Fundamentos do sistema Linux - comandos do Linux

A linha de comando é o método mais usado por administradores de sistemas, pois é o que oferece o maior número de possibilidades, além de ser o método mais rápido de fazer as coisas. Nesse artigo, você terá uma lista detalhada dos principais comandos do GNU/Linux, divididos em categorias, com exemplos práticos de aplicação, incluindo associações com outros aplicativos.

[ Hits: 471.402 ]

Por: Davidson Rodrigues Paulo em 28/05/2006 | Blog: http://davidsonpaulo.com/


Utilitários de terminal



clear


Limpa a tela do terminal.

Uso:

$ clear

history


O comando history (histórico) mostra a lista dos últimos comandos executados pelo usuário corrente. Isso é útil quando há a necessidade de executar um comando extenso, com muitos parâmetros, do qual não consigamos nos lembrar, ou para fazer auditoria.

Sintaxe:

$ history [opções]

Exemplos de uso:

$ history
  462  su
  463  cd tmp
  464  cd giFT
  465  clear
  466  ls
  467  mv creed_-_inside_us_all.ogg /home/audio
  468  xmms -e /home/audio/creed_-_inside_us_all.ogg
  469  clear
  470  ls
  471  mv 04\ -\ Say\ I.ogg creed_-_say_i.ogg
  472  clear
  473  ls
  474  mv Creed\ -\ Weathered.mp3 creed_-_weathered.mp3
  475  clear
  476  ls
  477  mv Luciana\ Mello\ -\ Assim\ Que\ Se\ Faz.mp3 luciana_mello_-_assim_
que_se_faz.mp3
  478  clear
  479  ls
  480  normalize-ogg --bitrate 192 creed_-_say_i.ogg
  481  mv creed_-_say_i.ogg /home/audio/
  482  xmms -e /home/audio/creed_-_say_i.ogg
  483  clear
  484  ls
  485  normalize-mp3 --ogg --bitrate 192 creed_-_weathered.mp3
  486  mv creed_-_weathered.ogg /home/audio
  487  xmms -e /home/audio/creed_-_weathered.ogg
  488  clear
  489  ls
  490  mv avalon\ -\ the\ creed\ -\ renew\ me.mp3 avalon_-_the_creed.mp3
  491  clear
  492  ls
  493  normalize-mp3 --ogg --bitrate 192 luciana_mello_-_assim_que_se_faz.m
p3
  494  clear
  495  ls
  496  mv luciana_mello_-_assim_que_se_faz.ogg /home/audio
  497  xmms -e /home/audio/luciana_mello_-_assim_que_se_faz.ogg
  498  su
  499  giftd -d
  500  giFTcurs
  501  cd
  502  clera
  503  ls
  504  clear
  505  ls
  506  apt-cache search java | more
  507  su
  508  giftd -d
  509  ls dire || echo "O diretório não existe"
  510  ls dire &> /dev/null || echo "O diretório não existe"
  511  clear
  512  ls
  513  mv deb exe iso src download/
  514  clear
  515  ls
  516  su
  517  clear
  518  history
  519  history | more
  520  cd /tmp
  521  clear
  522  history | tee log

Para executar novamente o comando apt-cache search java | more, basta anotar o seu número, e dar o comando:

$ !506

Para procurar um determinado comando, use o history em conjunto com o grep. Vamos, por exemplo, procurar pelo comando normalize, pra ver quais parâmetros devemos usar:

$ history | grep normalize
  480  normalize-ogg --bitrate 192 creed_-_say_i.ogg
  485  normalize-mp3 --ogg --bitrate 192 creed_-_weathered.mp3
  493  normalize-mp3 --ogg --bitrate 192 luciana_mello_-_assim_que_se_faz.m
p3
  503  history | grep normalize

Agora, podemos ver os parâmetros que usamos anteriormente.

Existem outros métodos de utilização do history, que podem ser vistos na sua página de manual:

$ man history

Página anterior    

Páginas do artigo
   1. Manipulação de arquivos e diretórios
   2. Manipulação e filtragem de texto
   3. Pesquisa e informações
   4. Administração do sistema
   5. Utilitários de terminal
Outros artigos deste autor

Criando um repositório local do Fedora

Slackware no notebook Toshiba Satellite M55-S3262

hdparm: Tire o máximo do seu HD

Resolvendo dependências no Slackware com slackpkg

Viva o Linux Training: seja um moderador do VOL

Leitura recomendada

A distribuição Slackware Linux

Linux Básico - Parte II

Linux Mint 7 Gloria

Debian Squeeze Backports

Porque o XFCE é tão bom

  
Comentários
[1] Comentário enviado por PCMasterPB em 28/05/2006 - 20:46h

Excelente o artigo, será muito útil pra citar como referência para os novatos e mostrar-lhes como o modo texto é poderoso no linux hehehe. ;D

[2] Comentário enviado por nataliawanick em 28/05/2006 - 22:35h

Parabéns!! Mais um excelente artigo, professor!! Por artigos como esse é que me torno mais fã a cada dia...
natalia wanick

[3] Comentário enviado por tomaz.brasil em 29/05/2006 - 00:21h

Good job ;-)

[4] Comentário enviado por loammy em 29/05/2006 - 08:28h

Como assim, " ls -A" nao mostra os diretorios, se foi isto que entendi acho que vc esta equivocado, pois na minha maquina mostra os arquivos e diretorios ocultos...

[5] Comentário enviado por feraf em 29/05/2006 - 14:29h

Fala davidson!
Eu uso um comando aqui no servidor que eu uso, que é o seguinte:

last | cut -c-9 | sort | uniq -c | sort -n | tac | head -20

Ele pode parecer monstruosamente grande, mas faz algo bem simples, lista os 20 usuários em ordem de quantidade de logins realizados no último mês. Last lista todos os logins realizados num período de 1 mes. O cut retira somente o nome do usuário. O primeiro sort ordena alfabeticamente. o Uniq junta as linhas que forem iguais (no caso os logins iguais) e adiciona esse número na frente da linha. O segundo sort ordena por esse primeiro número, só que em ordem crescente. O tac inverte isso, assim temos uma lista em ordem decrescente. E o head pega os primeiros 20.

Olha só que coisa poderosa podemos fazer com esses míseros comandos =)

Felipe

[6] Comentário enviado por removido em 29/05/2006 - 14:34h

Cara deixou a desejar. Mas o conteudo desse artigo está todo ele escrito na internet em outros sites. Peguei esse bem igual ao seu na semana passada pelo google.

[7] Comentário enviado por davidsonpaulo em 29/05/2006 - 14:54h

loammy,

-A faz o mesmo que -a, a diferença é que o -A não mostra os diretórios . (ponto) e .. (ponto-ponto).

iceman,

Sim, o conteúdo desse artigo está todo disponível na Internet, no Guia Bozolinux, como escrevi na última página do artigo.

feraf,

Sim! Com direcionadores podemos fazer coisas realmente formidáveis. Inclusive, o próximo artigo da série Fundamentos do Sistema Linux tratará deles.

E você, quando é que voltará a publicar? Seus textos fazem falta. Dá uma passada na Enciclopédia de vez em quando. :-)

Abraços,

Davidson

[8] Comentário enviado por deivid.veras em 30/05/2006 - 09:24h

Ola,

Realmente isto e muito bom para os novatos pois mostra o poder e a utlidade do modo texto, e o principal a agilidade que isto proporciona!


Tec. Deivid Veras Fontenele

[9] Comentário enviado por pedrocosta em 30/05/2006 - 10:18h

Parabens!!! Vai ser muito bom pra eu que estou começando, vlw!!! =)))

[10] Comentário enviado por fboliveira em 31/05/2006 - 09:03h

É um artigo excelente, bem claro e de fácil entendimento. Muito aplicável não só para iniciantes, de um modo geral, como também para quem deseja fazer um paralelo com funções do Windows. Parabéns!

[11] Comentário enviado por claudiolima em 31/05/2006 - 09:43h

Gostei muito deste Artigo, para mim que estou iniciando no Linux foi uma excelente oportunidade para dá o pontapé inicial. Parabéns!

[12] Comentário enviado por fellkevin em 29/06/2009 - 18:59h

Muito bom esse artigo tirou muitas duvidas minhas que sou um iniciante em LINUX

[13] Comentário enviado por Lisandro em 09/07/2009 - 12:38h

Bem completinho, um pequeno guia de referência. Vai pro FAVORITOS.

[14] Comentário enviado por cesar em 23/07/2009 - 11:17h

Muito bom,

1. Nota 10
2. Favoritos ;]

Parabéns.

[]'s

[15] Comentário enviado por Teixeira em 02/08/2009 - 09:13h

Vai para os meus Favoritos.
Assim como no antigo DOS, nem sempre é possível ter todos os comandos em nossa memória humana, pois sempre escapa alguma coisa ou outra, e por vezes até nos falta o entendimento de alguns pormenores.
Além do que, o artigo é uma excelente fonte de referência, uma espécie de livro de cabeceira, e está bem claro e abrangente.
Nota-se que é voltado para o usuário comum, do dia-a-dia, e não para aqueles que tentam dar nó em pingo d'água, mas já fornece o caminho das pedras.
Parabéns!

[16] Comentário enviado por jairus em 16/08/2009 - 09:52h

Bom dia !!!

Gostei muito da idéia de colocar as funções destes comandos, apesar de trabalharmos diariamente com o GNU/LINUX, as vezes esquecemos alguns parâmetros.
Por isso fiz uma cartilha de bolso, a partir do seu artigo, assim sempre consulto quando tenho dúvida sobre algum comando.


Valeu
Abraços
Jairus Lopes
Adm System Linux

[17] Comentário enviado por santiago_br em 27/08/2009 - 09:15h

Muito Bom !!

Sou novo aki no linux, vi a muito tempo atras uma versão do red hat 7, mas muito pouko, estou recomeçando muito boa ajuda. obrigado!



Santiago
Fedora 11

[18] Comentário enviado por Karen_Cahn em 14/12/2009 - 12:16h

Quala a resposta dessa questão: "QUAL O COMANDO UTILIZADO PARA CRIAR O DIRETÓRIO teste DENTRO DO DIRETÓRIO /mnt?
Att,
Karen Cahn

[19] Comentário enviado por B. Rodrigues em 28/12/2009 - 09:01h

Otimo!!!

Estou começando a trabalhar com linux e esse artigo e perfeito pra mim.

Valeu mesmo!!!

[20] Comentário enviado por doradu em 08/02/2010 - 18:49h

bem completo

[21] Comentário enviado por msajunior em 13/04/2010 - 14:14h

Tambem estou começando, por este motivo, me ajudou bastante. Vlw!

[22] Comentário enviado por jota88 em 14/04/2010 - 15:01h

Olá!!

Qual o comando que posso usar para ordenar alfabeticamente as linhas de um ficheiro de texto?

Obrigado ;)

[23] Comentário enviado por davidsonpaulo em 14/04/2010 - 15:04h

jota88, o comando é o sort, leia sobre ele na página 2 do artigo. Abraço.

[24] Comentário enviado por jota88 em 14/04/2010 - 15:23h

Já tinha descoberto isso. xD

Mas obrigado na mesma. ;)

Já agora.. eu tenho 2 ficheiros de texto (file.txt e newfile.txt) gostaria que concatenar o conteudo desses 2 ficheiros para um novo ficheiro catfile.txt.. só que não sei como fazer.. alguém sabe?

[25] Comentário enviado por diegopontes em 30/04/2010 - 16:06h

Jota88:
Primeiro você joga o arquivo para o novo arquivo (>), depois você joga o outro arquivo para o novo, mas dessa vez concatenando (>>) para não perder a 1° informação.

cat file.txt > catfile.txt ; cat newfile.txt >> catfile.txt

[26] Comentário enviado por ksa em 30/05/2010 - 21:49h

Meu caro ! parabéns e obrigado !
Sou um iniciante do linux que já estou começando a me "divertir" com a janela de terminal
valeu !!!

[27] Comentário enviado por miguel arcanjo3 em 22/02/2011 - 10:02h

valeu pela dica.

[28] Comentário enviado por mfop06 em 01/06/2012 - 19:22h

Olá, sou novato no Linux e gostaria de saber como criar um arquivo no Linux. Estou tentando instalar o modem da claro 3g e eles pedem para criar um arquivo no undev. Mas como se faz isso?

[29] Comentário enviado por henriquejp em 10/10/2012 - 15:47h

é..o bagulho eh doido,quanto mais sendo iniciante muahahahahaaahahaah

[30] Comentário enviado por MAPOGOS em 28/04/2014 - 19:29h

muito bom este artigo, não sei se é engano meu mjas o negócio esta começando a ficar bom aqui no VOL.
Legal isto amigo é isso que buscamos e o que queremos aprender...

[31] Comentário enviado por ricardones em 01/04/2015 - 10:03h

Para complementar o atributo -y permite executar os comandos ja atribuindo sim para todas as perguntas.

[32] Comentário enviado por DanielDutra em 17/07/2016 - 14:20h

Amigos boa tarde.

Uma duvida de iniciante.
O que significa a primeira linha que aparece quando abrimos o terminal? http://i.imgur.com/vEkG2Io.png
No meu caso é essa aqui: danieldutra@linux-eto9:~> gostaria de saber principalmente o que significa após o @(arroba)

[33] Comentário enviado por Teixeira em 17/07/2016 - 19:58h

Prezado iniciantegnu, esse é o prompt de comando do Linux.
Considerando-se que a arroba (@) significa "at" (ou "em", no Português), essa linha que você nos apresenta pode ser interpretada assim:
nome-do-usuário@nome-do-computador,
ou seja,
danieldutra(em)linux-eto9
o que significa que seu computador foi identificado no sistema Linux como sendo "linux-eto9", que é como foi registrado durante a instalação.
Para maiores informações e para tirar dúvidas básicas sobre o sistema gnu/linux, recomendamos o "guia foca linux" (www.guiafoca.org), que é excelente.



Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts