Habilitando multilib no Slackware - Atualizado e simplificado

Neste artigo, veremos como habilitar corretamente o multilib no Slackware. Trata-se de atualização do trecho relevante do artigo "Guia pós-instalação do Slackware", de 2013.

[ Hits: 14.100 ]

Por: Luís Fernando C. Cavalheiro em 10/09/2014 | Blog: https://github.com/lcavalheiro/


Introdução



Aos que são, enquanto são; e aos que não são, enquanto não são, aqui do Viva o Linux, saudações!

Aqui começa mais um artigo do Dino®, trazendo para vocês informações tão fresquinhas quanto o cadáver da democracia brasileira e tão originais quanto a definição de verdade de Protágoras, parafraseada na primeira frase do artigo do Dino®.

No cardápio de hoje, nós teremos uma breve, porém muito necessária, revisão de literatura. Há algum tempo, após uma insônia de seis dias, escrevi de cabeça um artigo quase não lido aqui na página intitulado Guia pós-instalação do Slackware.

Pois bem, o artigo foi, no jargão dos meninos da informática, testado em produção e enviado para a moderação sem revisão nenhuma de minha parte. Obviamente, ia ter pelo menos um erro, e tinha mesmo, na parte em que descrevo a habilitação do multilib no Slackware.

Resumindo muito a questão, o Slackware é a única de todas as distros que suportam a arquitetura x86_64 que não possui as bibliotecas multilib ativas por padrão. Tais bibliotecas são necessárias para a compilação e execução de programas escritos apenas para a arquitetura x86.

No Slack, elas não vêm instaladas por padrão, mas todo o sistema operacional está preparado para recebê-las. Por exemplo, não tem o que as Debian-likes fazem de juntar todas as libs em /usr/lib (sendo que o padrão FHS, diz que libs de 64 bits devem ir para /usr/lib64).

Por isso, o Slackware se define como multilib-ready (algo como pronto para multilib), e cabe ao usuário habilitá-lo ou não.

O objetivo deste artigo é orientar o usuário, do verdadeiro GNU/Linux, a habilitar corretamente o multilib em seu sistema operacional. Ele é o primeiro de uma série de escritos que visam a otimização do Slackware (e em menor escala, das distribuições UNIX-like minded e que não aderiram ao systemd) e ser um grito de "CHUPA POETTERING!", demonstrando a irrelevância de coisas como o filho mais novo desse ajuntador de bits quando você se mantém fiel aos princípios do UNIX.

    Próxima página

Páginas do artigo
   1. Introdução
   2. slackpkg / Multilib / Programas de 32 bits
Outros artigos deste autor

Menu de Aplicativos do Window Maker

WindowMaker forever: instalando o fork -crm no Slackware 13.37

Emulador Mednafen - Instalação e configuração

Guia pós-instalação do Slackware - edição 2013

Empacotando Cliente Copy no Slackware - Como ganhar 20 GB de armazenamento em nuvem

Leitura recomendada

Instalando Ubuntu 7.04 Feisty Fawn

PuTTY - Release 0.66 - Parte III

Modems no GNU/Linux

Configurando Ubuntu Linux 8.04 para autenticar no LDAP

Redmine no Debian - Instalação e configuração

  
Comentários
[1] Comentário enviado por xerxeslins em 10/09/2014 - 06:41h

Eu aprovo, mas como usuário herege (rsrs) eu instalo o Slackpkg+ (plus) que adiciona funcionalidades ao Slackpkg. Aí se eu rodar o comando "/usr/doc/slackpkg+-*/setupmultilib.sh". Fim, já fica multilib.

[2] Comentário enviado por felipemartinsss em 10/09/2014 - 07:35h

Essa dica é muito útil.
Semana passada estava usando Slackware e precisei fazer isso para ter o Eclipse ADT funcionando.

[3] Comentário enviado por levi linux em 10/09/2014 - 08:07h

Eu ri bastante, muito legal.
Parabéns pelo conteúdo bastante relevante e pelo texto, que está bem escrito e muito claro.

[4] Comentário enviado por manuchelo em 10/09/2014 - 10:42h

Chorei largado. Dez =]

[5] Comentário enviado por lcavalheiro em 10/09/2014 - 11:05h

Valeu, gente! Como eu já comentei em outros lugares, eu escrevo como dou aulas, então acaba ficando menos formal mesmo :-)

[6] Comentário enviado por itamarnet em 10/09/2014 - 11:49h

Ironia, Sarcasmo, Bom Humor.
E acompanhando tudo isso um ótimo texto técnico nas entrelinhas.

Ou ser o contrário?

Seja como for, uma leitura divertida e multi-esclarecedora.

Valeu!

[7] Comentário enviado por lcavalheiro em 10/09/2014 - 11:54h


[6] Comentário enviado por itamarnet em 10/09/2014 - 11:49h:

Ironia, Sarcasmo, Bom Humor.
E acompanhando tudo isso um ótimo texto técnico nas entrelinhas.

Ou ser o contrário?

Seja como for, uma leitura divertida e multi-esclarecedora.

Valeu!


A ordem dos tratores não altera o viaduto, já dizia o meu veterinário. O que importa é que você tenha gostado

[8] Comentário enviado por izaias em 10/09/2014 - 12:13h

As heresias do Xerxes não terminam no Slackware!
Não contente com seus pecados, ele e o @zecapoeira estão corrompendo o i3 WM.

Já disse a ele que será julgado na igreja dos sub-gênios em ritual pirofágico! Mas isso não o segura!
Tentei salva-lo, mas não adianta...

[9] Comentário enviado por xerxeslins em 10/09/2014 - 12:43h


[5] Comentário enviado por lcavalheiro em 10/09/2014 - 11:05h:

Valeu, gente! Como eu já comentei em outros lugares, eu escrevo como dou aulas, então acaba ficando menos formal mesmo :-)


Faz muita diferença. Leitura prazerosa sempre com seus artigos! Valeu!

[10] Comentário enviado por lcavalheiro em 10/09/2014 - 12:50h


[8] Comentário enviado por izaias em 10/09/2014 - 12:13h:

As heresias do Xerxes não terminam no Slackware!
Não contente com seus pecados, ele e o @zecapoeira estão corrompendo o i3 WM.

Já disse a ele que será julgado na igreja dos sub-gênios em ritual pirofágico! Mas isso não o segura!
Tentei salva-lo, mas não adianta...


A vida de pink é o que o aguarda, então não se incomode. Os subgênios sabem que ainda que andem pelo vale das sombras da morte nada devem temer, pois o Slack Original É com eles, mas somente se eles forem merecedores.


[9] Comentário enviado por xerxeslins em 10/09/2014 - 12:43h:


[5] Comentário enviado por lcavalheiro em 10/09/2014 - 11:05h:

Valeu, gente! Como eu já comentei em outros lugares, eu escrevo como dou aulas, então acaba ficando menos formal mesmo :-)

Faz muita diferença. Leitura prazerosa sempre com seus artigos! Valeu!


Valeu o comentário! Mas eu acho que o Izaías discorda, já que ele lê em segunda mão a quantidade de palavrões que eu escrevo. E lembrando, escrevo como dou aulas :-)

[11] Comentário enviado por xerxeslins em 10/09/2014 - 12:54h

Ah, sim.. seu nome é citado nos bastidores do VOL devido algumas palavras :x
Mas nada que Izaias não resolva hahaha

[12] Comentário enviado por lcavalheiro em 10/09/2014 - 13:00h


[11] Comentário enviado por xerxeslins em 10/09/2014 - 12:54h:

Ah, sim.. seu nome é citado nos bastidores do VOL devido algumas palavras :x
Mas nada que Izaias não resolva hahaha


E que o Leandro não se divirta rsrsrsrssr

[13] Comentário enviado por Felipeigor em 10/09/2014 - 14:08h

+10 e Favoritado lcavalheiro , sempre uso o http://vivaolinux.com.br/artigo/Guia-pos-instalacao-do-Slackware para habilitar o multilib quando instalo o slack, e tbm não curto nada de (heresia) slapt-get nem sbopkg , o negócio é baixar as fontes e compilar rs

[14] Comentário enviado por lcavalheiro em 10/09/2014 - 14:14h


[13] Comentário enviado por Felipeigor em 10/09/2014 - 14:08h:

+10 e Favoritado lcavalheiro , sempre uso o http://vivaolinux.com.br/artigo/Guia-pos-instalacao-do-Slackware para habilitar o multilib quando instalo o slack, e tbm não curto nada de (heresia) slapt-get nem sbopkg , o negócio é baixar as fontes e compilar rs


O artigo original tem uma história por trás dele. Eu estava sem dormir há seis dias desde o Ano Novo e desde o Ano Novo bebendo que nem um gambá. Aí eu estava lendo uns e-mails e decidi, "vou ver o que está acontecendo no VOL". Me deparo com o Daniel fazendo perguntas sobre o pós-instalação do Slack. Aí eu, insone, chapado e num computador Windows, fui explicando pra ele o que tinha que ser feito. Daí saí o artigo original. Claro, ele ia ter alguns errinhos, mas eu me embolei só na parte do multilib. Aí aparece este novo artigo, para corrigir o merdelê que insônia e cerveja e vodca e cachaça e uísque fizeram :)

[15] Comentário enviado por izaias em 10/09/2014 - 14:19h


[11] Comentário enviado por xerxeslins em 10/09/2014 - 12:54h:

Ah, sim.. seu nome é citado nos bastidores do VOL devido algumas palavras :x
Mas nada que Izaias não resolva hahaha


Qiualquer dia desses, eu jogo a toalha...

[16] Comentário enviado por lcavalheiro em 10/09/2014 - 14:22h


[15] Comentário enviado por izaias em 10/09/2014 - 14:19h:


[11] Comentário enviado por xerxeslins em 10/09/2014 - 12:54h:

Ah, sim.. seu nome é citado nos bastidores do VOL devido algumas palavras :x
Mas nada que Izaias não resolva hahaha

Qiualquer dia desses, eu jogo a toalha...


Faz isso não, Izaías, a gente gosta de você pra [*****] rsrsrsrs

[17] Comentário enviado por Felipeigor em 10/09/2014 - 15:25h


[14] Comentário enviado por lcavalheiro em 10/09/2014 - 14:14h:


[13] Comentário enviado por Felipeigor em 10/09/2014 - 14:08h:

+10 e Favoritado lcavalheiro , sempre uso o http://vivaolinux.com.br/artigo/Guia-pos-instalacao-do-Slackware para habilitar o multilib quando instalo o slack, e tbm não curto nada de (heresia) slapt-get nem sbopkg , o negócio é baixar as fontes e compilar rs

O artigo original tem uma história por trás dele. Eu estava sem dormir há seis dias desde o Ano Novo e desde o Ano Novo bebendo que nem um gambá. Aí eu estava lendo uns e-mails e decidi, "vou ver o que está acontecendo no VOL". Me deparo com o Daniel fazendo perguntas sobre o pós-instalação do Slack. Aí eu, insone, chapado e num computador Windows, fui explicando pra ele o que tinha que ser feito. Daí saí o artigo original. Claro, ele ia ter alguns errinhos, mas eu me embolei só na parte do multilib. Aí aparece este novo artigo, para corrigir o merdelê que insônia e cerveja e vodca e cachaça e uísque fizeram :)



Porra seis dias , imagine a ressaca haisuhauha


[18] Comentário enviado por itamarnet em 11/09/2014 - 07:58h


[14] Comentário enviado por lcavalheiro em 10/09/2014 - 14:14h:


[13] Comentário enviado por Felipeigor em 10/09/2014 - 14:08h:

+10 e Favoritado lcavalheiro , sempre uso o http://vivaolinux.com.br/artigo/Guia-pos-instalacao-do-Slackware para habilitar o multilib quando instalo o slack, e tbm não curto nada de (heresia) slapt-get nem sbopkg , o negócio é baixar as fontes e compilar rs

O artigo original tem uma história por trás dele. Eu estava sem dormir há seis dias desde o Ano Novo e desde o Ano Novo bebendo que nem um gambá. Aí eu estava lendo uns e-mails e decidi, "vou ver o que está acontecendo no VOL". Me deparo com o Daniel fazendo perguntas sobre o pós-instalação do Slack. Aí eu, insone, chapado e num computador Windows, fui explicando pra ele o que tinha que ser feito. Daí saí o artigo original. Claro, ele ia ter alguns errinhos, mas eu me embolei só na parte do multilib. Aí aparece este novo artigo, para corrigir o merdelê que insônia e cerveja e vodca e cachaça e uísque fizeram :)


Cara! Estava mal mesmo hein, usando um computador com "Windows"!
Isso sim é heresia. Explicar sobre Linux usando Windows! Pior explicar algo sobre Slackware!

"Só slackers usam o verdadeiro Linux!"

[19] Comentário enviado por lcavalheiro em 11/09/2014 - 12:13h

Gente, o José Mauro (mais conhecido por aqui como zezaocapoeira) me alertou sobre um erro no artigo... Eu e minha mania de testar em produção...

Onde se lê:
# VERSAO=versão && lftp -c "open http://www.slackware.com ; cd ~alien/multilib/$VERSAO multilib"

Favor alterar para:
# VERSAO=versão && lftp -c "open http://www.slackware.com ; mirror ~alien/multilib/$VERSAO multilib"

Valeu, mano!


[18] Comentário enviado por itamarnet em 11/09/2014 - 07:58h:


[14] Comentário enviado por lcavalheiro em 10/09/2014 - 14:14h:


[13] Comentário enviado por Felipeigor em 10/09/2014 - 14:08h:

+10 e Favoritado lcavalheiro , sempre uso o http://vivaolinux.com.br/artigo/Guia-pos-instalacao-do-Slackware para habilitar o multilib quando instalo o slack, e tbm não curto nada de (heresia) slapt-get nem sbopkg , o negócio é baixar as fontes e compilar rs

O artigo original tem uma história por trás dele. Eu estava sem dormir há seis dias desde o Ano Novo e desde o Ano Novo bebendo que nem um gambá. Aí eu estava lendo uns e-mails e decidi, "vou ver o que está acontecendo no VOL". Me deparo com o Daniel fazendo perguntas sobre o pós-instalação do Slack. Aí eu, insone, chapado e num computador Windows, fui explicando pra ele o que tinha que ser feito. Daí saí o artigo original. Claro, ele ia ter alguns errinhos, mas eu me embolei só na parte do multilib. Aí aparece este novo artigo, para corrigir o merdelê que insônia e cerveja e vodca e cachaça e uísque fizeram :)

Cara! Estava mal mesmo hein, usando um computador com "Windows"!
Isso sim é heresia. Explicar sobre Linux usando Windows! Pior explicar algo sobre Slackware!

"Só slackers usam o verdadeiro Linux!"


Esse é o mal de ser gamer convicto, filho. Mas não é heresia conseguir explicar algo sobre o verdadeiro GNU / Linux de cabeça, concorda? rsrsrsrs

[20] Comentário enviado por moisespedro em 11/09/2014 - 17:54h

Apenas uma sugestão: ao invés de usar "VERSAO=versao" e pedir input do usuário você pode usar "VERSAO=awk '{print $2}' /etc/slackware-version". Menos sujeito a erros.

Enfim, todo esse papo me lembrou de uma coisa que eu comecei alguns meses atras mas não continuei por: preguiça e falta de conhecimento (meu conhecimento em shell scripts eh quase nulo): https://github.com/moisespedro/scs/blob/master/scs

Se alguém tiver interesse só me mandar uma mensagem.

[21] Comentário enviado por lcavalheiro em 11/09/2014 - 18:05h


[20] Comentário enviado por moisespedro em 11/09/2014 - 17:54h:

Apenas uma sugestão: ao invés de usar "VERSAO=versao" e pedir input do usuário você pode usar "VERSAO=awk '{print $2}' /etc/slackware-version". Menos sujeito a erros.

Enfim, todo esse papo me lembrou de uma coisa que eu comecei alguns meses atras mas não continuei por: preguiça e falta de conhecimento (meu conhecimento em shell scripts eh quase nulo): https://github.com/moisespedro/scs/blob/master/scs

Se alguém tiver interesse só me mandar uma mensagem.


Essa sugestão está sujeita a um erro, Moisés: o current. Eu instalei o Slack pelo netiso usando como espelho um mirror do current e mesmo assim o meu /etc/slackware-version diz 14.1. Concordo que seria o ideal, mas infelizmente esbarra nisso.

Quanto ao script... Assim que eu sentar no meu computador eu dou uma olhada. Valeu pela dica!

[22] Comentário enviado por moisespedro em 11/09/2014 - 20:40h

Hmm nao uso o current entao nao sabia dessa. O script nao faz nada por enquanto, eu so queria um pra automatizar o que eu geralmente faco depois de instalar o sistema: trocar pra portugues, kernel generico, multilib, etc

[23] Comentário enviado por ubbersith em 01/10/2014 - 00:40h

Olá,

Atualmente eu uso o seguinte script:
https://gist.github.com/alexandre/427addda953afe81bab3

Não é nada de mais...apenas reuni as dicas do AlienBOB

BTW, obrigado pelo artigo...é sempre bom ver a comunidade a todo vapor (GNU/Linux e seu subdir Slackware).

[ ]'s


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts