Instalação e configuração do QEMU + AQEMU no Slackware

Aprenda a instalar e configurar o QEMU, uma alternativa ao VirtualBox no campo de máquinas virtuais, no Slackware, e sua interface gráfica, o AQEMU.

[ Hits: 16.296 ]

Por: Luís Fernando C. Cavalheiro em 22/09/2015 | Blog: https://github.com/lcavalheiro/


Configurando a máquina virtual: básico



Após a instalação do QEMU e sua interface gráfica, o AQEMU, vamos para a configuração da brincadeira toda. Como eu prometi aos mousenômacos aqui presentes (significado: viciados em mouse), vamos começar com a parte gráfica da brincadeira. Chame o AQEMU no menu de programas de seu ambiente de área de trabalho. Como é a primeira vez que você vai executar o brinquedo, você será saudado pela tela:
Linux: Instalação e configuração do QEMU + AQEMU no Slackware
Para o azar de muitos por aqui, o AQEMU não possui localização para pt_BR, logo usemos em inglês mesmo. Clique em Next. Na próxima tela, você será perguntado sobre qual diretório o AQEMU deve usar para armazenar os discos virtuais, bem como se você pretende usar o gerenciador de dispositivos (Use Device Manager no original). Marque essa opção e clique em Next.
Linux: Instalação e configuração do QEMU + AQEMU no Slackware
Na próxima janela o AQEMU se oferece para procurar quais versões do QEMU você tem instaladas no computador. Clique em Search e se tudo correr bem ele irá localizar automaticamente a bagaça. Do contrário, você terá que as definir manualmente depois, conforme instruções da mesma janela. Clique em Next para continuar.
Linux: Instalação e configuração do QEMU + AQEMU no Slackware
Na próxima tela (abaixo) simplesmente clique em Next. No momento em que este artigo foi escrito, nenhum desses botões funcionam mesmo...
Linux: Instalação e configuração do QEMU + AQEMU no Slackware
Por fim, clique em Finish para salvar as configurações e iniciar, de fato, o AQEMU. Você será brindado com essa janela:
Linux: Instalação e configuração do QEMU + AQEMU no Slackware
A mensagem em azul é bem clara: Você deve criar uma nova máquina virtual. Parece uma boa ideia obedecer. Clique no sinal de mais verde abaixo do menu File. O AQEMU vai perguntar o nome da nova máquina virtual:
Linux: Instalação e configuração do QEMU + AQEMU no Slackware
A janela anterior vai se modificar, permitindo agora que a nova máquina virtual seja configurada. Clique na aba General:
Linux: Instalação e configuração do QEMU + AQEMU no Slackware
Aqui você pode ver várias configurações da máquina virtual. Como essa do exemplo eu pretendo usar para mostrar como instalar o KDE 5 no Slack64 Current, vou deixá-la já pronta pra isso. Ao invés de descrever cada configuração, veja-as na imagem abaixo:
Linux: Instalação e configuração do QEMU + AQEMU no Slackware
Vamos agora à aba Device Manager:
Linux: Instalação e configuração do QEMU + AQEMU no Slackware
Vamos adicionar os dispositivos agora. Comecemos por um disco rígido. Sob o título Add Devices clique no botão Add HDD, o terceiro da esquerda para a direita. Abrir-se-á uma nova janela:
Linux: Instalação e configuração do QEMU + AQEMU no Slackware
Clique no botão Create New para criar um novo disco virtual. Na janela Create HDD Image que se abriu, defina o nome da imagem e seu tamanho. Não é necessário mexer nas outras opções. Como é pra máquina virtual que estou configurando, já deixei as opções que usarei no futuro. Clique a seguir em Create. Na janela de confirmação que se abrir, clique em OK
Linux: Instalação e configuração do QEMU + AQEMU no Slackware
Você retornará à janela Properties. Clique em OK para retornarmos à janela principal e adicionarmos um novo dispositivo, o drive de CD/DVD. Para tanto, clique no botão Add CD/DVD-ROM, o segundo da direita para a esquerda. Você será brindado com uma nova janela:
Linux: Instalação e configuração do QEMU + AQEMU no Slackware
Clique no botão Browse, com o ícone de uma pasta, para navegar até uma imagem .iso de sua preferência e selecioná-la. Após isso, clique em OK para retornar à janela principal do AQEMU.

Com isso encerramos as configurações básicas de uma máquina virtual pelo AQEMU. Siga para a próxima página para continuar as configurações.

Página anterior     Próxima página

Páginas do artigo
   1. Introdução: o que é o QEMU?
   2. Instalação do QEMU + AQEMU (usando sbotools)
   3. Configurando a máquina virtual: básico
   4. Configurando a máquina virtual: avançado
   5. Como trapacear: criando uma máquina virtual pelo modo wizard
   6. Executando e desligando uma máquina virtual pelo AQEMU / Conclusão
Outros artigos deste autor

Menu de Aplicativos do Window Maker

Guia Pós-Instalação do Slackware - edição 2015

Conexões Wireless com DHCP no Slackware - Configuração à moda antiga

Guia pós-instalação do Slackware - edição 2013

Emulador Mednafen - Instalação e configuração

Leitura recomendada

PHP Server Monitor - Monitore URLs e IPs

Gerência de projetos com Redmine

Vyatta, o concorrente livre dos roteadores Cisco

Dukto - Transferindo arquivos entre computadores conectados à mesma rede

Configurando Subversion

  
Comentários
[1] Comentário enviado por zezaocapoeira em 22/09/2015 - 15:06h


Salve mano . Parabéns pelo trabalho.

Obrigado pela atenção , salve !!!

[2] Comentário enviado por danniel-lara em 22/09/2015 - 16:22h


Parabéns , ótimo artigo

[3] Comentário enviado por lcavalheiro em 27/09/2015 - 12:06h

Agradecido
--
Luís Fernando Carvalho Cavalheiro
Public GPG signature: 0x246A590B
Só Slackware é GNU/Linux e Patrick Volkerding é o seu Profeta

[4] Comentário enviado por sergeimartao em 30/09/2015 - 11:23h

Excelente artigo, aprendi bastante. Vlw

[5] Comentário enviado por Radiske em 06/10/2015 - 10:25h


Olá lcavalheiro

Como sempre, excelente artigo.
Parabéns!

Mas tive um problema, será que podes me ajudar?
Não estou usando o sbotools.
Instalei o usbredir. 100%.
No momento de compilhar o qemu usando qualquer um dos parâmetros
TARGETS=all ./qemu.SlackBuild
./qemu.SlackBuild
Ocorre o erro:

"...
qemu-2.4.0/target-sh4/cpu.h

ERROR: invalid trace backends
Please choose supported trace backends."

ou:
bash-4.2# ./configure

ERROR: invalid trace backends
Please choose supported trace backends.

Sempre nesse ponto.
Testei algumas coisas que pesquisei na internet, li o fonte "cpu.h" mas não encontrei como solucionar.

Rodo VirtualBox diarimente em meu notebook que tem processador i7 com 8 núcles, etc, etc. Será que falta alguma configuração?

Obrigado.

[6] Comentário enviado por xerxeslins em 08/10/2015 - 14:33h


Estou lendo agora e instalando os pacotes. :)

Favoritado desde já.

Excelente trabalho!

[7] Comentário enviado por JJSantos em 17/01/2016 - 19:40h

Muito bom.

[8] Comentário enviado por Leo CCB em 10/05/2016 - 17:50h

Salve, salve, nobre professor! Como sempre artigos divertidos e instrutivos. Gostaria de saber como usar o aqemu para acesssar partições de boot do meu note. A questão é a seguinte: Tenho slack e ubuntu, sendo o principal o slack. Todavia, para acessar a Caixa, é necessário um módulo de segurança que só está disponível em .deb. Segui a dica https://www.vivaolinux.com.br/artigo/QEMU-Para-rodar-Windows-preinstalado, com algumas modificaçõs. Acessou a tela de boot, mas não iniciou o ubuntu. Usando o aqemu não consegui nada nem achei nada relevante na rede. Lidei na aba boot Linux Kernel mas sem sucesso.

[9] Comentário enviado por tylervortexbr em 16/12/2016 - 12:54h

Olá como vai?
Tem como iniciar via terminal?

Esse tipo de VM sem KVM me interessou muito por eu usar o Android Emulator que não permite iniciar vagrant e o emulador android ao mesmo tempo.

Minha ideia é iniciar e utilizar a VM apenas via console mesmo.


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts