Instalação e configuração do QEMU + AQEMU no Slackware

Aprenda a instalar e configurar o QEMU, uma alternativa ao VirtualBox no campo de máquinas virtuais, no Slackware, e sua interface gráfica, o AQEMU.

[ Hits: 16.236 ]

Por: Luís Fernando C. Cavalheiro em 22/09/2015 | Blog: https://github.com/lcavalheiro/


Como trapacear: criando uma máquina virtual pelo modo wizard



Como em tudo na vida, existe como trapacear e contornar esse trabalho todo: o modo wizard. O modo wizard guia o usuário pela criação de uma máquina virtual através de alguns diálogos. Para ativá-lo, clique no botão de varinha mágica ao lado do sinal de mais verde na janela principal do AQEMU, ou pressione Ctrl + W. O primeiro diálogo é como o da imagem abaixo:
Linux: Instalação e configuração do QEMU + AQEMU no Slackware
Clique em Next. Você será direcionado para a janela a seguir:
Linux: Instalação e configuração do QEMU + AQEMU no Slackware
Mantenha a opção Typical (For Beginners) marcada e então clique em Next.
Linux: Instalação e configuração do QEMU + AQEMU no Slackware
Escolha QEMU e clique em Next. A próxima janela é como se segue:
Linux: Instalação e configuração do QEMU + AQEMU no Slackware
Escolha a opção Generate VM, e então escolha a arquitetura desejada em Computer Type. Mantenha Release Time na opção 2005-2010. Clique em Next.
Linux: Instalação e configuração do QEMU + AQEMU no Slackware
Defina um nome para a máquina virtual e então clique em Next.
Linux: Instalação e configuração do QEMU + AQEMU no Slackware
Defina um tamanho para o disco virtual da máquina virtual e então clique em Next.
Linux: Instalação e configuração do QEMU + AQEMU no Slackware
Mantenha a opção User Mode Network Connection (Uses the user mode network stack) marcada e clique em Next.
Linux: Instalação e configuração do QEMU + AQEMU no Slackware
Clique em Finish para criar a máquina virtual.

Após essa trapaça, vamos para a próxima página do artigo.

Página anterior     Próxima página

Páginas do artigo
   1. Introdução: o que é o QEMU?
   2. Instalação do QEMU + AQEMU (usando sbotools)
   3. Configurando a máquina virtual: básico
   4. Configurando a máquina virtual: avançado
   5. Como trapacear: criando uma máquina virtual pelo modo wizard
   6. Executando e desligando uma máquina virtual pelo AQEMU / Conclusão
Outros artigos deste autor

Claws Mail: o cliente de correio eletrônico que morde!

Narrando sessões de RPG de mesa online usando droll e IRC

Conexões Wireless com DHCP no Slackware - Configuração à moda antiga

Menu de Aplicativos do Window Maker

WindowMaker forever: instalando o fork -crm no Slackware 13.37

Leitura recomendada

Kdrive, um X em miniatura

Intel GVT-g: compartilhando a GPU Intel com convidados QEMU/KVM

CloudStack no CentOS7 com KVM

ERPs Open Source (parte 1) - Principais soluções

Ferramentas para edição musical com Linux

  
Comentários
[1] Comentário enviado por zezaocapoeira em 22/09/2015 - 15:06h


Salve mano . Parabéns pelo trabalho.

Obrigado pela atenção , salve !!!

[2] Comentário enviado por danniel-lara em 22/09/2015 - 16:22h


Parabéns , ótimo artigo

[3] Comentário enviado por lcavalheiro em 27/09/2015 - 12:06h

Agradecido
--
Luís Fernando Carvalho Cavalheiro
Public GPG signature: 0x246A590B
Só Slackware é GNU/Linux e Patrick Volkerding é o seu Profeta

[4] Comentário enviado por sergeimartao em 30/09/2015 - 11:23h

Excelente artigo, aprendi bastante. Vlw

[5] Comentário enviado por Radiske em 06/10/2015 - 10:25h


Olá lcavalheiro

Como sempre, excelente artigo.
Parabéns!

Mas tive um problema, será que podes me ajudar?
Não estou usando o sbotools.
Instalei o usbredir. 100%.
No momento de compilhar o qemu usando qualquer um dos parâmetros
TARGETS=all ./qemu.SlackBuild
./qemu.SlackBuild
Ocorre o erro:

"...
qemu-2.4.0/target-sh4/cpu.h

ERROR: invalid trace backends
Please choose supported trace backends."

ou:
bash-4.2# ./configure

ERROR: invalid trace backends
Please choose supported trace backends.

Sempre nesse ponto.
Testei algumas coisas que pesquisei na internet, li o fonte "cpu.h" mas não encontrei como solucionar.

Rodo VirtualBox diarimente em meu notebook que tem processador i7 com 8 núcles, etc, etc. Será que falta alguma configuração?

Obrigado.

[6] Comentário enviado por xerxeslins em 08/10/2015 - 14:33h


Estou lendo agora e instalando os pacotes. :)

Favoritado desde já.

Excelente trabalho!

[7] Comentário enviado por JJSantos em 17/01/2016 - 19:40h

Muito bom.

[8] Comentário enviado por Leo CCB em 10/05/2016 - 17:50h

Salve, salve, nobre professor! Como sempre artigos divertidos e instrutivos. Gostaria de saber como usar o aqemu para acesssar partições de boot do meu note. A questão é a seguinte: Tenho slack e ubuntu, sendo o principal o slack. Todavia, para acessar a Caixa, é necessário um módulo de segurança que só está disponível em .deb. Segui a dica https://www.vivaolinux.com.br/artigo/QEMU-Para-rodar-Windows-preinstalado, com algumas modificaçõs. Acessou a tela de boot, mas não iniciou o ubuntu. Usando o aqemu não consegui nada nem achei nada relevante na rede. Lidei na aba boot Linux Kernel mas sem sucesso.

[9] Comentário enviado por tylervortexbr em 16/12/2016 - 12:54h

Olá como vai?
Tem como iniciar via terminal?

Esse tipo de VM sem KVM me interessou muito por eu usar o Android Emulator que não permite iniciar vagrant e o emulador android ao mesmo tempo.

Minha ideia é iniciar e utilizar a VM apenas via console mesmo.


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts