Instalando o Wine em qualquer distribuição Linux

Publicado por - em 09/01/2019

[ Hits: 1.989 ]

 


Instalando o Wine em qualquer distribuição Linux



O Wine é um programa responsável por executar programas feitos para Windows no Linux, o que pode ser útil para pessoas e organizações que precisem executar determinado software indisponível para sistema do pinguim, mas disponível para o sistema da Microsoft. Nesta dica, será ensinado como instalar o Wine em qualquer que seja a distribuição Linux. Siga os passos a seguir.

1) Vá em https://dl.winehq.org/wine/source/ e escolha, dentre as pastas que surgirem, selecione a correspondente à versão de seu Wine. Em seguida, dentre os arquivos, baixe o arquivo wine-versão.tar.xz.

2) Extraia o arquivo com tar -xvJf wine-versão.tar.xz. Entre dentro da pasta que aparecer no diretório.

3) Execute o comando:

./configure

Se você estiver em um ambiente 64 bits, pode ser necessária a opção:

./configure --enable-win64

O configure é responsável por detectar se o Wine pode ou não ser compilado em seu computador. Caso mensagens de erro sejam exibidas, não hesite em pesquisar na internet como solucioná-las. Também, podem ser apresentadas mensagens de alerta que informam a ausência de uma lib no sistema, crucial à execução de alguns aplicativos do Windows, como, por exemplo, estas aqui:

configure: WARNING: libxml2 64-bit development files not found (or too old), XML won't be supported.

configure: WARNING: libxslt 64-bit development files not found, xslt won't be supported.

configure: WARNING: libgnutls 64-bit development files not found, no schannel support.

configure: WARNING: libjpeg 64-bit development files not found, JPEG won't be supported.

Caso você não utilize programas que necessitem das bibliotecas informadas pelo seu ./configure, não as instale, seu Wine irá funcionar normalmente.

Caso precise delas, procure-as em seu gerenciador de pacotes ou na internet, mas sempre tendo como preferência seus sites oficiais, como http://xmlsoft.org/, https://www.gnutls.org/ etc.

Quando aparecer esta mensagem:

configure: Finished.  Do 'make' to compile Wine.

Significa que a compilação está pronta para acontecer.

4) Execute o comando:

make

Ele irá compilar a fonte do Wine, podendo demorar um pouco dependendo de seu hardware.

5) Agora rode, como root:

# make install

Esse comando irá instalar o Wine.
  • Se quiser, use depois "make clean" sem ser superusuário. Esse comando irá limpar as "sujeiras" deixadas pelo processo de compilação, ou como os programadores dizem, remover os arquivos objetos da pasta.
  • Para desinstalar, use, como root, o comando "make uninstall" na pasta.

Outras dicas deste autor

Baixando código-fonte de um pacote com APT

Listando pacotes instalados no sistema com DPKG

Fazendo o som funcionar no Linux

Lista de exercícios de programação

Desvendando o comando tee

Leitura recomendada

Quebra de linha no VIM

Introdução a Linux e wireless networking

Scroll to Top - Voltar ao topo da página (extensão para Firefox)

Shutter: captura de tela e edição

Ctrl+Alt+Del no VNC do Linux

  

Comentários

Nenhum comentário foi encontrado.



Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts