Descartando Séries no Slackware não tão Necessárias

O instalador do Slackware Linux foi criado para ser simples e seguir a filosofia KISS, ele é objetivo e completo. Neste HOW-TO, explico qual série você pode descartar para não ter problemas futuros! Lembrando a você, que é baseado em minha experiência e não necessariamente o que eu costumo remover, será benéfico para você. Por exemplo, eu não uso nenhuma interface padrão nativa do Slackware, nem XFCE ou KDE. Eu costumo subir um novo sistema no runlevel 3, faço todas configurações básicas, baixo o SBOPKG e compilo o i3WM. Também não instalo aplicativos gráficos, como MPlayer, Audacious, XMMS, Gimp etc, eu faço tudo na pós instalação e instalo o que vou realmente precisando com o tempo. Na grande maioria, uso mais as ferramentas via CLI que o Slackware dispõe.

[ Hits: 2.622 ]

Por: Jefferson Rocha em 16/01/2020 | Blog: https://slackjeff.com.br


Introdução



Séries

Para começar, você precisa entender as séries do Slackware para ter uma visão mais ampla, não adianta eu mostrar a coisa resumida e você não entender o que está acontecendo.

As séries do Slackware, nada mais são que uma estrutura aonde ficam os pacotes! Por exemplo, a base do sistema fica na estrutura A, aplicativos de modo gráfico na estrutura XAP, bibliotecas em L e por ai vai.

Diferentemente de muitas distribuições, a distribuição é instalada por pacotes e não copiada/jogada para a sua partição! Por isso temos um controle total do que pode ser instalado. Vamos desmembrar a série do Slackware e entender melhor.

[ A ] - Base do Sistema

Contém a BASE do sistema, como estrutura de diretórios, ferramentas necessárias básicas para o sistema funcionar corretamente como: pkgtools, Kernel Linux, bin, bash, grep, sed, shadow e dialog estão presentes nesta série. Está série é necessária.

[ AP ] - Aplicativos que NÃO necessitam do X para ser executados

Nesta série está presente utilitários como: nano, Vim, slackpkg, mutt, bc, sudo, lzip. Ou seja, se você é habituado a usar o linha de comando, está série contém tudo que você precisa para se divertir. Adoro essa categoria.

[ D ] - Programa de desenvolvimento

No Slackware sabemos que muita coisa, precisamos "sujar as mão" com compilação! Está série é ideal para isso, pois possui um conjunto de compiladores, linguagens de programação e utilitários para desenvolvedores. etc. Autoconf, automake, make, cmake, gcc, git, python, ruby, perl e yasm estão presentes aqui.

[ E ] - Emacs

Sem muito o que comentar, o Emacs é um editor poderoso de texto.

[ F ] - Documentação, HOWTO

Documentações em geral sobre o Linux, estão presentes aqui que serão instaladas em /usr/doc/Linux-FAQs/.

[ K ] - Fonte do Kernel Linux

Aqui está a fonte do Kernel Linux. Se você, por exemplo, pensa em utilizar o Virtualbox em seu sistema ou até mesmo recompilar o kernel, é interessante manter essa categoria.

[ KDE ] - Ambiente gráfico KDE

Se você curte o KDE, ele está todo aqui, utilitários, bibliotecas etc...

[ KDEI ] - Suporte a Linguagens de internacionalização

Suporte a Linguagens de internacionalização para o ambiente KDE.

[ L ] - Bibliotecas do sistema

Aqui está presente as bibliotecas/libs necessárias para fazer a grande parte do sistema subir corretamente. É uma série gigante, ou seja, se uma lib daqui for removida e X, Y, Z software depende do mesmo, vai precisar por os dedinhos pra trabalhar, ldd vai ser seu amigo.

[ N ] - Rede

Clientes e servidores, como dhcpd, httpd, IProute, Bind, NetworkManager, irssi, IPutils, Links, Lynx, Netkit, Nmap, Samba, Sendmail, wireless-tools, wpa_supplicant, whois, etc, estão presentes aqui; então para se conectar na internet, esta série é importante.

[ T ] - TEX Linguagem de formatação de texto

TEX é uma linguagem de formatação de texto, uma alternativa conhecida para digitar fórmulas matemáticas complexas, apontada como um dos sistemas de tipografia mais sofisticados do mundo.

[ TCL ] - Linguagem de programação

Nesta série possui a linguagem de programação TCL, juntamente com o TK para fazer programas com interface.

[ X ] - Xorg e relacionados

Se você deseja ter uma interface gráfica, esta série é necessária.

[ XAP ] - Aplicativos gráficos

Aqui você encontra aplicativos gráficos que não sejam do KDE, como Gimp, MPlayer, Audacious, XMMS, Geeqie, gftp, Hexchat, Mozilla Firefox, xPDF etc.

[ XFCE ] - Ambiente gráfico XFCE e programas

Todo ambiente gráfico XFCE está presente aqui, se você curti um ambiente leve e personalizável, é para você.

[ Y ] - Jogos em modo texto

Esta série contém joguinhos que rodam via CLI, ou em modo texto.

O que eu posso retirar?

Bom, agora que você conhece um pouco das séries do Slackware, você já tem uma noção básica de quais séries deixar! Vale lembrar que quando você retira uma série em uma instalação full, as mesmas não serão instaladas e se você usar o Modo Expert, por exemplo, para retirar mais profundamente os pacotes, os mesmo não irão aparecer.

Bom, eu sempre uso a mesma base e uso o Modo Expert para retirar algumas coisas que não vejo importância em deixar. Vale lembrar: tomar cuidado e saber o que está fazendo para não deixar libs soltas no sistema, por exemplo. E também, se algum programa presente no SlackBuilds depender do X e não esta instalado, você vai precisar inserir.

Lista:
  • A (Retiro: elilo, ed, tcsh, efibootmgr, grub, ncompress)
  • AP (Retiro: ash, jed, joe, jove, ksh93, most, zsh, sc, vim, sudo)
  • D
  • K
  • L (Retiro: seamonkey-solibs)
  • N (Retiro: bluez, bluez-firmware, epic5, samba)
  • X

Minha lista é está! Se você deseja um ambiente gráfico, como XFCE ou KDE, é só incluir a Série e tudo estará bem.

Outra coisa, eu também costumo retirar a série XAP, como sabemos é ele que inclui aplicativos gráficos, como vem muita coisa que não uso, instalo depois com o slackpkg o que preciso e já era.

Lembre-se, o Slackware não serve para ser uma distribuição minima! O que fizemos é apenas reduzir algumas coisas que não achamos necessárias. O Patrick, inseriu ao longo dos anos vários programas e alternativas, são vários editores de texto, vários clientes IRC, vários browsers CLI, não para atender um número maior de pessoas e claro, o usuário decidir o que usar e retirar.

   

Páginas do artigo
   1. Introdução
Outros artigos deste autor

Compilação do Kernel Linux para máquinas locais Debian

Compilação Kernel Linux no Slackware

Como ser um expert em GNU/Linux!

Crie Seu Próprio Gerenciador de Pacotes do Zero - Parte 1

Slackware x Debian

Leitura recomendada

Instalando o Linux Fedora 8 no Notebook Positivo v53

Instalando o Macromedia Flash MX no Debian

Um pouco da história do Debian GNU/Linux

Instalando o Slackware em PC antigos

Um kiosk web para consultas

  
Comentários
[1] Comentário enviado por willian.firmino em 16/01/2020 - 18:12h

Parecido aqui. Eu ainda retiro o vsftpd, proftpd, bind9, php e httpd

[2] Comentário enviado por pinduvoz em 20/01/2020 - 01:53h

Eu sempre instalei o Slackware com todas as séries, menos o XFCE (ou menos o KDE, se quisesse usar XFCE). A diferença no uso de espaço do HD é (ou era, já que não uso o Slackware há alguns anos) muito pequena. O que me lembro bem do tempo que usava o Slackware era a facilidade em compilar coisas que não estavam disponíveis para ele. Quase nunca precisei correr atrás de pré-requisitos para a compilação, pois já estava tudo lá, disponível. Hoje deve ser ainda mais fácil, presumo eu. Só vou aproveitar para perguntar: dá alguma diferença, além do espaço em disco, deixar de instalar esses pacotes? Bom artigo e boa distro.

[3] Comentário enviado por slackjeff em 20/01/2020 - 13:10h


[2] Comentário enviado por pinduvoz em 20/01/2020 - 01:53h

Eu sempre instalei o Slackware com todas as séries, menos o XFCE (ou menos o KDE, se quisesse usar XFCE). A diferença no uso de espaço do HD é (ou era, já que não uso o Slackware há alguns anos) muito pequena. O que me lembro bem do tempo que usava o Slackware era a facilidade em compilar coisas que não estavam disponíveis para ele. Quase nunca precisei correr atrás de pré-requisitos para a compilação, pois já estava tudo lá. disponível. Hoje deve ser ainda mais fácil, presumo eu. Só vou aproveitar para perguntar: dá alguma diferença, além do espaço em disco, deixar de instalar esses pacotes? Bom artigo e boa distro.


Fala pinduvoz, blz? Então só tirando kde/ e kdei/ já ocupam 1.1G a menos. Isso se tratando do pacote, sem estar descompactado! Vale ressaltar que o kdei por padrão não vem ticado, mas normalmente a galera instala junto com o kde.
As categorias que eu removo em termo "pacote" sai 1.4G a menos... É claro que se tratando dos hds de hoje em dia isso não é nada, mas eu tenho aqui um hd de 80GB apenas.

$ du -ch e/ f/ k/ kde/ kdei/ xap/ xfce/ y/
39M e/
6.6M f/
87M k/
652M kde/
386M kdei/
222M xap/
11M xfce/
1.7M y
1.4G TOTAL

Eu usei por muitos anos o xfce tbm, curtia bastante, hoje removo pois só uso o i3. O qual com as dependencias de execução ocupam apenas 1.5M

$ du -h i3/
1.5M i3/

$ du -h *
52K confuse-3.2-x86_64-2_minux.txz
20K dmenu-4.8-x86_64-2_minux.txz
264K i3-4.17.1-x86_64-2_minux.txz
20K i3lock-2.10-x86_64-2_minux.txz
48K i3status-2.13-x86_64-2_minux.txz
120K libev-4.27-x86_64-2_minux.txz
408K libxkbcommon-0.9.1-x86_64-2_minux.txz
352K perl-AnyEvent-7.17-x86_64-2_minux.txz
8.0K perl-Canary-Stability-2006-x86_64-2_minux.txz
80K perl-JSON-XS-4.02-x86_64-2_minux.txz
12K perl-Types-Serialiser-1.0-x86_64-2_minux.txz
8.0K perl-common-sense-3.74-x86_64-2_minux.txz
16K xcb-util-xrm-1.3-x86_64-2_minux.txz
36K yajl-2.1.0-x86_64-2_minux.txz

[4] Comentário enviado por pinduvoz em 20/01/2020 - 16:16h

Obrigado pela resposta. Abs.

[5] Comentário enviado por herissonlinux em 22/01/2020 - 10:30h

Cara muito legal, ta de parabéns, vou fazer como vc explicitou, serviu de grande ajuda.

[6] Comentário enviado por edps em 22/01/2020 - 15:14h

Não pesa realizar a instalação completa, fora KDE ou XFCE (exceto no quesito espaço em disco), além de que se não souber o que remover haverá falhas na hora de compilação de um ou outro programa de terceiro, o que não quer dizer que um bom slackpkg file-search não resolva. O Slackware oferece um ambiente completo por padrão,

Nota importante: para obter auxílio em fóruns como o SlackBuilds.org ou no LQ o pré-requisito é que esteja usando uma instalação completa.

Agora vamos contra esse inchaço... TODOS sabem que no modo completo vem uma série de tralhas, eu uso mirror local e no meu script de sincronização excluo isso:

EXCLUDE="--exclude=extra/aspell-word-lists
--exclude=extra/bittornado
--exclude=extra/brltty
--exclude=extra/emacspeak
--exclude=extra/flashplayer-plugin
--exclude=extra/fltk
--exclude=extra/getty-ps
--exclude=extra/java
--exclude=extra/recordmydesktop
--exclude=extra/sendmail
--exclude=extra/tigervnc
--exclude=extra/xf86-video-fbdev
--exclude=extra/xf86-video-nouveau-blacklist
--exclude=extra/xfractint
--exclude=extra/xv
--exclude=isolinux/sbootmgr
--exclude=source
--exclude=pasture
--exclude=testing
--exclude=usb-and-pxe-installers
--exclude=slackware64/e
--exclude=slackware64/f
--exclude=slackware64/kde
--exclude=slackware64/kdei
--exclude=slackware64/y"

Ou seja, durante a instalação, não instalo as séries E, F, KDE, KDEI e Y (e se usasse a 14.2 também a K (dos sources do kernel, proque nessa versão tenho que compilar um kernel atual). Já houve vezes que usei a opção expert para capar pacotes da categoria XAP, a mais inútil a meu ver e alguns da AP. Na categoria X mantive apenas o pacote xf86-video-intel, etc. Removi joças como o radeontool, lilo, elilo, etc

O que gostaria mesmo é de saber o que de cara posso remover da L e da N (essa sim cheia de coisas inúteis para mim). Um bom local para começar é em:

https://www.slackwiki.com/Minimal_System

Mas isso requer tempo, assim em vez de tentar reconstruir um Slack, prefiro montar um Void quase do zero.

Um abraço e obrigado pela contribuição.

[7] Comentário enviado por willian.firmino em 23/01/2020 - 17:42h


[6] Comentário enviado por edps em 22/01/2020 - 15:14h


Não pesa realizar a instalação completa, fora KDE ou XFCE (exceto no quesito espaço em disco), além de que se não souber o que remover haverá falhas na hora de compilação de um ou outro programa de terceiro, o Slackware oferece um ambiente completo por padrão, o que não quer dizer que um bom slackpkg file-search não resolva.

Importante: para obter auxílio em fóruns como o SlackBuilds.org ou no LQ o pré-requisito é que esteja usando uma instalação completa.

Por outro lado, TODOS sabem que no modo completo vem com uma série de tralhas, eu uso mirror local e no meu script de sincronização excluo isso:

EXCLUDE="--exclude=extra/aspell-word-lists
--exclude=extra/bittornado
--exclude=extra/brltty
--exclude=extra/emacspeak
--exclude=extra/flashplayer-plugin
--exclude=extra/fltk
--exclude=extra/getty-ps
--exclude=extra/java
--exclude=extra/recordmydesktop
--exclude=extra/sendmail
--exclude=extra/tigervnc
--exclude=extra/xf86-video-fbdev
--exclude=extra/xf86-video-nouveau-blacklist
--exclude=extra/xfractint
--exclude=extra/xv
--exclude=isolinux/sbootmgr
--exclude=source
--exclude=pasture
--exclude=testing
--exclude=usb-and-pxe-installers
--exclude=slackware64/e
--exclude=slackware64/f
--exclude=slackware64/kde
--exclude=slackware64/kdei
--exclude=slackware64/y"

Ou seja, durante a instalação, não instalo as séries E, F, KDE, KDEI e Y (e se usasse a 14.2 também a K (dos sources do kernel, proque nessa versão tenho que compilar um kernel atual). Já houve vezes que usei a opção expert para capar pacotes da categoria XAP, a mais inútil a meu ver e alguns da AP. Na categoria X mantive apenas o pacote xf86-video-intel, etc. Removi joças como o radeontool, lilo, elilo, etc

O que gostaria mesmo é de saber o que de cara posso remover da L e da N (essa sim cheia de coisas inúteis para mim). Um bom local para começar é em:

https://www.slackwiki.com/Minimal_System

O que requer tempo, mas em vez de tentar reconstruir um Slack, prefiro montar um Void quase do zero.

Um abraço e obrigado pela contribuição.


O Void é rolling release como o Arch linux certo? e sobre a estabilidade dele? é comparável a do Slackware? instalei o Arch em um aspire 4720Z
e ficou horrivel, já o Slackware 14.2 ficou excelente. Tentei algumas outras distribuições também, mas o Slackware 14.2 foi a que ficou melhor inclusive com o kernel 5.4 compilado. Tem uma partição sobrando nele vou testar o Banslab para ver como fica também e quem sabe o void.

[8] Comentário enviado por edps em 24/01/2020 - 09:10h


[7] Comentário enviado por willian.firmino em 23/01/2020 - 17:42h

O Void é rolling release como o Arch linux certo? e sobre a estabilidade dele? é comparável a do Slackware? instalei o Arch em um aspire 4720Z
e ficou horrivel, já o Slackware 14.2 ficou excelente. Tentei algumas outras distribuições também, mas o Slackware 14.2 foi a que ficou melhor inclusive com o kernel 5.4 compilado. Tem uma partição sobrando nele vou testar o Banslab para ver como fica também e quem sabe o void.


Sou suspeito para falar do Void, nunca tive problemas com ele (mas escapei numa das vezes por não ter atualizado o sistema naquele dia), assim como no Arch Linux é bom estar a par das informações do site do Reddit: https://www.reddit.com/r/voidlinux/

Já faz bastante tempo que não uso o Slack 14.2, e só o tenho em VM por causa dos scripts que mantenho no SlackBuilds, acho a -current bem melhor de se utilizar, hoje estou com o kernel 5.4.14.

O Void é rolling-release, diariamente e mais de uma vez por dia há atualizações de pacotes, se não quer instalar usando a imagem mínima (use a com E17, LXDE, LXQT, MATE, XFCE ou Cinnamon) disponível em: https://a-hel-fi.m.voidlinux.org/live/current/.

[9] Comentário enviado por Tio_do_Toldo em 29/01/2020 - 12:28h

Instalador lixão, sem modularidade.

[10] Comentário enviado por pinduvoz em 29/01/2020 - 20:17h


[9] Comentário enviado por Tio_do_Toldo em 29/01/2020 - 12:28h

Instalador lixão, sem modularidade.


Quer apanhar? rsrsrs

Os Slackers costumam ser violentos.

[11] Comentário enviado por removido em 21/02/2020 - 12:55h


[10] Comentário enviado por pinduvoz em 29/01/2020 - 20:17h


[9] Comentário enviado por Tio_do_Toldo em 29/01/2020 - 12:28h

Instalador lixão, sem modularidade.


Quer apanhar? rsrsrs

Os Slackers costumam ser violentos.


o slackware é uma das distros que mais gosto mais é verdade o instalador dele é horrível,poderia ser mais simples e melhor !

[12] Comentário enviado por mauricio123 em 03/05/2020 - 21:44h

Como uso o KDE 5 instalo ele sem as séries do KDE, e sem a série F.


___________________________________
Conhecimento não se Leva para o Túmulo.


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts