Instalação e configuração do QEMU + AQEMU no Slackware

Aprenda a instalar e configurar o QEMU, uma alternativa ao VirtualBox no campo de máquinas virtuais, no Slackware, e sua interface gráfica, o AQEMU.

[ Hits: 16.295 ]

Por: Luís Fernando C. Cavalheiro em 22/09/2015 | Blog: https://github.com/lcavalheiro/


Executando e desligando uma máquina virtual pelo AQEMU / Conclusão



Após criar a máquina virtual, é de bom tom aprender como executá-la, certo? Para tanto, selecione-a na janela principal do AQEMU e clique no botão Start, o sétimo da esquerda para a direita na imagem abaixo:
Linux: Instalação e configuração do QEMU + AQEMU no Slackware
Como tudo está configurado corretamente, pois você tem o Artigo do Dino® para te ensinar o bê-a-bá da coisa, você será agraciado com a janela de sua máquina virtual executando normalmente. Como é a primeira vez que você a executa, seria minimamente inteligente ter definido uma imagem .iso de instalação de sistema operacional no drive de CD/DVD. Para quem conhece das boas coisas do mundo GNU/Linux, adivinhe qual é a .iso que estou usando na imagem abaixo.
Linux: Instalação e configuração do QEMU + AQEMU no Slackware
A partir desse momento você já estará executando sua máquina virtual. Meus parabéns, Pequeno Ministro Grilo!

Para prender os dispositivos de entrada à janela da máquina virtual, pressione Ctrl + Alt + G. Dessa forma, o teclado e o mouse ficam presos à máquina virtual, devendo a mesma combinação ser pressionada antes de ser possível usar esses dispositivos no sistema hospedeiro.

Para desligar a máquina virtual, desligue o sistema operacional pelo método convencional e então clique em Machine > Quit, ou Ctrl + Alt + Q. Para dar um hard reset na máquina virtual (o famoso "dedo no botão reset"), clique em Machine > Reset.

Conclusão

E é isso, senhorxs. Aqui termina mais um Artigo do Dino® trazendo informações coloridérrimas para toda a Gaiola das Loucas do VOL. Tenha juízo e prepare-se, pois "Bob" Dobbs já autorizou um próximo artigo...

Página anterior    

Páginas do artigo
   1. Introdução: o que é o QEMU?
   2. Instalação do QEMU + AQEMU (usando sbotools)
   3. Configurando a máquina virtual: básico
   4. Configurando a máquina virtual: avançado
   5. Como trapacear: criando uma máquina virtual pelo modo wizard
   6. Executando e desligando uma máquina virtual pelo AQEMU / Conclusão
Outros artigos deste autor

Habilitando multilib no Slackware - Atualizado e simplificado

Empacotando Cliente Copy no Slackware - Como ganhar 20 GB de armazenamento em nuvem

google-drive-ocamlfuse - Monte seu Google Drive usando o FUSE

Emulador Mednafen - Instalação e configuração

Claws Mail: o cliente de correio eletrônico que morde!

Leitura recomendada

Considerações sobre medição de JITTER em operadoras VOIP no Wireshark

Mapa da Cultura no Debian 7.0 - Instalação com Nginx usando Phusion Passenger

Instalando o WebHTB

SIGE Plus, uma derivação do código do Siages descontinuado pela Solis

Asterisk 1.6 com MD3200 em Linux Ubuntu Server 8.10

  
Comentários
[1] Comentário enviado por zezaocapoeira em 22/09/2015 - 15:06h


Salve mano . Parabéns pelo trabalho.

Obrigado pela atenção , salve !!!

[2] Comentário enviado por danniel-lara em 22/09/2015 - 16:22h


Parabéns , ótimo artigo

[3] Comentário enviado por lcavalheiro em 27/09/2015 - 12:06h

Agradecido
--
Luís Fernando Carvalho Cavalheiro
Public GPG signature: 0x246A590B
Só Slackware é GNU/Linux e Patrick Volkerding é o seu Profeta

[4] Comentário enviado por sergeimartao em 30/09/2015 - 11:23h

Excelente artigo, aprendi bastante. Vlw

[5] Comentário enviado por Radiske em 06/10/2015 - 10:25h


Olá lcavalheiro

Como sempre, excelente artigo.
Parabéns!

Mas tive um problema, será que podes me ajudar?
Não estou usando o sbotools.
Instalei o usbredir. 100%.
No momento de compilhar o qemu usando qualquer um dos parâmetros
TARGETS=all ./qemu.SlackBuild
./qemu.SlackBuild
Ocorre o erro:

"...
qemu-2.4.0/target-sh4/cpu.h

ERROR: invalid trace backends
Please choose supported trace backends."

ou:
bash-4.2# ./configure

ERROR: invalid trace backends
Please choose supported trace backends.

Sempre nesse ponto.
Testei algumas coisas que pesquisei na internet, li o fonte "cpu.h" mas não encontrei como solucionar.

Rodo VirtualBox diarimente em meu notebook que tem processador i7 com 8 núcles, etc, etc. Será que falta alguma configuração?

Obrigado.

[6] Comentário enviado por xerxeslins em 08/10/2015 - 14:33h


Estou lendo agora e instalando os pacotes. :)

Favoritado desde já.

Excelente trabalho!

[7] Comentário enviado por JJSantos em 17/01/2016 - 19:40h

Muito bom.

[8] Comentário enviado por Leo CCB em 10/05/2016 - 17:50h

Salve, salve, nobre professor! Como sempre artigos divertidos e instrutivos. Gostaria de saber como usar o aqemu para acesssar partições de boot do meu note. A questão é a seguinte: Tenho slack e ubuntu, sendo o principal o slack. Todavia, para acessar a Caixa, é necessário um módulo de segurança que só está disponível em .deb. Segui a dica https://www.vivaolinux.com.br/artigo/QEMU-Para-rodar-Windows-preinstalado, com algumas modificaçõs. Acessou a tela de boot, mas não iniciou o ubuntu. Usando o aqemu não consegui nada nem achei nada relevante na rede. Lidei na aba boot Linux Kernel mas sem sucesso.

[9] Comentário enviado por tylervortexbr em 16/12/2016 - 12:54h

Olá como vai?
Tem como iniciar via terminal?

Esse tipo de VM sem KVM me interessou muito por eu usar o Android Emulator que não permite iniciar vagrant e o emulador android ao mesmo tempo.

Minha ideia é iniciar e utilizar a VM apenas via console mesmo.


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts