Quebrando o gelo!! [RESOLVIDO]

313. Placas muito estranhas

Sergio Teixeira - Linux User # 499126
teixeira

(usa Linux Mint)

Enviado em 13/02/2008 - 21:37h

VENDESE
ESTACA
ZA


COMCERTO
ELETRODO
MESTICOS


É PROIBIDA A ENTRADA DE PESSOAS ESTRANHAS E FUNCIONÁRIOS.


DAR-SE ÁULA



  


314. Assim disse o Nário

Sergio Teixeira - Linux User # 499126
Teixeira

(usa Linux Mint)

Enviado em 14/02/2008 - 12:33h

Abaulado - Posicionamento lateral de uma aba.
Abduzido - Ajudante de eletricista encarregado de abrir o induzido.
Absalão - Filho do rei David que abriu um salão de cabeleireiro.
Acionista - Primeira letra do alfabeto hebraico.
Ademais - Letra "a" inserida repetidamente, de forma indevida.
Aikidô - Manifestação de dor durante prática de artes marciais.
Ajuntar - Colocar juntos os "a"s de todas as tipologias.
Alfaiate - Iate da categoria Alfa.
Aliviado - Exclamação empregada antigamente, ao se Localizar um homossexual.
Alopatia - passar na casa da tia para cumprimentá-la rapidamente.
Altercação - Segunda personalidade de um cação.
Amídala - Órgão que, ao inflamar, transforma-se em inimídala.
Anão - interjeição que denota surpresa e desaprovação.
Animar - Denominação genérica de qualquer animal na roça.
Antagonista - inimigo das antas.
Antolhos - os olhos das antas.
Antologia - estudo das antas.
Anuviado - aquilo que existe em um cervo.
Aparente - Demonstração de prática do nepotismo.
Aprender - Deter a letra "a".
Armarinho - vento proveniente do mar.
Aspirado - carta de baralho muito doida.
Assaltante - um "A" que salta.
Autópsia - Espécie de cirurgia que os cadáveres fazem em si mesmos.
Aviador (1) - indivíduo que avia receitas e aplica injeção eletrônica.
Aviador (2) - Simples menção de uma dor que já passou.
Avião - ave muito grande.



315. Comequié, galera!! Cadê aspiada?

Sergio Teixeira - Linux User # 499126
Teixeira

(usa Linux Mint)

Enviado em 16/02/2008 - 22:35h

O Zé chamou o Jão para sentar e ouvir uma piada muito engraçada.
Os dois se sentaram e o Jão começou a rir imediatamente.
E não parava mais de rir.
Aí o Zé perguntou:
"Mas de que você está rindo tanto, se eu nem começei a contar a piada?"
E o Jão respondeu:
"Eu não estou rindo de piada nenhuma: É que você sentou em cima do prato de mingau!..."


316. FIM DE ROMANCE DE ALGUNS FAMOSOS

Sergio Teixeira - Linux User # 499126
Teixeira

(usa Linux Mint)

Enviado em 18/02/2008 - 13:37h

A namorada do Frankenstein separou-se dele, alegando que ele tinha "um parafuso a menos".

A noiva do Hulk desistiu do noivado, pois estava na realidade precisando de "um homem mais maduro".

O Clark Kent perdeu a namorada quando teve uma forte dor de barriga e destruiu simultaneamente os banheiros de 4 andares do prédio onde morava a bela jovem. Maior vexame.

A namorada do Chuck Norris, após operar a catarata, desistiu de qualquer tipo de relacionamento quando descobriu que ele não era na verdade um ursinho de pelúcia...

A mulher do Cap. Nascimento (Tropa de Elite) o colocou para fora de casa, dizendo:
"Você não é marido. Jamais será! Você é moleque! Mo-le-que! Pede pra sair! Pede pra sair!..."

A namorada do Jack Bauer pediu para ele: "Benhêe, tira o lixo pra mim?..." e ele respondeu: "Tiro!", seguido de um estampido que culminou na morte da mulher amada...

A ex-namorada do Biu Guêites (uma loira de óculos fundo-de-garrafa) brigou com ele pois ouviu falar que ele "fazia programa".




317. Essas eu vi hoje:

Sergio Teixeira - Linux User # 499126
Teixeira

(usa Linux Mint)

Enviado em 19/02/2008 - 11:22h

"Abençoados sejam os pessimistas, pois eles fizeram backups".

e

"Aquele que nunca perdeu um arquivo, que atire o primeiro disquete".


318. Re: Quebrando o gelo!! [RESOLVIDO]

Walter gomes dos santos junior
spam

(usa Ubuntu)

Enviado em 19/02/2008 - 11:49h

Numa recente feira de informática
- a Comdex -, Bill Gates fez
umas
declarações infelizes , nas quais
comparou a indústria informática
com
a automobilística, dizendo que :
- Se a GM (General Motors ) tivesse evoluído
tecnologicamente tanto
como o fez a indústria informática,
estaríamos hoje a guiar carros
que custariam 25 dólares e que fariam
1000 milhas com 1 galão
(cerca de 420km com perto de 1,5 litros ).
A General Motors , em resposta,
veio a público manifestar o seguinte :
- Se a Microsoft fabricasse carros:
1. Sempre que voltassem a ser
pintadas as linhas nas estradas ,
tínhamos que comprar um carro
novo.
2. Se por acaso, indo a 100
km/h , o nosso carro se fosse abaixo
na auto-estrada sem razão aparente,
tínhamos apenas que o aceitar, mesmo sem compreender porquê! Depois , tínhamos
que voltar a ligá-lo (depois de desligar o carro,
tirar a chave da ignição, fechar o
vidro, sair do carro, fechar e
trancar a porta, voltar a abri-la,
entrar outra vez e sentar-se no
banco, abrir o vidro, pôr a chave
na ignição e ligar o motor novamente
). Depois , já podíamos continuar....
3. Inesperadamente, ao fazermos uma manobra
à esquerda, podíamos fazer com que o nosso
carro parasse. Tínhamos então que voltar
a instalar o motor! E, por muito e stranho que pareça, íamos aceitálo como "normal".
4. A Linux faria um carro em parceria com a Apple , extremamente confiável, sendo cinco vezes mais
rápido e dez vezes mais fácil de guiar.
Mas só podia andar em 5% das
estradas .
5. Os indicadores luminosos de
falta de óleo, gasolina e bateria
seriam substituídos por uma simples
"Falha Geral ou Defeito Genérico"
(deixando à nossa imaginação a
identificação do erro!).
6. Os novos assentos iam obrigar
a que todos tivéssemos o
mesmo tamanho de rabios que .
7. Num desastre , o sistema de
"airbag" perguntava: "Tem acerte
za que quer usar o airbag?"
8. A meio de um a pronunciada
descida, quando ligássemos ao
mesmo tempo o ar condicionado, o rádio,
e as luzes , no travão aparecia uma
mensagem , de género: "Este
carro fez uma operação ilegal e
vai ser
desligado!" (SEM APELO!!!)
quando carre gás semos
9 . Se desligássemos o nosso
carro usando a chave e sem antes
termos des ligado o rádio ou o
pisca-pisca, ao voltarmos a ligálo,
ele ia verificar todas as funções
do carro durante meia hora, e
ainda nos dava um a bronca, e dizianos
para não fazermos isso nunca
mais .(ÓPTIMO!)
10. A cada novo lançamento de
automóvel que houvesse , tínhamos que
voltar à auto-escola para tirarmos um a nova carta.
11. Para desligarmos o carro, tínham os que
apertar o botão que dissesse "Iniciar".
12. A única vantagem : Os nossos netos
haviam de saber guiar muito
melhor do que nós !

Retirada da revista Linux


319. Que infelicidade!

Sergio Teixeira - Linux User # 499126
Teixeira

(usa Linux Mint)

Enviado em 19/02/2008 - 12:40h

O tio Bill perdeu uma excelente oportunidade para ficar calado. Perece que ele perdeu totalmente a noção. Ora, se o tal computador de US$ 100.00 ainda não é viável, que carro seria esse de US$ 25.00?
Com essa quantia se compra dois ou três drives de 3.5".

( Hummm, "drive" significa "dirigir" e também "estrada"... Algo a pensar! )...

Tio Bill, sua declaração cometeu uma operação ilegal e será fechada, viu?





320. Padrão MIDI

Sergio Teixeira - Linux User # 499126
Teixeira

(usa Linux Mint)

Enviado em 19/02/2008 - 12:55h

A empresa do Tio Bill também é primorosa por suas traduções.
Na descrição do padrão MIDI encontramos os seguintes "instrumentos musicais":

Finger bass - Baixo de dedo (técnica de puxar a corda com o dedo)
Slap bass - Baixo de palmada (técnica de percutir a corda)
Nylon guitar - Guitarra de nylon (violão com cordas de nylon)
Steel guitar - Guitarra de aço (violão ou guitarra com cordas de aço)
Tambourine - Tamborim (não é tamborim: é pandeiro!)

E há alguns anos atrás, no header das "informações do sistema" do Windows 95 vinha escrito: "INFORMAÇÕES DO SISTEMA MICOSOFT"


321. Três freiras

Rodrigo Ferreira Valentim
engos

(usa openSUSE)

Enviado em 21/02/2008 - 16:32h

Três freiras decidiram sair do convento, então foram falar com a Madre Superior e disseram:

"Queremos deixar de ser freiras, como fazemos para desistir?"

A Madre Superior respondeu a elas:

"Façam alguma coisa que seja profana e voltem em 24h".

Então elas sairam se perguntando:

"O que posso fazer de profano ao ponto de poder sair?"

No dia seguinte elas foram ver a Madre Superior e ela mandou entrar uma de cada vez.

Ela perguntou a primeira que entrou:

"O que de profano você fez minha filha?"

E a freira respondeu:

"Robei a bocicleta de uma criança".

A Madre pensou um pouco e disse:

"Acho que isso é o suficiente, vá beber da água sagrada e depois disso seu pecado foi purificado, mas jamais podera ser freira novamente."

Lá foi a primeira freira, bebeu da água sagrada e saiu do convento.

A segunda entrou e a Madre novamente perguntou:

"O que de profano você fez minha filha?"

E a freira respondeu:

"Dormi com um homem casado"

A Madre imediatamente respondeu:

"Com certeza isso é o suficiente, vá beber da água sagrada e depois disso seu pecado foi purificado, mas jamais podera ser freira novamente."

Lá foi a segunda freira, bebeu da água sagrada e saiu do convento.

A terceira entrou e a Madre novamente perguntou:

"O que de profano você fez minha filha?"

E a freira respondeu:

"Mijei na água sagrada"!


322. The Vow of Celebracy

Rodrigo Ferreira Valentim
engos

(usa openSUSE)

Enviado em 21/02/2008 - 16:35h

Em homenagem ao recente pedido dos padres brasileiros ao vaticano do fim do celibato:

(Em inglês, porque com a tradução perderia o brilho)


The Pope dies and, naturally, goes to heaven where he's met by a reception committee of angels. After a whirlwind tour, The Pope is told that he can enjoy any of the myriad recreations available.

He decides that he wants to read all of the ancient original text of the Holy Scriptures, so he spends the next eon or so learning the languages.

After becoming a linguistic master, he sits down in the library and begins to pour over every version of the Bible, working back from the most recent "Easy Reading" to the original handwritten script.

The angel librarian hears a loud scream, and goes running toward its source only to find the Pope huddled in a chair, shaking and crying.

"The R! They left out the R!"

"What do you mean?" the angel librarian asks.

After collecting his wits, the Pope sobs again, "The word was supposed to be CELEBRATE!"



323. Piada judaica: O GENRO

Sergio Teixeira - Linux User # 499126
Teixeira

(usa Linux Mint)

Enviado em 21/02/2008 - 20:41h

O Sr. Shwartz vai se encontrar com seu futuro genro, cujo nome é Sol,
e que é muito religioso.
"Então, Sol, o que é que você faz?", pergunta o Sr. Shwartz.
"Eu estudo o Torá" (o livro da lei), responde o jovem.
"Mas, Sol, você vai se casar com a minha filha.
Como você vai alimentá-la e dar-lhe moradia?"
"Eu estudo o Torá," repete o rapaz. "Todas as coisas D--s proverá!"
"Mas vocês vão ter filhos. Como você irá educá-los?", pergunta o Sr. Shwartz.
"Não tem problema! Eu estudo o Torá e ali diz que D--s proverá!..."
O Sr. Shwartz volta para casa e sua esposa ansiosamente pergunta
o que ele achou do jovem Sol.
"Bem, ele é um ótimo rapaz!
Nós mal nos conhecemos e ele já pensa que eu sou D--s!..."


324. Outra piada judaica: ERRAR É HUMANO

Sergio Teixeira - Linux User # 499126
Teixeira

(usa Linux Mint)

Enviado em 21/02/2008 - 22:00h

Aconteceu que a sinagoga já não aguentava mais o seu Rabbi.
O Comitê Executivo reuniu-se e, por unanimidade, concluiu que deveriam despedí-lo.
O problema era como e quem em especial iria dar-lhe a notícia.
Então decidiram dar-lhe uma boa carta de recomendação.
Essa carta foi tão caprichada que, ao final das contas o rabino foi comparado a Shakespeare, a Moisés e ao próprio D--s.
Com tal recomendação, rapidamente o rabino estava atendendo em uma das principais sinagogas a cerca de 500 milhas dali, com um salário duas vezes maior e com três rabinos-juniores para auxiliá-lo.
Nem é preciso dizer que dentro de dois meses os seus novos empregadores já haviam observado muitas de suas imperfeições.
O presidente do novo rabinato, muito zangado, procurou falar com o presidente da antiga sinagoga, dizendo-lhe:
"Nós demos a ele esse emprego principalmente baseados em sua recomendação.
Como é que vocês puderam compará-lo a Shakespeare, a Moisés e ao próprio D--s, se ele não sabe montar sozinho uma única frase em Inglês, se o seu conhecimento de Hebraico é pior que o meu, e que principalmente ele é um mentiroso, caloteiro e um 'vida-torta'?"
"É muito simples," respondeu seu colega.
"Assim como Shakespeare, ele não tem nenhum conhecimento de Hebraico ou das coisas judaicas.
Como Moisés, ele não fala Inglês, e como o próprio D--s - 'Er is nisht kan mentch'
(Ele não é um ser humano!)."







Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts