VirtualBox + PhpVirtualBox + Ubuntu 14.04 Server

Este artigo aborda a instalação do VirtualBox no Ubuntu Server 14.04 modo texto, assim como o PhpVirtualbox para gerenciamento das VMs pela interface Web.

[ Hits: 31.214 ]

Por: Erlan Fernando Salvador em 28/04/2015


Introdução



Requisitos:
  • Sistema anfitrião deve ser Ubuntu 14.04 LTS;
  • Sistema anfitrião deverá rodar script de backup;
  • Sistema anfitrião deve rodar VirtualBox;
  • Sistema anfitrião deve usar phpVirtualBox;
  • As máquinas virtuais devem ser iniciadas automaticamente no boot do Linux;
  • As máquinas virtuais devem ser iniciadas com um usuário não root, devido à dependência de um usuário não root do phpVirtualBox.

Restrições: o PhpVirtualBox não roda com usuário root, isso gera um problema na hora de iniciar as VMs no boot, pois se colocarmos um script no "init.d", ele será executado como usuário root, isso fará com que as VMs não iniciem ou, se caso sejam configuradas para iniciar com root, não poderão ser gerenciadas pelo PhpVirtualBox;

Instalação SO

1. Instalação do anfitrião:
  • Instale o Ubuntu 14.04 LTS Desktop (32bits Kernel PAE - Posteriormente a todas as configurações estarem corretas vamos desabilitar a interface gráfica do Ubuntu);
  • Não usei LVM nos discos;
  • Na instalação criar usuário "vbox";
  • Esse usuário é o que irá rodar as máquinas virtuais, pois o phpVirtualBox não roda com usuário root;
  • Atualize o sistema operacional.

2. Instalação do SSH

a) Instalar e configurar SSH:

# apt-get install openssh-server --no-install-recommends

b) Configurar o SSH Server.

Edite o arquivo sshd_config:

# vi /etc/ssh/sshd_config

Altere as linhas:

PermitRootLogin yes
X11Forwarding yes
#Banner /etc/issue.net


E deixe conforme abaixo:

PermitRootLogin no
X11Forwarding no
Banner /etc/ssh/banner.txt

c) Agora, crie e edite o arquivo de banner, conforme apontado acima:

# vi /etc/ssh/banner.txt

++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++
                 AVISO AOS USUARIOS. ATENCAO!!!

A utilizacao deste sistema e restrito a pessoas autorizadas.
Todas as conexoes estao sendo monitoradas e auditadas.

++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++

3. Reinicie o serviço do SSH:

# service ssh restart

    Próxima página

Páginas do artigo
   1. Introdução
   2. Instalação do VirtualBox
   3. Instalação do PhpVirtualbox
Outros artigos deste autor
Nenhum artigo encontrado.
Leitura recomendada

Bioinformática - PhyML: alinhamento de sequências nucleotídicas em ambiente paralelo

Quebrando os mitos do software de código aberto

Introdução as Gambas (parte 1)

Instalação e configuração do Gkrellm

Software envelhece?

  
Comentários
[1] Comentário enviado por Mc.Eagle em 30/04/2015 - 13:10h

Excelente artigo amigo, não sou muito amante do Virtual Box, aho que consome muito recurso da máquina, mas estarei testando com o escopo de aprendizagem.
Sds.
Fernando "Eagle" de Sousa

[2] Comentário enviado por erlanfernando em 30/04/2015 - 14:47h

Olá Fernando "Eagle" de Sousa, obrigado pelo comentário.

Realmente o Virtualbox, praticamente em todos os fóruns que vejo não é indicado para rodar em ambiente de produção, mas por enquanto ele está respondendo bem, instalei apenas dois sistemas em cima dele, um Windows7 e um Firewal Endian.
Usei ele por me proporcionar função de acesso Web, coisa que não encontrei no VMware player e ainda consigo usar todas as funcionalidades do ubuntu anfitrião (grande gama de aplicativos conhecidos e que tenho domínio), o que talvez não conseguiria com ferramentas bare metal como Xen, Proxmox, etc. (muito por não ter domínio sobre essas ferramentas).

[3] Comentário enviado por erisrjr em 01/05/2015 - 15:13h


[2] Comentário enviado por erlanfernando em 30/04/2015 - 14:47h

Olá Fernando "Eagle" de Sousa, obrigado pelo comentário.

Realmente o Virtualbox, praticamente em todos os fóruns que vejo não é indicado para rodar em ambiente de produção, mas por enquanto ele está respondendo bem, instalei apenas dois sistemas em cima dele, um Windows7 e um Firewal Endian.
Usei ele por me proporcionar função de acesso Web, coisa que não encontrei no VMware player e ainda consigo usar todas as funcionalidades do ubuntu anfitrião (grande gama de aplicativos conhecidos e que tenho domínio), o que talvez não conseguiria com ferramentas bare metal como Xen, Proxmox, etc. (muito por não ter domínio sobre essas ferramentas).

Isto aí tem um pouco de "preconceito" por ele tambem ser utilizado por usuários iniciantes (Não vejo isso em relação ao Hyper-V, que tem interface muito parecida mas é menos utilizado por usuários "comuns").

Lembrando que a Oracle suporta e cobra (E caro) pelo Oracle VM, que é basicamente o...VirtualBox.


Então não vejo problemas em usar ele em produção para ambientes pequenos. A questão real, tirando a bobagem de ser usado por iniciantes, é que existem opções com mais recursos para estruturas maiores, que tornam o virtualbox menos interessante.
Mesmo onde não se pretende gastar com licenças (Ambientes não muito grandes a principio), temos:

VMWare ESXi
Xen
KVM
Proxmox.

Então o virtualbox acaba preterido em alguns ambientes. Porem esta configuração com o PHPVirtualbox é muito interessante, justamente pela facilidade de implantação e maior compatibilidade com hosts (Ubuntu no caso), suportando uma maior variedade de configurações de hardware (Tentem rodar o ESXi em hardware não homologado...), principalmente no Brasil, onde ainda temos muitos ambientes com servidores "montados".

*Parabéns pelo artigo.



[4] Comentário enviado por Mc.Eagle em 01/05/2015 - 22:34h


[3] Comentário enviado por erisrjr em 01/05/2015 - 15:13h


[2] Comentário enviado por erlanfernando em 30/04/2015 - 14:47h

Olá Fernando "Eagle" de Sousa, obrigado pelo comentário.

Realmente o Virtualbox, praticamente em todos os fóruns que vejo não é indicado para rodar em ambiente de produção, mas por enquanto ele está respondendo bem, instalei apenas dois sistemas em cima dele, um Windows7 e um Firewal Endian.
Usei ele por me proporcionar função de acesso Web, coisa que não encontrei no VMware player e ainda consigo usar todas as funcionalidades do ubuntu anfitrião (grande gama de aplicativos conhecidos e que tenho domínio), o que talvez não conseguiria com ferramentas bare metal como Xen, Proxmox, etc. (muito por não ter domínio sobre essas ferramentas).
Isto aí tem um pouco de "preconceito" por ele tambem ser utilizado por usuários iniciantes (Não vejo isso em relação ao Hyper-V, que tem interface muito parecida mas é menos utilizado por usuários "comuns").

Lembrando que a Oracle suporta e cobra (E caro) pelo Oracle VM, que é basicamente o...VirtualBox.


Então não vejo problemas em usar ele em produção para ambientes pequenos. A questão real, tirando a bobagem de ser usado por iniciantes, é que existem opções com mais recursos para estruturas maiores, que tornam o virtualbox menos interessante.
Mesmo onde não se pretende gastar com licenças (Ambientes não muito grandes a principio), temos:

VMWare ESXi
Xen
KVM
Proxmox.

Então o virtualbox acaba preterido em alguns ambientes. Porem esta configuração com o PHPVirtualbox é muito interessante, justamente pela facilidade de implantação e maior compatibilidade com hosts (Ubuntu no caso), suportando uma maior variedade de configurações de hardware (Tentem rodar o ESXi em hardware não homologado...), principalmente no Brasil, onde ainda temos muitos ambientes com servidores "montados".

*Parabéns pelo artigo.




Na verdade não sou expert nem em uma tampouco noutra aplicação, apenas instalei as duas para comparação e pude perceber que o VirtualBox utiliza muito mais recursos da máquina hospedeira do que o VMware player, mas ambos possuem prós e contras, temos que saber usufruir do melhor dos dois mundos.
Sds. Fernando "Eagle" de Sousa.

[5] Comentário enviado por Tacioandrade em 12/06/2015 - 00:02h


Já fiz uso dessa técnica a algum tempo, porem hoje em dia com o Proxmox, XenServer e outras soluções do tipo, não acho mais uma vantagem o uso do Virtualbox em um servidor Linux modo texto para virtualização. Fazer uso do Proxmox caso queira um sistema baseado em web de gerenciamento é mais simples e terá um desempenho maior no sistema. =)

Mesmo assim o artigo ficou muito bem feito, parabéns.

[6] Comentário enviado por erlanfernando em 12/06/2015 - 08:05h


[5] Comentário enviado por Tacioandrade em 12/06/2015 - 00:02h


Já fiz uso dessa técnica a algum tempo, porem hoje em dia com o Proxmox, XenServer e outras soluções do tipo, não acho mais uma vantagem o uso do Virtualbox em um servidor Linux modo texto para virtualização. Fazer uso do Proxmox caso queira um sistema baseado em web de gerenciamento é mais simples e terá um desempenho maior no sistema. =)

Mesmo assim o artigo ficou muito bem feito, parabéns.


Sobre esses que vc citou (Proxmox, XenServer), não tenho experiências em produção com eles, mas acredito que tem um desempenho e confiabilidade melhores, porém, usei o virtual box por depender de um sistema mais completo que no caso usei o Ubuntu, precisava fornecer outros serviços além de virtualização no anfitrião.

Muito obrigado pelo comentário.

[7] Comentário enviado por fabiokalled em 02/11/2015 - 03:19h


Esta linha abaixo faz mesmo, mesmo o virtualBox detectar o usb.
sudo usermod [seu_usuario] -G [seu_usuario],vboxusers,sudo
Mais de um mês a procura muito bom mesmo.

[8] Comentário enviado por nethospede em 10/01/2016 - 23:27h

Pessoal Por favor, a senha do admin do phpvirtualbox foi alterada e perdida, como podemos alterar ela em modo texto já que não da para acessar a interface web.
Ajuda aee Galera..

[9] Comentário enviado por erlanfernando em 11/01/2016 - 21:56h

Olá, faça o seguinte:

1) Navegue ate:
# cd /var/www/html/phpvirtualbox

2) Copie o arquivo "recovery.php-disabled", renomeando para "recovery.php"
# cp recovery.php-disabled recovery.php

3) Agora acesse o endereço de seu phpvirtualbox pelo navegador, conforme abaixo:
http://seuip/phpvirtualbox/recovery.php

4) Depois de efetuar o restore da senha, não esqueça de deletar o arquivo recovery.php e por gentileza poste se deu certo.

[10] Comentário enviado por sidneipanuci em 14/06/2016 - 08:56h

Bom dia prezados, sou novo em linux e segui o tutorial perfeitamente, entretanto esbarrei em duas questões: O nome do Serviço ao inicializar não está vboxweb como mencionado mas apenas virtualbox. Não sei se isso vá interferir em algo. Ao acessar o endereço de meu servidor http://xxx.xxx.xx.xxx/virtualbox eu entro na tela de login. Ao digitar o usuário e senha cadastrados na arquivo config.php me deparo com a seguinte mensagem:

Exception Object
(
[message:protected] => Could not connect to host (http://192.168.10.200:18083/)
[string:Exception:private] =>
[code:protected] => 64
[file:protected] => /var/www/html/phpvirtualbox-5.0-5/endpoints/api.php
[line:protected] => 134
[trace:Exception:private] => Array
(
)

[previous:Exception:private] =>
)

Ficaria grato com uma ajuda. OBS: Já tentei resetar a senha através do arquivo recovery porém apresenta o mesmo erro. Abraços.

[11] Comentário enviado por estevam.neto em 30/03/2017 - 16:58h

Erlan Fernando, parabéns pelo tutorial, fiz esse servidor, só alterei as versões do Virtualbox e PhpVirtualbox, usei as mais atuais, funcionou de boa. Tá super recomendado.


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts