Como verificar se sua imagem Linux (ISO) está corrompida

Publicado por - em 11/12/2018

[ Hits: 1.361 ]

 


Como verificar se sua imagem Linux (ISO) está corrompida



Quando se faz o download de uma distribuição Linux na internet, pode acontecer algum erro de gravação em disco, e inesperada e infelizmente, a imagem baixada ficar danificada. Nesta dica, será ensinada uma forma de verificar se a imagem Linux (ISO) de qualquer que seja a distribuição está ou não corrompida.

Primeiramente, já com a imagem baixada e disponível na máquina, rode um dos seguintes comandos:

md5sum nome-da-imagem.iso
ou
sha256sum nome-da-imagem.iso

Irá surgir uma sequência estranha de caracteres. Guarde-a! Será explicada a lógica por trás dessa atitude com um exemplo e com uma explicação, e em seguida, como verificar se a imagem está ou não corrompida.

EXEMPLO E EXPLICAÇÃO

Tem-se um arquivo de texto contendo unicamente uma linha escrita: "Viva o Linux! É um mundo perfeito, incrível e livre".

Roda-se no terminal:

md5sum [diretório do arquivo]
10397b0e7b2dc6a6dc62627b5aea06a3 -> md5sum

sha256sum [diretório do arquivo]
2048539747fa3a20b861cb063e6bb781a12ca638b1d58395467409bd44eafa41 -> sha256sum

Agora, supõe-se que o arquivo ficou corrompido, há somente uma linha escrita: "Viva o Linu! É um mundo perfeito, incrível e livre", convém notar que a letra "x" saiu da frase.

Roda-se no terminal:

md5sum [diretório do arquivo]:
a7157c70dd98debca95409fa2a35c08a -> md5sum

sha256sum [diretório do arquivo]
216c60634241fb574a562717e078db58bc036d5684351cbf4026303da4c02ba9 -> sha256sum

Basicamente, o MD5SUM e o SHA256SUM são hashes. A partir de um arquivo, obtém-se uma sequência alfanumérica de caracteres designada para ser única, no caso do MD5 32 caracteres, e SHA256 64. Se você tem um arquivo "a" e um "b", com conteúdos diferentes, nem que seja por um acréscimo ou retirada de um caractere, eles devem gerar hashes diferentes.

Além dessa dupla, existem diversas outras formas de hash, como o SHA512 e SHA1.

VERIFICANDO SE A IMAGEM ESTÁ CORROMPIDA

Com a sequência esquisita em mãos, é necessário compará-la com a sequência informada pela distribuição como a correta.
  • SE as sequências coincidirem, a imagem NÃO está corrompida.
  • SENÃO, a imagem ESTÁ corrompida.

Para obter a sequência informada pela distribuição, terá que ir procurando no site, pois o local varia de sistema para sistema.

Mesmo assim, segue os links para obter os hashes de algumas distribuições:
Outras dicas deste autor

Fazendo o touchpad ("mouse do notebook") funcionar no Linux

Fazendo o som funcionar no Linux

Como remover repositórios PPAs do sistema

Instalando o Wine em qualquer distribuição Linux

Personalizando o GNOME

Leitura recomendada

Instalação prática do aMSN 0.97b

GRIP - Ripando CDs no Linux

OpenFire com memória baixa

Audit no Samba

Gwget2 :: Interface GTK para wget

  

Comentários

Nenhum comentário foi encontrado.



Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts