Usar apenas software livre, ou gratuito. É fácil, difícil, ou impossível?

37. Re: Usar apenas software livre, ou gratuito. É fácil, difícil, ou impossível?

Vel
BrotherVel

(usa Debian)

Enviado em 11/08/2012 - 11:41h

pinduvoz escreveu:

wolner0b escreveu:

Por favor, caro colega, se você já obteve as respostas que desejava, marque o tópico como resolvido e eleja a melhor resposta.

Dessa forma, mantemos o fórum organizado e evitamos perca de tempo visitando tópicos resolvidos.

Caso você ainda deseje algo mais, por favor, envie a sua pergunta, para que este tópico seja sanado e, assim, liberando espaço para ajudar-mos outras pessoas em outros tópicos!

Espero que tenha entendido.. Att: Wolner!



Vc reparou onde está este tópico?

Aqui é o "off code café", ou seja, é um lugar para "jogar conversa fora" mesmo.

E a conversa foi muito boa!!!
A intenção era ouvi-los sem a preocupação em resolver alguma coisa. rsrsrs
Aprendi muito com todos vcs!!!
Valeu Pinduvoz... Vc é sempre presente!!!
Quanto ao Wolner Obrigado, mais uma vez, mas como o pinduvoz disse nem tem onde marcar, já q é "off code café". rsrsrs




  


38. Usar apenas software livre, ou gratuito. É fácil, difícil, ou impossível?

Perfil removido
removido

(usa Nenhuma)

Enviado em 31/08/2012 - 21:50h

removido escreveu:

É difícil usar software livre, sempre preciso de algum codec proprietário! Infelizmente, mas sonho com um dia puder usar tudo open source.


É estranho pois o Big Linux por exemplo, é completíssimo em codecs. O Debian que eu uso, nunca precisei nem me preocupar com videos que passaria. Tenho um colega que tem kilos de videos de varias extensões e rodou tudo aqui. Sem precisar nem de net para atualizar nada. Acho que isso será resolvido de acordo a distro que usas.


39. Re: Usar apenas software livre, ou gratuito. É fácil, difícil, ou impossível?

Sergio Teixeira - Linux User # 499126
Teixeira

(usa Linux Mint)

Enviado em 01/09/2012 - 10:48h

E eu rodo os tipos de videos mais estranhos do mundo sem precisar baixar nada.
E quando eu falo "mais estranhos" isso quer dizer também coisas além do .flv, do .wmf, e do .mpg, como .3gp por exemplo.

Na verdade, o Linux "não está nem aí" para os sufixos de arquivos.
Para o sistema do Pinguim é suficiente que o arquivo não esteja corrompido:
Se for de video ou audio, ele procura um tocador e executa.
Ser for texto ou gráfico, ele abre em um editor correspondente.
Como diz o Alfred Neuman: "What! Me worry?..."*


* Alfred Neuman é aquele carinha sardento, sem um dos dentes da frente, ícone da revista MAD, e cujo bordão é "O que? EU me preocupar?"

Por coincidência ou não, o endereço da revista MAD é exatamente na
MADison Square Garden...


40. Re: Usar apenas software livre, ou gratuito. É fácil, difícil, ou impossível?

Edson Fernando Fumachi
eff666

(usa Debian)

Enviado em 01/09/2012 - 15:58h

O q tem o fato de ser cristão e piratear as coisas? Aqui no Brasil, esse país tão justo com a população?! Enfim isso é outra história...

Uso LINUX desde 1999 e posso dizer que SIM, dá para viver somente com software/livre.

A única coisa que não consegui resolver 100% foi a questão de um software chamado OriginLab. Existem várias opções opensource mas não funcionam como o OriginLab. Dessa forma, instalo uma VM do windows só para rodar o tal do OriginLab.

O restante posso dizer que o GNU/Linux é muito melhor! Até mesmo nas questões de aprendizado...
A mente se abre! ;)


41. Re: Usar apenas software livre, ou gratuito. É fácil, difícil, ou impossível?

Sergio Teixeira - Linux User # 499126
Teixeira

(usa Linux Mint)

Enviado em 01/09/2012 - 18:56h

Tem TUDO a ver.

Ou se é Cristão, ou não se é Cristão.
Não existe meio-termo nisso.
Talvez você esteja confundindo com os conceitos de "religioso", "crente" e coisas assim, que têm muito mais a ver com "convívio social", "filosofias humanas", etc.

Por definição, Cristão é aquele que segue (ou procura seguir) a Cristo e a Seus ensinamentos, que procura imitá-lO em sua maneira de pensar e de agir, sem contudo tornar-se literal (senão vai ter de também morrer na cruz, levar chicotadas, etc.).

O Mestre nos ensina que nossa justiça tem de suplantar a justiça dos homens.
Não se segue a Cristo de uma forma mística, mas sim de uma forma prática, no dia a dia. Nisso está o erro da "religião".

Um verdadeiro Cristão é - e tem de ser - confiável, valente, destemido, não guardar rancor, não fazer corpo mole, e tudo enfrentar com naturalidade, justiça e transparência.
Para um Cristão isso não é mera teoria ou utopia, mas sim uma prática que se renova diariamente.
Enquanto a religião se preocupa em buscar e rebuscar jargões e misturar dogmas e doutrinas, o Cristianismo se preocupa em difundir a prática, o "modus vivendi" e o "modus pensandi" de seu Eterno Professor.

Não existem maus exemplos com referência a Cristãos verdadeiros, mas sim em referência aos muitos que indevidamente se rotulam "religiosos", "católicos", "crentes" e "evangélicos" (quando com letra minúscula, percebe?).

E dentre os maus exemplos, existe a vergonhosa "pirataria gospel", onde se faz a cópia da cópia de CDs e DVDs ditos "evangélicos" e onde se pratica a comercialização dos mesmos.
Também a pirataria de apostilas e livros na Faculdade, e de aplicativos para computadores e gadgets.

É apenas uma questão de cultura e consciência individual.
Não discuto "religião". Esta minha postagem tem a única finalidade de separar o joio do trigo, e procura explicar que o termo "Cristão", quando associado a falcatruas de qualquer espécie, não tem cabimento algum.

O mundo anda cheio de trambiqueiros, aproveitadores e desonestos de toda espécie. Mas pode ter certeza absoluta: Nenhum deles é verdadeiramente um Cristão.

Um abraço!


42. Re: Usar apenas software livre, ou gratuito. É fácil, difícil, ou impossível?

Álefe Rocha
alpha-x

(usa Ubuntu)

Enviado em 01/09/2012 - 19:34h

No meu caso , tive contato com o Linux pela faculdade , o único windows pirata aqui de casa , já não é mais usado tem 8 meses , e foi substituído pelo ubuntu 10.10 , o micro virou um avião e claro pra aplicação doméstica a qual ele se destina, ta valendo .


Eu não estou totalmente usando linux , pq já encontrei muita aplicação que foi uma dor de cabeça pra usar . O que mudou na minha vida depois dele foi a seguinte , software tanto no windows quanto no linux , só se for livre .


Agora que é verdade que coisas que não são de uso comum , como por exemplo um banco de dados . Você vai trilar um caminho cheio de dores de cabeça e frustação , pq no linux é assim , faça o levantamento do que vc quer/precisa primeiro e vai procurar a sua distro querida depois .

Parei de usar o AutoCAD e estou usando o DraftSigh no lugar. Media player , só se for o VLC e por ai vai.

Costumava usar o PhotoShop pra girar elementos de imagem e alinhar documentos scaneados , o Gimp faz isso com a mesma facilidade.

Claro você vai ter menos recursos, mas que atendem na maioria dos casos .


Ou seja , graças ao ubuntu a vergonha na cara voltou a imperar nos pcs dessa casa .


43. Re: Usar apenas software livre, ou gratuito. É fácil, difícil, ou impossível?

Álefe Rocha
alpha-x

(usa Ubuntu)

Enviado em 01/09/2012 - 19:46h

pinduvoz escreveu:

Eu uso Linux em casa desde 2006, mas apenas a partir de 2010 comecei a usá-lo também no escritório, para trabalhar.

Como meu trabalho demanda o uso intensivo de uma suíte office, apenas em 2010 entendi que o Open/Libre poderia ser usado 100% do tempo, com 100% da funcionalidade que preciso.

A partir de 2010 apaguei os Windows XP (originais) dos meus computadores, mas mantive os Windows dos computadores das minhas filhas (elas foram "criadas" no Windows XP e não gostam de Linux, infelizmente).

No desktop de casa ainda mantenho um dual boot, pois tenho alguns jogos instalados no Windows. No meu laptop também mantenho dual boot, pois minha esposa, "grande" usuária dele, também não gosta de Linux.

Resumindo, gosto de Linux. Uso Linux 95% do tempo, inclusive para produção. Mas tenho o(s) Windows(s) pelos quais paguei, assim como teria o OSX se tivesse comprado um Mac, no qual, diga-se de passagem, eu instalaria Linux em dual boot.

E um detalhe: uso LibreOffice também no Windows, pois ele me atende perfeitamente.


Faço mesmo .




44. Re: Usar apenas software livre, ou gratuito. É fácil, difícil, ou impossível?

Vel
BrotherVel

(usa Debian)

Enviado em 02/09/2012 - 00:06h

eff666 escreveu:

O q tem o fato de ser cristão e piratear as coisas? Aqui no Brasil, esse país tão justo com a população?! Enfim isso é outra história...

Uso LINUX desde 1999 e posso dizer que SIM, dá para viver somente com software/livre.

A única coisa que não consegui resolver 100% foi a questão de um software chamado OriginLab. Existem várias opções opensource mas não funcionam como o OriginLab. Dessa forma, instalo uma VM do windows só para rodar o tal do OriginLab.

O restante posso dizer que o GNU/Linux é muito melhor! Até mesmo nas questões de aprendizado...
A mente se abre! ;)


Olá eff666!!!
A questão do ser Cristão, da qual referi é como o alpha-x falou...
Ter e vergonha de volta, rsrs.
Usar o q posso pagar, livre, ou gratis.
E realmente a nossa mente se abre!!!


45. Re: Usar apenas software livre, ou gratuito. É fácil, difícil, ou impossível?

Vel
BrotherVel

(usa Debian)

Enviado em 02/09/2012 - 00:11h

Teixeira escreveu:

Tem TUDO a ver.

Ou se é Cristão, ou não se é Cristão.
Não existe meio-termo nisso.
Talvez você esteja confundindo com os conceitos de "religioso", "crente" e coisas assim, que têm muito mais a ver com "convívio social", "filosofias humanas", etc.



Teixeira, muito boa colocação e olha que eu só enfatizei parte dela...
Mas na integra é isso ter dignidade para não usar o q não é meu, nem mesmo se for software. a menos é claro se me for permitido.
E como vcs mesmo disseram o LINUX nos ajuda a aprender.


46. Re: Usar apenas software livre, ou gratuito. É fácil, difícil, ou impossível?

eduardo
pinguinux

(usa Ubuntu)

Enviado em 30/12/2012 - 10:34h

Da sim para viver sim de sistema livre,melhor do que ser ESCRAVO DO WIN$ é por ser você mesmo. O Linux te possibilita isso parabéns. Seja vc mesmo. seja Livre.


47. Re: Usar apenas software livre, ou gratuito. É fácil, difícil, ou impossível?

Perfil removido
removido

(usa Nenhuma)

Enviado em 24/04/2013 - 06:59h

BrotherVel escreveu:

Olá amigos do VOL!!!
Hoje me deparei com uma situação... Tentei transformar uns filmes de AVI para grava-los em dvd e usei o famoso programa DEVEDE. Deu certo até certo ponto. Só q após gravado o áudio ficou treeemiiidooo!!! Deu saudade do ConvertXtoDVD. Tive saudade do software porém não da condição, uma vez q eu tive e crackea-lo quando o instalei no windows.
Quando ganhei meu note, ele veio comm w7 starter edition. Já viu horrível!!! Tirei e coloquei o ultimate. E esta foi a porta p eu crackear vários programas. Mas fiquei incomodado pois sou cristão e não queria usar algo pirata no meu pc. Nesse meio tempo um amigo me falou do ubuntu.
Eu achava um bicho de sete cabeças usar LINUX (puro preconceito), mesmo assim baixei a iso do 11.10...
Certo dia deu uma pane no meu pc e só consegui instalar o ubuntu nele. Fiquei dois dias me batendo, até q através dele formatei o disco em ntfs e o windows votou, mas particionei o hd e instalei o "bom amigo UBUNTU" na partição.
Aí começou uma saga, rsrs!!!
Muitos testes e várias formatações depois (quase enlouqueci com tantas distros, até ler sobre árvore genealógica linux) estou com o UBUNTU 12.04 rodando q uma beleza.
Outro dia como já não usava nada mais pirata no pc, mesme no partição do windows (coloquei o starter e fiquei de consciência), resolvi. Tirei o w7 de uma vez no pc. Desde então estou me virando com o UBUNTU e o BIG onde uma vez ficava o w7.
Confesso q não é fácil a adaptação, mas topei o desafio e estou feliz.
O q vcs me dizem da história?
E o q pensam? Dá para viver apenas com software livre, gratuito, ou é impossível?



Boa, gostei da discussão gerada. Minha opnião é depende muito do que o usuário vai fazer com a máquina pra mim há três ferramentas insubstituíveis do Windows para Linux uma delas é o PeerBlock, pra ser sincero nunca achei algo similar para Linux e já pesquisei muitooooo, A outra é um soft que uso para fazer demonstração de jogadas, movimentações, banco de dados e tudo referente ao treinamento do futebol e a terceira é ConvertXtoDVD ferramenta que para quem conhece e sabe usar toda a sua vasta gama de opções é indispensável, com ele faço dvds profssionais, não existe em nenhum outro sistema algo similar ainda bem que ele roda perfeito no Wine. A só para desencargo de conciência tá ai uma licença da versão 4 do ConvertXtoDVD, Original para premear seu esforço de se superar no mundo GNU (PLLVX-V844J-3U4WV-TUP9Q-X5T6U-4). pode baixar o .exe direto do site oficial instalar pelo Wine inserir a licença.


48. Re: Usar apenas software livre, ou gratuito. É fácil, difícil, ou impossível?

Luciano
Rei Tenguh

(usa Arch Linux)

Enviado em 24/04/2013 - 09:38h


Não precisa ficar na teoria,dá pra tentar na prática.

Tem uma distro que eu ACHO que chama "nonsense" que parte do princípio de que é uma questão ética usar apenas software livre, e não aceita instalação de nada proprietário; nem o java ou o flash. CLARO que ela só funcionava pra quem usava o computador só para o computador e pelo computador, e não pra quem o utilizava como ferramenta pra outras profissões, e menos ainda pra quem usa o computador como fonte de diversão, e portanto estagnou. Mas se procurar ainda encontra pra testar, eu acho.






Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts