Modificando a remasterização com Molecule - Sabayon completo, com KDE e GNOME

Este artigo descreve como modificar e simplificar a remasterização de Sabayon, e ao mesmo tempo, criar uma ISO grande de Sabayon com KDE e GNOME, bastante completa e com muitos pacotes. A ideia é formar uma ISO grande, que possa ser usada direto do Live DVD, mesmo por quem não tenha Internet.

[ Hits: 34.083 ]

Por: Alberto Federman Neto. em 01/06/2011 | Blog: https://ciencialivre.blog/


Introdução e ponto de partida



Sei que muitos usuários não gostam de ISOs grandes, porém a minha ideia é formar uma grande ISO com KDE e GNOME e muitos aplicativos e pacotes dos dois ambientes gráficos, possível de ser utilizada diretamente do Live DVD, mesmo por quem não quer instalá-la no disco rígido e nem tenha Internet.

Assim muitos usuários poderão conhecer o Sabayon, mesmo sem instalá-lo ou configurá-lo, direto do Live DVD com todos os aplicativos usuais.

Isso vai em acordo com a Filosofia "Out of Box", das antigas versões de Sabayon, como a 3.4F e a 4.0r1.

A arquitetura Gentoo permite isso, pois sendo compilável (Portage) ou semi-compilável (Entropy), ela se adapta ao computador, à máquina, mesmo com ISOs grandes.

Em meus testes, mesmo grande, com muitos pacotes e rodando do Boot do Live DVD, a performance é boa. Tanto é boa, que este Artigo e screenshots estão sendo feitos no momento, dela!

O PONTO DE PARTIDA: Sabayon precisa ser remasterizado a partir de uma instalação de Sabayon mesmo (ou de outros Linux tipo Gentoo, adaptados a isso), porquê o Remasterizador Molecule, para funcionar, utiliza Entropy e Portage.

Portanto, parta de um Sabayon instalado no disco rígido e atualizado.

Em dois artigos anteriores, vimos os processos de Remasterização do Sabayon, usando o pacote Molecule:
O que ocorreu é que as duas versões remasterizadas que eu fiz (Sabayon com GNOME+KDE e Sabayon com ambientes gráficos pequenos (LXDE, XFCE, E17, WindowMaker etc), pelo fato do Sabayon ser Rolling Release, e elas já terem mais de seis meses, já são completamente obsoletas (porém eu as tenho, se alguém quiser).

Resolvi remasterizar novas cópias, recentes, usando Sabayon 5.5 atualizado.

A remasterização precisa de bastante memória RAM, computadores poderosos, bom espaço de disco etc. Após vários testes, com resolução de eventuais erros:

Sabayon_Linux_GNOME_KDE.iso# SAIDA DOS COMANDOS, ERROS
sudo molecule completa.spec
>> (0/4) [Runner|completa.spec] preparing execution
>> (1/4) [Runner|completa.spec] executing molecule.specs.plugins.remaster_plugin.IsoUnpackHandler
>> [IsoUnpackHandler|completa.spec] executing pre_run
>> [IsoUnpackHandler|completa.spec] spawning: /bin/mount -o loop,ro -t iso9660 /home/albfneto/Desktop/molecula/final/sabayon.iso /var/tmp/moleculeGBgrUd
>> [IsoUnpackHandler|completa.spec] spawning: /bin/mount -o loop,ro -t squashfs /var/tmp/moleculeGBgrUd/livecd.squashfs /var/tmp/moleculeSEpTXz
mount: Não foi possível alocar memória
[IsoUnpackHandler|completa.spec] squash mount failed: 32
>> [IsoUnpackHandler|completa.spec] executing
OU:
spawning: /usr/bin/mkisofs -J -R -l -no-emul-boot -boot-load-size 4 -udf -boot-info-table -b isolinux/isolinux.bin -c isolinux/boot.cat -V " Sabayon_Linux_GNOME_KDE " -o /home/albfneto/Desktop/molecula/final/Sabayon_Linux_GNOME_KDE.iso /var/tmp/moleculeonHYzQchroot/cdroot
Setting input-charset to 'UTF-8' from locale.
mkisofs: Valor muito extenso para o tipo de dados definido. File /var/tmp/moleculeonHYzQchroot/cdroot/livecd.squashfs is too large for current mkisofs settings - ignoring
Size of boot image is 4 sectors -> No emulation
35,84% done, estimate finish Mon May 2 07:52:54 2011
71,60% done, estimate finish Mon May 2 07:52:55 2011
Total translation table size: 2048
Total rockridge attributes bytes: 15390
Total directory bytes: 28672
Path table size(bytes): 100
Max brk space used 1c000
13969 extents written (27 MB)
>> [IsoHandler|completa.spec] built ISO image: /home/albfneto/Desktop/molecula/final/Sabayon_Linux_GNOME_KDE.iso
>> [IsoHandler|completa.spec] generating md5 for: /home/albfneto/Desktop/molecula/final/Sabayon_Linux_GNOME_KDE.iso
>> [IsoHandler|completa.spec] executing post_run
>> [IsoHandler|completa.spec] executing kill
>> [Runner|completa.spec] All done
# FINAL DA SAIDA DOS COMANDOS, ERROS


Através da remoção de arquivos e diretórios temporários, fechamento de aplicativos e serviços que consumiam memória etc, modifiquei e simplifiquei a remasterização, criando um método que chamei de "Remasterização Incremental".

"Incremental", porquê? Incremental, porque o é, propriamente dita.

Um Sabayon previamente remasterizado é renomeado e usado como entrada, como ISO de partida, em uma segunda remasterização.

As vantagens disso são diminuição de problemas de memória RAM, maior controle sobre uma eventual falta de espaço na ISO ou espaço de disco para arquivos temporários.

Esta técnica possibilita que mesmo iniciantes em Sabayon façam remasterização, é só seguir esses passos, para fazer um Sabayon completo, com GNOME e também com KDE e muitos aplicativos.

    Próxima página

Páginas do artigo
   1. Introdução e ponto de partida
   2. Baixando a ISO inicial, salvando e preparando as pastas adequadas
   3. Arquivo para controlar a remasterização inicial
   4. Primeira remasterização - Sabayon KDE + GNOME com pacotes essenciais e gerais
   5. As remasterizações seguintes, incrementais
   6. Sabayon completo, com KDE e GNOME e muitos aplicativos
   7. Conclusão
Outros artigos deste autor

Atualizando Compiz Fusion em Sabayon Linux

Firefox: Testando e/ou utilizando várias versões

Como usar o Bugzilla do Sabayon

Linux com boot no Pendrive, com todas as facilidades: Smart-USB_Key-Mania, PLOP Boot Manager e outros métodos

Sabayon 5.0 - Uma nova distro multimídia (parte 1)

Leitura recomendada

Recuperando o seu sistema Salix

Experiência de migração para software livre

Customizando o (K/X/ED)Ubuntu Linux Live-CD

IBQUOTA - Gerenciador de Impressão por Usuário

Análise do Syllable, mais um interresante sistema operacional livre

  
Comentários
[1] Comentário enviado por albfneto em 01/06/2011 - 19:13h

A) COMPLEMENTO. 14 DE JUNHO DE 2012, ENCERRAMENTO DESSA SÉRIE DE REMASTERIZAÇÕES.

Esta série de remasterizações Live DVD de Sabayon completo com GNOME e com KDE necessitou ser encerrada,por dois motivos:

em Sabayon 9,o DVD não cabe mais todo KDE e todo o GNOME 3.

Outro motivo:

O excelente Forum Italiano
SabayonMania foi descontinuado definitivamente por seu Programador e Mantenedor;

Ele não existe mais,já está offline e aquela minha Área de FTP público tambpem saiu do ar.

Portanto,não tenho mais onde hospedar as imagens.

Lamento o contratempo e sugiro que quem quiser,como Eu,Sabayon completo com KDE e com GNOME,baixe a versão KDE,instale e depois instale os pacotes do GNOME3,ou faça a ISO remasterizada com mais de 4.6 Giga e a armazene no disco rígido ou num pendrive ou HDD externo.

[2] Comentário enviado por [email protected] em 05/06/2011 - 11:52h

Eu até estou pensando em voltar a fazer remaster, é sempre bom fazer uma remaster com os programas de nossa área e distribuir no departamento... Acho que você faz isso, não é albfneto? rsrsrsrs

Juro que pensava que remaster um Sabayon era algo bem mais complicado...
Mas eu prefiro um debian-like que eu sei configurar hehehehe

Parabéns pelo artigo...

[3] Comentário enviado por albfneto em 05/06/2011 - 21:40h

de fato,com remastersys, vc tanto pode remasterizar uma ISO como o seu sistema instalado tb.

ocorre que remastersys, só trabalha em Debian like, e Molecule, Metro etc... só funcionam em Gentoo Like.

remasterizar Debian Like é diferente de Gentoos. tudo diferente, comandos etc...

Linux é bom por causa disso, cada um usa o que gosta.
eu testo muita coisa, testei até Arch e Slackware, mas sempre volto para minhas arquiteturas Linux preferidas, Gentoo e Red-Hat.

[4] Comentário enviado por mcnd2 em 27/06/2011 - 22:47h

Muito bom o artigo Alberto.

Bem explicado.

Como entrei nesse mundo 'Sabayon' a poucos dias, não tenho tanta experiência assim. Fica um alerta se aparecerem dúvidas vou perguntar ao mestre 'albfneto' rsrsrsr...

Já de prima o entropy estava dando erro ou sei lá o que. Então fui forçado a usar o comando 'equo'.

Mais deixando isso pra lá, aparecendo dúvidas vou logo criar o tópico:

'Essa é para o albfneto - Sabayon'.

Parabéns pelo ótimo trabalho.
Abraço...


[5] Comentário enviado por albfneto em 25/05/2015 - 17:36h

MODERNIZAÇÃO DO ARTIGO:

25 de Maio de 2015.

Página 2, Ítem 4; Invés de você usar RSYNC, você pode usar o Script quo o Joost Ruis, Holanda, um do s desenvolvedores do Sabayon, fez:

http://wolf911.us/wgo/?p=818


¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨
Albfneto,
Ribeirão Preto, S.P., Brasil.
Usuário Linux, Linux Counter: #479903.
Distros Favoritas: [i] Sabayon, Gentoo, OpenSUSE, Mageia e OpenMandriva[/i].


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts