Como verificar se sua imagem Linux (ISO) está corrompida

Publicado por - em 11/12/2018

[ Hits: 7.149 ]

 


Como verificar se sua imagem Linux (ISO) está corrompida



Quando se faz o download de uma distribuição Linux na internet, pode acontecer algum erro de gravação em disco, e inesperada e infelizmente, a imagem baixada ficar danificada. Nesta dica, será ensinada uma forma de verificar se a imagem Linux (ISO) de qualquer que seja a distribuição está ou não corrompida.

Primeiramente, já com a imagem baixada e disponível na máquina, rode um dos seguintes comandos:

md5sum nome-da-imagem.iso
ou
sha256sum nome-da-imagem.iso

Irá surgir uma sequência estranha de caracteres. Guarde-a! Será explicada a lógica por trás dessa atitude com um exemplo e com uma explicação, e em seguida, como verificar se a imagem está ou não corrompida.

EXEMPLO E EXPLICAÇÃO

Tem-se um arquivo de texto contendo unicamente uma linha escrita: "Viva o Linux! É um mundo perfeito, incrível e livre".

Roda-se no terminal:

md5sum [diretório do arquivo]
10397b0e7b2dc6a6dc62627b5aea06a3 -> md5sum

sha256sum [diretório do arquivo]
2048539747fa3a20b861cb063e6bb781a12ca638b1d58395467409bd44eafa41 -> sha256sum

Agora, supõe-se que o arquivo ficou corrompido, há somente uma linha escrita: "Viva o Linu! É um mundo perfeito, incrível e livre", convém notar que a letra "x" saiu da frase.

Roda-se no terminal:

md5sum [diretório do arquivo]:
a7157c70dd98debca95409fa2a35c08a -> md5sum

sha256sum [diretório do arquivo]
216c60634241fb574a562717e078db58bc036d5684351cbf4026303da4c02ba9 -> sha256sum

Basicamente, o MD5SUM e o SHA256SUM são hashes. A partir de um arquivo, obtém-se uma sequência alfanumérica de caracteres designada para ser única, no caso do MD5 32 caracteres, e SHA256 64. Se você tem um arquivo "a" e um "b", com conteúdos diferentes, nem que seja por um acréscimo ou retirada de um caractere, eles devem gerar hashes diferentes.

Além dessa dupla, existem diversas outras formas de hash, como o SHA512 e SHA1.

VERIFICANDO SE A IMAGEM ESTÁ CORROMPIDA

Com a sequência esquisita em mãos, é necessário compará-la com a sequência informada pela distribuição como a correta.
  • SE as sequências coincidirem, a imagem NÃO está corrompida.
  • SENÃO, a imagem ESTÁ corrompida.

Para obter a sequência informada pela distribuição, terá que ir procurando no site, pois o local varia de sistema para sistema.

Mesmo assim, segue os links para obter os hashes de algumas distribuições:
Outras dicas deste autor

Editando PDFs com o LibreOffice

Como remover repositórios PPAs do sistema

Como fazer o GRUB reconhecer o Windows

Compilando .EXEs no Linux (C/C++)

Instalando Google Chrome no Manjaro e no Arch

Leitura recomendada

Trophy, um jogo de corrida de carros muito legal

Rundeck - alterando a senha de admin

Ultamatix - O novo Automatix

Instalando e alterando o tema do Plymouth no Debian

Instalando Limewire no openSUSE 10.2

  

Comentários
[1] Comentário enviado por JoaoDamasceno em 18/05/2020 - 16:01h

Muito legal, e bastante útil, mas há um "porém" aí...
E se... ao verificar a ISO que baixei direto do site da distro e em ambos os testes os códigos são diferentes? E agora?!

________________________________________
P.S. Baixei o Manjaro Gnome e ele não instala pois há um erro na distro que baixei. Fui verificar e em ambos os testes os resultados diferem, mas se baixei diretamente do site da distro e quero o Gnome e não um KDE ou XFCE, e agora?! Onde obtenho essa ISO se justamente a do próprio site dos desenvolvedores está dando erro(?!)



Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts