Funtoo Linux - Pré-instalação

Este artigo explica os conceitos necessários para planejar a instalação do Funtoo Linux.

[ Hits: 7.120 ]

Por: Perfil removido em 29/02/2016


Parte IV



10. /etc/portage/make.conf

Esse arquivo é o local de configuração para os ajustes necessários para a compilação personalizada. Existem várias opções que podem ser configuradas aqui. Este é um exemplo mínimo de um make.conf comentado:

# Baseado em:
# https://wiki.gentoo.org/wiki//etc/portage/make.conf
# http://www.funtoo.org/Make.conf
# Este arquivo deve ser construído de acordo com seu hardware e suas opções de
# instalação. De modo geral ele se parece com isso.
# As opções a seguir devem ser retiradas da página onde você pegou o stage 3
# da sua microarquitetura. Por exemplo, para um amd64-k10.
# http://www.funtoo.org/Amd64-k10

CHOST="x86_64-pc-linux-gnu"
CFLAGS="-march=amdfam10 -O2 -pipe"
CXXFLAGS="${CFLAGS}"
CPU_FLAGS="3dnow 3dnowext mmx mmxext popcnt sse sse2 sse3 sse4A"
USE="${CPU_FLAGS}"
MAKEOPTS="-j5"
ACCEPT_LICENSE="*"
PORTAGE_TMPDIR="/tmp"
LINGUAS="pt_BR en en_US"
INPUT_DEVICES="evdev synaptics"
VIDEO_CARDS="intel nvidia radeon radeonfb vesa"

11. Saiba construir um /etc/fstab manualmente

Leia a documentação sobre como editar um /etc/fstab. Você vai precisar editar esse arquivo manualmente durante a instalação.

12. Saiba instalar o GRUB-2

Se Funtoo será seu sistema principal será preciso instalar um gerenciador de boot. Esse bootloader pode ser LILO ou GRUB. Se o bootloader será gerenciado por outra distribuição então GRUB ou LILO não deve ser instalado em Funtoo.

Para instalar o GRUB-2 durante a instalação faça:

(chroot) # emerge boot-update

Se estiver usando o particionamento MBR e seu disco for /dev/sda.

(chroot) # grub-install --target=i386-pc --no-floppy /dev/sda
(chroot) # boot-update

Se estiver usando o particionamento GPT com UEFI-BIOS e diretório Fat32 (vfat) for /boot e seu disco de arranque for /dev/sda faça:

Em sistemas x86_64:

(chroot) # grub-install --target=x86_64-efi --efi-directory=/boot --bootloader-id="Funtoo Linux [GRUB]" --recheck /dev/sda
(chroot) # boot-update

Em sistemas x86_32:

(chroot) # grub-install --target=i386-efi --efi-directory=/boot --bootloader-id="Funtoo Linux [GRUB]" --recheck /dev/sda
(chroot) # boot-update

Se estiver usando GPT em BIOS legada. Crie uma partição EF02 com 1 MiB em qualquer parte do disco e faça:

(chroot) # grub-install --target=i386-pc --no-floppy --modules=part_gpt /dev/sda
(chroot) # boot-update

13. Saiba sua zona de tempo

A zona de tempo é responsável por ajustar o relógio de software para uma hora local baseado na hora do relógio de hardware, que normalmente fica na hora UTC.

O Brasil possui 3 fusos horários. A hora oficial do Brasil é chamada de hora de Brasília (BRT - Brazilian Time = UTC - 03:00) ou (BRST - Brazilian Summer Time = UTC - 02:00 ) quando em horário de verão. Os estados a oeste seguem o fuso de acordo com a hora do Acre (UTC - 04:00). E as ilhas do Atlântico tem uma hora de fuso em relação a BRT/BRST (UTC - 02:00). Normalmente, o fuso para as regiões Sudeste, Sul e Centro-Oeste segue a hora de Brasília (BRT ou BRST). Configure seu fuso para America/Sao_Paulo como em:

(chroot) # ln -sf /usr/share/zoneinfo/America/Sao_Paulo /etc/localtime

A hora do relógio de hardware deve ser a hora UTC. A partir desta hora e da configuração da zona de tempo é obtida a hora local. O arquivo que configura a zona de tempo é /etc/localtime. Esse arquivo é uma ligação simbólica para uma das zonas de tempo disponíveis em /usr/share/zoneinfo/*.

14. Conheça seu teclado

O teclado padrão no Brasil é o br-abnt2. Para ajustar o teclado edite /etc/conf.d/keymaps e insira esse parâmetro.

15. Um nome de host (hostname)

Todo computador em uma rede deve ter um nome único de acordo com o artigo em:
E edite /etc/conf.d/hostname inserindo seu nome de host.

16. Senha do root

Durante a instalação o único usuário disponível é o root. Ajuste sua senha antes de reiniciar o sistema após a instalação com o comando passwd. Escolha uma senha segura com letras maiúsculas, minúsculas, números e um sinal gráfico. Uma senha com mais de oito caracteres aleatórios é bastante segura.

Preparando esses conceitos antes de iniciar sua instalação você economiza tempo e aumenta suas chances de sucesso.

Página anterior    

Páginas do artigo
   1. Parte I
   2. Parte II
   3. Parte III
   4. Parte IV
Outros artigos deste autor

Metaspoit: Brute force + invasão com meterpreter encriptado com RC4

Sylpheed - Cliente de e-mail para terminais leves

Customizando o DVD de instalação do Slackware

Ubuntu - configurando dois monitores numa mesma placa de vídeo

Configuração universal do servidor X (modo gráfico)

Leitura recomendada

Snapshots de pacotes para o Debian

Freeduc - Educação escolar é com Linux!

Slackware 13.37 - Compreendendo o processo de inicialização

Aos que estão começando...

Gnu/Linux em 30mb e 2 arquivos

  
Comentários
[1] Comentário enviado por sacioz em 01/03/2016 - 15:48h

Mais um bom artigo do jovem KYETOY . Como de praxe C^ + d . Obrigado .

[2] Comentário enviado por Freud_Tux em 01/03/2016 - 18:56h

Faz um da instalação do Funtoo, usando tudo dos repositórios do próprio, como Kernel etc.

T+

[3] Comentário enviado por pherde em 02/03/2016 - 08:06h

Com esse planejamento e mais o wiki da instalação oficial em português, fica bem mais fácil instalar o sistema. http://www.funtoo.org/Install/pt-br

[4] Comentário enviado por Fabiofsg em 25/09/2016 - 10:24h

Excelente!


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts