Google AdSense vs Layout de websites

Navegando diariamente por muitos websites, reparei algo pouco conveniente do ponto de vista de interação com o usuário. Isto é, os Google's AdSense que infestam as páginas web de qualquer maneira, afetando o próprio conteúdo, que doutrora era o objetivo do site.

[ Hits: 11.255 ]

Por: Manuel Tavares em 14/11/2008


Dos SPAMs, POPUPs ao Google AdSense



Até bem pouco tempo a web estava (ainda está, se calhar em menos) infectada de SPAM (mensagens eletrônicas não solicitadas) e "famosos" e "chatos", pequenas e constantes janelas que abrem automaticamente através de uma simples visita a um site, isto é, POP-UP.

POP-UP vs SPAM

Os POP-UPs tal como os SPAMs não deixam de ser anúncios publicitários, apelativos com um determinado fim, mesmo que não seja expressamente comercial. Contudo, quanto às pequenas janelinhas abertas enquanto navegamos temos uma solução mais simples e linear que passa por fechá-la, embora se abra novamente quando acessamos a um determinado site, ou ainda podemos deixar/modificar a configuração do browser que pode ou não vir por definição configurado para não deixar abrir estas janelas. O problema é que ás vezes estas janelas são úteis tal como o site visitado, mas o permitir ou não, manualmente pode resolver o problema.

Quanto aos SPAM, já o incômodo é maior, pois estas mensagens eletrônicas enchem as nossas caixas de correio, mesmo sem termos visitado qualquer site. Ou seja, se nos POP-UPs podíamos ter um bocadinho mais de liberdade, já nos SPAMs tudo quanto é "lixo" vem para a nossa caixa. Não é que recebemos propagandas de preservativos, viagra, promoções de diversos produtos... sem utilidade para nós?

Pois é, a solução encontrada pelas empresas que fornecem o serviço de correio eletrônico é criar uma pasta no nosso correio e enviá-las automaticamente para lá. Só que por vezes a configuração leva também outras mensagens solicitadas com mais ou menos relevância. Um exemplo é os alunos da universidade onde leciono que inscreveram numa plataforma de ensino à distância e diziam não recebem nenhum email para confirmar... ou seja, foi direto para a pasta SPAM ou lixo eletrônico.

São muitas s queixas de pessoas dizendo que não receberam email no caso de contas no Hotmail. Isto deve-se ao problema da mal filtragem entre o solicitado e o não solicitado (conferir Hotmail bloqueia como spam emails legítimos)

O Google AdSense

O Google AdSense (sem querendo publicitar) é uma ótima ferramenta para publicitar produtos, serviços e qualquer coisa que queiras publicitar relacionado com a sua empresa, instituição, organização, portal etc.

Através desta solução a empresa já "não precisa mais preocupar" com o fato de ser ou não conhecido e ainda fica a ser conhecido pelos potenciais utilizadores de acordo com o contexto do site que estes visitam.

Por exemplo, se eu visitar o site Viva o Linux e estiver a ler algum artigo que fala de um software, é muito provável que este apareça publicitado, neste caso no menu lateral do VOL, juntamente com o link do site correspondente.

Assim serve tanto ao vendedor como ao consumidor, que deixa de se ver obrigado a ver anúncios indesejáveis ou sem contexto próprio. Mais informação sobre os anúncios Google pode ser lida neste artigo: Google AdSense: Técnicas de otimização dos anúncios.

    Próxima página

Páginas do artigo
   1. Dos SPAMs, POPUPs ao Google AdSense
   2. O uso do Google AdSense nos portais: afinal aonde está o problema?
Outros artigos deste autor

Eu aprendi!

CSS pela W3schools (Parte 1) - Uma introdução

Leitura recomendada

Customizando o (K/X/ED)Ubuntu Linux Live-CD

Instalando e configurando o Thunar

Configurando o more.groupware no GNU/Debian

Personalidades do mundo Open Source

Criando um LiveCD do FreeBSD

  
Comentários
[1] Comentário enviado por paulocelso68 em 14/11/2008 - 15:28h

Grande Tavares... Comparo tal situação ao folhear (não que eu goste dela) as páginas de notícias semanais de informação. Às vezes me deparo com 10 páginas de propaganda intensa até chegar à notícia que quero ler. Outro exemplo de publicidade excessiva e que prejudica o conteúdo do poderias ser um bom "sítio" de informações tecnógica é o já conhecido IDG NOW.com.br. Lá, artigos que caberiam em uma "tela" acaba nos obrigando a navegar por 4 delas, pois o espaço para a notícia é por demais resumido devido aos anúncios na vertical, horizontal, banners, pop-up, ou seja, uma poluição visual desagradável e irritante. Por enquanto, ao meu ver, o VOL tem utilizado com bom senso os anúncios e espero que assim permaneça. Parabéns pelo artigo.

[2] Comentário enviado por Teixeira em 15/11/2008 - 09:47h

Concordo.
Além do que, algumas vezes o tempo para carregar o conjunto publicitário é muito grande.

Somem-se ainda os tais "efeitos especiais" que nossos webdesigners insistem em utilizar em profusão e demasia, e temos o site perfeito para o "poço do fedor eterno"...
Ou seja: Pesado, poluído e descaracterizado de seus objetivos.
Não carrega nunca (nem em banda-larga) e quando carrega, apresenta-se de forma totalmente deplorável.

Tem um exemplo típico:
Sites de orientação evangélico-protestante cuja principal propaganda (imposta por esses mecanismos publicitários) vem da oferta de medalhas bentas por alguém, dando assim a impressão de que a orientação doutrinária do site está sendo distorcida.

Certos forums também nos deixam pasmos, sem saber onde começa e onde terminam comentários, tópicos e publicidade.
É tudo um caldo só.

Alguém (?) tem de tomar alguma providência.

Como não há como policiarmos externamente, resta-nos criticar e botar a boca no trombone para ver se alguém acorda...

Falta o cliente dizer sinceramente para o fornecedor: Seu site está ridículo.

Mas isso não acontece.

Ele simplesmente evita o tal site, e pronto.

Pode ser que a propaganda realmente nos renda alguns trocados, mas que não seja o caso de que venhamos a perder clientes por causa disso.

Tenho por princípio não acessar a sites que demorem mais de 10 segundos a apresentar alguma informação útil.
Quando começa com aquele "carregando..."
eu parto imediatamente para outra URL
sem o mínimo remorso.

Outra coisa: Tão importunas quanto as janelinhas "pop-up" são também aquelas "pop-under", que ficam por baixo da página.

Outra coisa ainda:
Estive buscando especificamente por "Canon BJC 2100 driver" e o mecanismo de busca me conduziu a um site pornográfico (há nas "meta tags" daquele site exatamente essa string).
Quem fiscaliza isso (se é que alguém fiscaliza)?
Devemos reclamar com o bispo ou com o Papa?
Como informar ao Google (por exemplo) que isso está acontecendo?

[3] Comentário enviado por leandrojf em 15/11/2008 - 15:15h

Muito bom!!! aparece no msn pra trocar mais idéias sobre nosso grandioso Linux...abraços

[4] Comentário enviado por fabio em 15/11/2008 - 17:19h

Olá Teixeira,

Quando encontrar algum site SPAM como este pornográfico com tags da Canon, reporte a URL em:

http://www.google.com.br/contact/spamreport.html

Um abraço.

[5] Comentário enviado por Grobsch em 18/11/2008 - 11:49h

Um bom uso do adsense faço no novo site do GoblinX.
http://www.goblinx.com.br

[6] Comentário enviado por mtavares em 18/11/2008 - 15:27h

Concordo, a isto podemos chamar de razoável... até parece que o anúncio pertence ao site...

[7] Comentário enviado por removido em 23/11/2008 - 17:45h

estou de acordo ctg.. as publicidades são boas para ganhar uns trocos... mas em demasia altera o visual do site e a explicidade do seu conteudo..
mas acima de tudo o que me mete mais nojo sao aqueles ads em flash que reproduzem musica ou assim, então aquele que faz o som do msn quando recebes uma mensagem.. ui que nojo.

[8] Comentário enviado por mtavares em 24/11/2008 - 09:16h

é, eu penso que devemos acima de tudo ter uma internet de qualidade e com a qualidade ganhar dinheiro e não o contrário....


Contribuir com comentário