Criando um mirror do Conectiva para uma rede interna

A atualização dos micros de nossa rede privada pode acabar gerando um tráfego desnecessário que, dependendo do link e do provedor, irá onerar o custo final da internet. Neste artigo vou mostrar uma das maneiras de resolver este problema, criando um mirror dentro de nossa própria rede.

[ Hits: 21.430 ]

Por: hermes nunes pereira junior em 20/02/2006


Construindo o mirror



Para a construção de meu mirror, a primeira coisa que avaliei foi qual método eu usaria para fazer com que meu computador tivesse a mesma árvore de diretórios que a conectiva usa, além da política de sincronia.

Optei por usar o rsync, que serve para sincronizar diretórios e arquivos. Aqui no VOL tem um artigo interessante sobre o rsync, feito pelo mestre Fábio:
Minha idéia basicamente tinha o seguinte objetivo. Eu usaria o rsync para copiar a estrutura de diretórios de um mirror qualquer do CL10 para meu micro, depois usaria o crontab para rodar o script de atualização uma vez por dia para fazer a verificação das modificações que foram feitas lá no mirror e novamente seria feita a sincronia caso necessitasse. Para que meus usuários tivessem acesso ao "apt" de minha rede, eu colocaria o ftp como anonymous para a pasta onde ficaria a base de meu sistema. Moleza né?

Criei um script.sh chamado sincronia.sh e joguei nele as linhas que executavam o rsync, vou copiar o script:

# Script de atualização do Conectiva 10
rsync -rzua -vv --delete rsync://ftp.unicamp.br/ftp/pub/Conectiva/10 /opt/pub/Conectiva/
rsync -rzua -vv --delete rsync://ftp.unicamp.br/ftp/pub/Conectiva/atualizacoes/10 /opt/pub/Conectiva/atualizacoes/

Basicamente este script faz uma sincronia dos diretórios ftp.unicamp.br/ftp/pub/Conectiva/10 e ftp.unicamp.br/ftp/pub/Conectiva/atualizacoes/10 para meu micro.

Os parâmetros que eu utilizei (-rzua) servem para:
  • r -> copia recursivamente;
  • z -> comprime os arquivos na transferência;
  • u -> faz o update dos arquivos antigos pelos novos;
  • a -> copia todos os arquivos;
  • -vv -> mostra porque cada linha/pacote individual é incluído ou excluído.

Bem, tem que ter paciência, a primeira sincronia demora mesmo. Depois é mais rápido, eu gastei alguns dias para fazer a sincronia.

Para que o script de atualização rode de vez em quando, uma vez por dia, por exemplo, é bom colocar uma entrada no /etc/crontab.

### Script de atualização e sincronia diária do mirror CL10
0 * * * * * root /opt/sincronia.sh

Não se esqueça de deixar o arquivo com permissão 755.

Página anterior     Próxima página

Páginas do artigo
   1. Introdução - Problemas: A vida de um administrador de rede não é mole!
   2. Construindo o mirror
   3. Configurando o servidor ftp
   4. Configurando o cliente
Outros artigos deste autor

Uma breve introdução ao Audacity

Usando o Linux como um studio de gravação (parte 1)

O fantástico mundo dos instrumentos MIDI (parte 1)

Usando o NIS/NFS como ferramentas de centralização de controle de rede

Instalando e configurando um sistema RAID 1 no Debian Lenny

Leitura recomendada

Técnicas de memorização para facilitar o uso VI (Comandos básicos)

Recuperando o seu sistema Salix

Free Pascal Compiler

Como fazer RAID 0 com mdadm no Debian

O primeiro FISL ninguém esquece!

  
Comentários
[1] Comentário enviado por removido em 20/02/2006 - 18:11h

esta idéia é muito ineteressante também para as demais distros, principalmente se a conexão for discada...
Poderia também ser aplicada ao ubuntu etc...

[2] Comentário enviado por dupotter em 21/02/2006 - 09:43h

mto boa a idéia, assim que conseguir padronizar todas minhas estações com CentOS, vou utilizar esta dica, favoritos já!

[3] Comentário enviado por kernel_sys em 22/02/2006 - 13:35h

muito bom cara, gostei mesmo da ideia, valeu..abraço

[4] Comentário enviado por pcnmota em 22/02/2006 - 17:18h

Parabens Hermes... sempre ajudando a comunidade... VC contribui muito amigo.

[5] Comentário enviado por thiago83 em 24/02/2006 - 08:12h

qto de espaço este mirror ocupa no seu hd??

cheers, Thiago.

[6] Comentário enviado por marcaoguitarra em 24/02/2006 - 10:25h

dá pra fazer isso para as estações windows ta,bém????

[7] Comentário enviado por hnpjunior em 24/02/2006 - 17:18h

Oi marco,

Windows não né? Que eu saiba só linux.

Thiago,

Eu tinha feito inicialmente do conectiva 8, 9 e 10, gastei por volta de 16 gigas.

Valeu

[8] Comentário enviado por bestmoor em 28/02/2006 - 13:35h

muito boa dica , meus parabéns .
Aposto que alem de resolver o problema do limite de transferencia o apt se tornou muito mais rapido.
Valeu


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts