Comentário enviado por percival em 18/05/2006 - 11:13h

andretyn,

Só para constar, segui o seu tutorial e correu tudo perfeitamente, parabéns. Como testes, instalei o Kurumin e o Windows 2000, e todos rodaram sem problemas, se é que se pode falar que um Windoze roda sem problema 8^(

Até mais.

ps: à propósito, meu sistema é um Ubuntu64.

[6] Comentário enviado por percival em 18/05/2006 - 13:47h

Uma screenshot do QEmu rodando segundo este artigo aqiu:

http://www.vivaolinux.com.br/screenshots/verScreenshot.php?codigo=6581

[7] Comentário enviado por robertobech em 18/05/2006 - 20:42h

Tudo ia bem no meu Ubuntu Dapper, até que tentei carregar o módulo do kqemu:

FATAL: Error inserting kqemu (/lib/modules/2.6.15-22-k7/misc/kqemu.ko): Invalid module format

Alguma idéia?

[8] Comentário enviado por percival em 21/05/2006 - 10:32h

Roberto, aconteceu comigo também e eu o compilei de novo depois, sozinho, e funcionou normalmente.

Até.

[9] Comentário enviado por removido em 22/05/2006 - 11:01h

Sinceramente, Exelente o artigo.
Gostei do "Toque" pessoal do artigo alem disso é exelente facil intuitivo
Parabéns !!!

[10] Comentário enviado por epgielow em 24/05/2006 - 17:41h

Vou fazer esse teste logo + na minha estacao .. e aposentar o vmware!
:D

[11] Comentário enviado por wagnerlmm em 18/05/2007 - 17:37h

como acessar a discada no ubuntu5.10

[12] Comentário enviado por franciscosouza em 16/10/2007 - 19:03h

Excelente arquivo, meu caro!


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts