Desabilitando o chaveiro de sessão no Google Chrome

Publicado por Beatriz Monteiro em 07/12/2018

[ Hits: 714 ]

 


Desabilitando o chaveiro de sessão no Google Chrome



Uma das experiências inconvenientes que alguns usuários das mais diversas distribuições Linux vivenciam é quando, ao abrirem o Google Chrome, o navegador requisita um chaveiro padrão para iniciar a sessão, a janela apresenta em seu conteúdo:

Digite a senha do chaveiro "Chaveiro padrão" para desbloqueá-lo. Um aplicativo quer acesso ao "Chaveiro padrão", mas ele está bloqueado.
Isso ocorre devido ao GNOME Keyring, um software desenvolvido para gerenciar credenciais de segurança de usuários que, para fins de segurança, faz o requerimento da senha do chaveiro padrão toda vez que o Chrome é executado.

Nesta dica, apresentarei duas formas de solucionar esse desconforto. Apesar da dica ser voltada para o browser da Google, que é o que mais tem relatos dessa ocorrência, pode ser que os procedimentos sejam válidos também para outros navegadores, caso eles apresentem a mesma inconveniência.

1ª FORMA

Instale o pacote seahorse. Pode ser através de Central de Programas, gerenciador de pacotes ou até mesmo pelo site oficial. Como geralmente a maior parte dos leitores usa Ubuntu, Debian ou Linux Mint, o comando para instalação é o:

# apt install seahorse

Se sua distribuição já possuir o seahorse, melhor ainda. Com o pacote já instalado, abra o seahorse com o seu usuário normal (não o root).

No campo "Senhas" no lado esquerdo da janela, clique com o botão direito em "Login", e selecione "Alterar senha". O programa pedirá para digitar a senha antiga, digite-a. Caso não lembre-a, tente usar a senha do usuário da conta mesmo. Em seguida, o seahorse pedirá para informar a nova senha. Deixe o campo completamente vazio, sem espaços, letras, números nem outro caractere, e continue.

2ª FORMA

Se executar o navegador no terminal por intermédio do comando:

google-chrome-stable --password-store=basic

não virá.

Sabendo disso, abra /usr/share/applications/google-chrome.desktop em algum editor de texto como root, e nas linhas onde tiver algo como:

Exec=/usr/bin/google-chrome-stable

mude para:

Exec=/usr/bin/google-chrome-stable --password-store=basic

Deve existir uma pasta oculta em sua pasta de usuário chamada ".local", onde lá deverá possuir uma pasta share, que dentro dela há applications. Caso não exista, crie com:

mkdir -p ~/.local/share/applications

Depois copie as modificações feitas no desktop do Google Chrome para essa pasta, com o comando:

cp /usr/share/applications/google-chrome.desktop ~/.local/share/applications

Outras dicas deste autor

Editando PDFs com o LibreOffice

Reduzindo ruídos no Audacity

Listando pacotes instalados no sistema com DPKG

Fazendo o touchpad ("mouse do notebook") funcionar no Linux

Deixando o GIMP parecido com o Photoshop

Leitura recomendada

Busca na barra de endereços do Firefox - Linux Mint Katya

Restaurando configuração padrão do Ubuntu

Habilitar porta paralela PCI Express NetMos Technology Device 9900 no Debian Squeeze

Alta Disponibilidade

Ubuntu - Instalando Extensions no Gnome Shell

  

Comentários
[1] Comentário enviado por meianoite em 09/12/2018 - 00:55h


Testei agora removendo a pasta:

$ rm -Rf ~/.config/google-chrome/


/usr/bin/google-chrome-stable --password-store=basic

FUNCIONOU 100%


[2] Comentário enviado por clodoaldops em 09/12/2018 - 20:22h

-aqui no fedora-29 e mageia-6 não tive esse problema

----------------------------------------------------------------------------------
Itautec-w7535 (Ci3 + 4 GB/RAM + 120 GB/SSD + Intel HD 3000)


[3] Comentário enviado por meianoite em 09/12/2018 - 20:32h


[2] Comentário enviado por clodoaldops em 09/12/2018 - 20:22h

-aqui no fedora-29 e mageia-6 não tive esse problema



Como esta o arquivo .desktop do chrome no fedora-29 e mageia-6?

Esse tal "chaveiro de sessão" parece coisa do GNOME de jardim. kkkk



Contribuir com comentário