Aumentando sua produtividade com o teclado padrão Dvorak

Olá, estava pesquisando o padrão Dvorak e a produtividade com o mesmo. Uso o padrão QWERTY que domina o mercado, e irei fazer o relato de como foi a transição durante o tempo de um mês, os relatos serão divididos por semana e no final direi o que achei sobre a eficiência.

[ Hits: 15.333 ]

Por: Pablo Margreff em 31/03/2015 | Blog: https://pmargreff.wordpress.com/


Quarta semana / Conclusão



Pelo motivo de não ter nenhum fato relevante não fiz relato sobre a terceira semana.

Então, chegou a última semana de testes com esse formato de teclado.

Sem muitos avanços, alterei o teclado do meu computador, na faculdade, e a única coisa de relevante como dica: se tentar mudar de padrão, troque as teclas de lugar. Deixar uma cópia na parede só deixa as coisas mais confusas.

Por instinto, quando você não sabe onde uma tecla está você olha pro teclado, e assim que você olha pro teclado, lembra que tem que olhar pra folha e aí você literalmente "buga" por não saber qual seguir.

Segue o teste que acabei de fazer.
Linux: Aumentando sua produtividade com o teclado padrão Dvorak
Sendo objetivo, não cheguei nem perto do que tinha como meta, que era aumentar a velocidade que digitação. Mas de modo subjetivo, o teclado é realmente mais confortável e ergonômico, o que me faz pensar que a mudança a longo prazo valha a pena.

E como já comentei nas páginas anteriormente, não há sentido em comparar anos de prática com mínimas quatro semanas.

Se eu puder ajudar você que já estava pensando em mudar, encorajo que faça, por mais que a adaptação não seja tão rápida. É uma grande evolução.

Escrever este breve artigo foi o que me ajudou a não desistir nas primeiras semanas. Sei que parece confuso ser mais lento na digitação e ainda sim insistir nesta ideia. Mas acredite, é muito mais confortável e prático.

Não encontrei ninguém que digite neste padrão a muito tempo. Talvez daqui a um ano eu faça um novo teste e disponibilize aqui.

Qualquer dúvida me contate pelo email: [email protected]

Abraço.

Página anterior    

Páginas do artigo
   1. Introdução
   2. Primeira semana (e meia)
   3. Segunda semana
   4. Quarta semana / Conclusão
Outros artigos deste autor

Manipulação de imagens no formato PPM

Gerando Números Aleatórios

Algoritmos de compressão

Leitura recomendada

Cluster de Virtualização com Ganeti

Instalação KickStart

Removendo dependências desnecessárias no Debian

Instalação e configuração do RT (Resquest Tracker)

Tutorial Apache + PHP + MySQL no OPENBSD 3.5

  
Comentários
[1] Comentário enviado por fabio em 31/03/2015 - 07:52h

Muito bom artigo, parabéns!

[2] Comentário enviado por emilioeiji em 31/03/2015 - 11:49h

Legal o artigo.

Acho que vou pegar um teclado velho aqui e mudar a teclas pra ver como fica, e faça isso mesmo, e em alguns meses faça um novo teste e poste aqui para sabermos como foi a evolução.

Abraços

[3] Comentário enviado por pmargreff em 01/04/2015 - 13:48h


[2] Comentário enviado por emilioeiji em 31/03/2015 - 11:49h

Legal o artigo.

Acho que vou pegar um teclado velho aqui e mudar a teclas pra ver como fica, e faça isso mesmo, e em alguns meses faça um novo teste e poste aqui para sabermos como foi a evolução.

Abraços


Recomendo que faça, é uma experiência recompensadora ...

[4] Comentário enviado por bleckout em 01/04/2015 - 19:06h

Obrigado por compartilhar.

[5] Comentário enviado por removido em 02/04/2015 - 12:45h

Como teste e curiosidade vale a pena. Agora chamo atenção para o fato:

O Teclado Simplificado Dvorak é recomendado por ergonomistas, pois uma pessoa digitando em inglês no Dvorak move seus dedos por uma distância 42% menor do que se estivesse digitando num teclado QWERTY.

Não posso afirmar se existem testes para alguém digitando em português do Brasil. O que pode acontecer é a pessoa acabar com uma lesão de esforço repetitivo tentando se adaptar a esse teclado.

Sinceramente, teclado é coisa do século 19. Com tanta tecnologia como o reconhecimento de voz ainda não é uma realidade? Sei lá a indústria de informática começou a andar para trás na minha opinião.

[6] Comentário enviado por pmargreff em 02/04/2015 - 15:58h


[5] Comentário enviado por kyetoy em 02/04/2015 - 12:45h

Como teste e curiosidade vale a pena. Agora chamo atenção para o fato:

O Teclado Simplificado Dvorak é recomendado por ergonomistas, pois uma pessoa digitando em inglês no Dvorak move seus dedos por uma distância 42% menor do que se estivesse digitando num teclado QWERTY.

Não posso afirmar se existem testes para alguém digitando em português do Brasil. O que pode acontecer é a pessoa acabar com uma lesão de esforço repetitivo tentando se adaptar a esse teclado.

Sinceramente, teclado é coisa do século 19. Com tanta tecnologia como o reconhecimento de voz ainda não é uma realidade? Sei lá a indústria de informática começou a andar para trás na minha opinião.


Não entendi por que uma lesão por esforço repetitivo.
Concordo plenamente com o fato de as Interfaces Naturais(NUI) serem o futuro, tanto que programo pro Kinect, porém de qualquer forma precisa-se programar este tipo de interface ...

[7] Comentário enviado por ander_slash em 04/04/2015 - 18:06h

Parabéns pelo artigo, sempre quando eu via a opção teclado dvorak não fazia a mínima ideia do que era... vlw


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts