Aumentando sua produtividade com o teclado padrão Dvorak

Olá, estava pesquisando o padrão Dvorak e a produtividade com o mesmo. Uso o padrão QWERTY que domina o mercado, e irei fazer o relato de como foi a transição durante o tempo de um mês, os relatos serão divididos por semana e no final direi o que achei sobre a eficiência.

[ Hits: 15.347 ]

Por: Pablo Margreff em 31/03/2015 | Blog: https://pmargreff.wordpress.com/


Segunda semana



Olá pra você que por algum motivo chegou no segundo relato.

Essa semana nada de muito novo para contar, relativo à semana anterior.

O único fato fora do comum é que agora ao pegar algum computador com teclado QWERTY demoro cerca de 3 à 5 minutos para entender que não estou no Dvorak e parar de tentar as posição de tal. Mas tirando isso, é normal.

Outra coisa que esqueci de comentar na primeira, o Linux ao iniciar não detecta que o padrão do teclado está alterado. Então, ao digitar a senha para login, temos que fazer de maneira a imaginar o teclado QWERTY (o que é um inconveniente). Agradeceria se alguém deixasse nos comentários como corrigir tal erro. Isso acontece no KDE.

Tive um aumento de velocidade significativo, porém fiquei surpreso com o fato de ainda trocar bastante as letras "O(s)" por "E(s)" e vice-versa. Bom, vamos ao teste.
Linux: Aumentando sua produtividade com o teclado padrão Dvorak
Como se pode ver, a velocidade não chega nem na metade da antiga. Porém, quero lembrar que estamos comparando anos de uso com apenas duas semanas, e também que estou me sentindo muito mais confortável com o modelo atual.

Página anterior     Próxima página

Páginas do artigo
   1. Introdução
   2. Primeira semana (e meia)
   3. Segunda semana
   4. Quarta semana / Conclusão
Outros artigos deste autor

Algoritmos de compressão

Gerando Números Aleatórios

Manipulação de imagens no formato PPM

Leitura recomendada

OpenVPN + Bridge

Configurando Resolução de Vídeo e Taxa de Atualização via Terminal

Criando uma Máquina de Torrent com o OrangePI [Open Hardware]

Apache + Virtual Host + DNS no Debian Lenny

Instalação do modem Netodragon no Conectiva 10

  
Comentários
[1] Comentário enviado por fabio em 31/03/2015 - 07:52h

Muito bom artigo, parabéns!

[2] Comentário enviado por emilioeiji em 31/03/2015 - 11:49h

Legal o artigo.

Acho que vou pegar um teclado velho aqui e mudar a teclas pra ver como fica, e faça isso mesmo, e em alguns meses faça um novo teste e poste aqui para sabermos como foi a evolução.

Abraços

[3] Comentário enviado por pmargreff em 01/04/2015 - 13:48h


[2] Comentário enviado por emilioeiji em 31/03/2015 - 11:49h

Legal o artigo.

Acho que vou pegar um teclado velho aqui e mudar a teclas pra ver como fica, e faça isso mesmo, e em alguns meses faça um novo teste e poste aqui para sabermos como foi a evolução.

Abraços


Recomendo que faça, é uma experiência recompensadora ...

[4] Comentário enviado por bleckout em 01/04/2015 - 19:06h

Obrigado por compartilhar.

[5] Comentário enviado por removido em 02/04/2015 - 12:45h

Como teste e curiosidade vale a pena. Agora chamo atenção para o fato:

O Teclado Simplificado Dvorak é recomendado por ergonomistas, pois uma pessoa digitando em inglês no Dvorak move seus dedos por uma distância 42% menor do que se estivesse digitando num teclado QWERTY.

Não posso afirmar se existem testes para alguém digitando em português do Brasil. O que pode acontecer é a pessoa acabar com uma lesão de esforço repetitivo tentando se adaptar a esse teclado.

Sinceramente, teclado é coisa do século 19. Com tanta tecnologia como o reconhecimento de voz ainda não é uma realidade? Sei lá a indústria de informática começou a andar para trás na minha opinião.

[6] Comentário enviado por pmargreff em 02/04/2015 - 15:58h


[5] Comentário enviado por kyetoy em 02/04/2015 - 12:45h

Como teste e curiosidade vale a pena. Agora chamo atenção para o fato:

O Teclado Simplificado Dvorak é recomendado por ergonomistas, pois uma pessoa digitando em inglês no Dvorak move seus dedos por uma distância 42% menor do que se estivesse digitando num teclado QWERTY.

Não posso afirmar se existem testes para alguém digitando em português do Brasil. O que pode acontecer é a pessoa acabar com uma lesão de esforço repetitivo tentando se adaptar a esse teclado.

Sinceramente, teclado é coisa do século 19. Com tanta tecnologia como o reconhecimento de voz ainda não é uma realidade? Sei lá a indústria de informática começou a andar para trás na minha opinião.


Não entendi por que uma lesão por esforço repetitivo.
Concordo plenamente com o fato de as Interfaces Naturais(NUI) serem o futuro, tanto que programo pro Kinect, porém de qualquer forma precisa-se programar este tipo de interface ...

[7] Comentário enviado por ander_slash em 04/04/2015 - 18:06h

Parabéns pelo artigo, sempre quando eu via a opção teclado dvorak não fazia a mínima ideia do que era... vlw


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts