resolv.conf com servidor DNS fixo (sem gambiarra)

Publicado por Perfil removido em 06/04/2011

[ Hits: 120.362 ]

 


resolv.conf com servidor DNS fixo (sem gambiarra)



Pois é moçada, quando a gente conecta nosso amado Linux em rede, o arquivo /etc/resolv.conf é automaticamente alterado com as configurações do servidor. Muitas vezes com servidor DNS lento ao extremo. Um recurso meia boca é tornar o arquivo inalterável com o comando "chattr". Mas convenhamos: é um recurso pouco elegante.

Abaixo mostro com fazer para que o /etc/resolv.conf tenha sempre o IP do servidor DNS preferido, sem a gambiarra acima. Para isso utilizaremos o DNS do opendns como exemplo, mas pode quer qualquer outro:
  • servidor DNS primário -> 208.67.222.222
  • servidor DNS secundário -> 208.67.220.220

Abra o arquivo "/etc/dhcp/dhclient.conf" e procure as linhas:

#supersede domain-name "fugue.com home.vix.com";
#prepend domain-name-servers 127.0.0.1;

Deixe-as assim:

supersede domain-name "host_do_servidor_DNS";
prepend domain-name-servers "servidor_DNS_primário", "servidor_DNS_secundário";

ou

supersede domain-name "opendns.com"; #manter o host entre aspas
prepend domain-name-servers 208.67.222.222, 208.67.220.220; # manter servidores sem aspas, separados por vírgula

Salve e conecte-se à rede normalmente. O servidor vai adicionar os IP's dele ABAIXO dos configurados por você. Como a leitura do /etc/resolv.conf é feita "de cima para baixo", os seus servidores DNS serão acessados em primeiro lugar. Somente serão ignorados se estiverem inativos.

Veja como ficou o meu arquivo:

# Generated by NetworkManager domain opendns.com
search opendns.com
nameserver 208.67.222.222 #DNS primário do "/etc/dhcp/dhclient.conf"
nameserver 208.67.220.220 #DNS secundário do "/etc/dhcp/dhclient.conf"
nameserver 192.168.2.1 #DNS do servidor da rede

Esta dica é muito útil para aquelas distros que não permitem o uso do "chattr", porque o programa "resolvconf" está instalado.

Fácil e prático não?
Até a próxima dica!
;-))

Outras dicas deste autor

Gerando e armazenando a chamve md5sum dos pacotes do Slackware

Nova versão do sshtrix liberada! Mais uma ferramenta para Brute force

Deepin 15.4.1 no CCE ZX3020 (2 em 1)

Linux: sua placa placa de vídeo suporta 3D? Descubra aqui!

Vídeo-aula: Criando um pacote .deb

Leitura recomendada

Proteja seus filhos de conteúdo adulto e impróprio

Plugin do flash no Fedora Core 6

Instalando o Firefox 3.6 no Ubuntu

Apache2 - Forçando redirecionamento do site para o www

Montando um roteador com um 486

  

Comentários
[1] Comentário enviado por nettask em 23/04/2011 - 14:56h

Obrigado pela dica... já implementei no meu servidor!

[2] Comentário enviado por lucianofrc em 02/05/2011 - 10:56h

Obrigado por compartilhar, irei implementar aqui também..

[3] Comentário enviado por manchatnt em 14/09/2012 - 15:22h

Caros colegas,

configurei minha máquina da forma como demonstrado acima, mas qdo um dos servidores dns está inacessível, o outro servidor cadastrado não resolve os nomes.
É como se a requisição não fosse enviada.
Como poderia fazer para que ele requisitasse a resolução do nome no servidor secundário?

Att

[4] Comentário enviado por m4cgbr em 29/12/2012 - 17:45h

manchatnt

Você colocou o IP do seu roteador na "terceira" linha dos nameservers?



Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts