Deletar kernel antigo para não aparecer no GRUB2

Publicado por Lúcio SLV em 12/04/2010

[ Hits: 15.219 ]

 


Deletar kernel antigo para não aparecer no GRUB2



Para mantê-lo o mais atualizado e seguro, o Linux possui constantes atualizações. Diferentemente dos sistemas proprietários, há atualizações também para o núcleo do sistema. E quando se percebe há uma coleção deles no disco rígido. De uma forma simples mostro como podemos fazer uma faxina e assim deixar as coisas mais organizadas.

A Canonical frequentemente disponibiliza diversas atualizações para deixar o sistema Linux/Ubuntu 9.10 o mais seguro possível como é de praxe. Entre os quais o kernel também é atualizado. Inicialmente o Karmic Koala, em seu lançamento em 29 de outubro de 2009, veio de fábrica com o kernel 2.6.14-generic.

Desde então houveram algumas atualizações no kernel, sendo o mais atual o kernel 2.6.31-20-generic. Com isso, tanto o grub2 como o Legacy, acabam mantendo os kernels "antigos" na tela de arranque do sistema, pois o mesmo não realiza a remoção de modo automático. O que naturalmente requer que o usuário faça essa limpeza manualmente.
Linux: Deletar kernel antigo para não aparecer no GRUB2
Porém o processo é extremamente simples e basta três comandos e manteremos nosso grub2 com uma aparência mais "limpa" ou menos "poluída" e assim um maior controle do que queremos que apareça na tela inicial do mesmo.

Há um programa gráfico ou gui chamado Startup-Manager que você pode realizar alterações no Grub2 como alterar o tempo limite para iniciar o sistema operacional padrão, nos casos em que temos o dual-boot com outra distro GNU/Linux ou com o Windows. Além de alterarmos a resolução de tela, profundidade de cor, aparência e o tema do Splash etc. Entretanto, ele não disponibiliza a remoção de kernel antigo, o que nos leva à linha de comando, que no Linux é poderoso, prático e rápido!

Depois que se aprende os comandos mais básicos, torna-se algo corriqueiro e quando menos se espera você se dá conta de que já consegui realizar muitas coisas até avançadas através dele e quanto mais se sabe mais se quer aprender, e isso num sentido exponencial. O que ao meu ver é muito saudável e produtivo!

Sem mais delongas, vamos ao que interessa!

Procedimentos:

1. Para listar as versões instaladas do kernel em seu sistema use este comando:

dpkg --get-selections | grep linux-image

Aparecerá algo como:
linux-image-2.6.31-20-generic	install
linux-image-2.6.31-19-generic	install
linux-image-2.6.31-17-generic	install
linux-image-2.6.31-16-generic	install
linux-image-2.6.31-15-generic	install
linux-image-2.6.31-14-generic	install
linux-image-generic		install

2. Após isso, selecione o kernel que você quer deletar. Evidentemente, tome o cuidado de não deletar a atualização mais recente do núcleo do sistema, ou seja, o kernel- 2.6.31-20-generic. Para deletar os kernels mais antigos, definitivamente use este comando:

sudo aptitude purge linux-image-2.6.31-14-generic

Uma vez concluída esta remoção, escolhemos outro kernel antigo para exclusão:

sudo aptitude purge linux-image-2.6.31-16-generic

E assim sucessivamente até restar somente o kernel 2.6.31-20-generic, que até o presente momento em que redijo este pequeno artigo é o mais atual. E também não mexa no linux-image-generic, pois isto causaria um El Niño, ou em outras palavras, um problemão ao seu sistema.

3. Precisamos agora atualizar o GRUB2, pois do contrário eles continuarão sendo listados, mesmo que não estejam mais no disco rígido. Para isso basta usar este comando:

sudo update-grub

No final deverá ficar parecido como na figura abaixo, quando usarmos novamente o comando que lista o kernel do sistema:
Linux: Deletar kernel antigo para não aparecer no GRUB2
Como podemos constatar, o processo em si é simples e não é tão complicado como alguns críticos supõem a princípio. Espero que as informações supracitadas possam ajudar aos amigos e como sabemos no Pinguim sempre há mais de uma maneira de fazermos as coisas. Para mim essa é uma maneira rápida e fácil para realizar tal procedimento sem muita complicação.

Abraços para todos da nossa comunidade: Viva o Linux.

Lúcio M.V. Silva

Obs.: Caso queira retirar o MEMTEST86+, o Modo de Recuperação e aumentar ou diminuir o tempo no GRUB2, acesse minha dica a respeito no link que segue:
Outras dicas deste autor

Pesquisar por arquivos no GNU/Linux

"Antivírus" e o Linux

Sis671/771 no Ubuntu 10.10

Linux em notebook CCE Win com vídeo SIS 771/671

Instalação da Lexmark X1185 no Ubuntu 9.10

Leitura recomendada

Arquivos de partições NTFS somem quando montados no Linux

Acessar arquivos no Android pelo PC em rede wifi

Para quem quer mudar o visual do Kurumin

Fedora Directory Server

O comando history

  

Comentários
[1] Comentário enviado por rld.rodrigo em 12/04/2010 - 16:59h

uma dica facil pra remover os antigos

dpkg -l 'linux-*' | sed '/^ii/!d;/'"$(uname -r | sed "s/\(.*\)-\([^0-9]\+\)/\1/")"'/d;s/^[^ ]* [^ ]* \([^ ]*\).*/\1/;/[0-9]/!d' | xargs sudo apt-get -y purge


retirado daqui
http://www.vivaolinux.com.br/dica/Seu-GRUB-esta-cheio-de-linhas

[2] Comentário enviado por prado em 13/04/2010 - 12:12h

Lucio, a sua dica realmente é simples e prática, mas eu queria descobrir uma forma de efetuar a limpeza do SO que me encontro nos outros que tenho instalado.

[3] Comentário enviado por jahminho em 13/04/2010 - 21:49h

no ubuntu eu removo usando o ubuntu tweak, fica a dica!

[4] Comentário enviado por ropeso em 15/05/2010 - 17:01h

Para remover os antigos tenho feito o seguinte:

$ sudo rm /boot/*-2.6.31-19-generic

E repito o comando para cada atualização que desejo deletar. Depois é só fazer:

$ sudo update-grub

Ainda não estou certo se funciona 100% no Grub2.

[5] Comentário enviado por tiagodib em 04/04/2011 - 15:04h

Eu não prossegui, na parte de dar o purge nos kernels, ele diz que irá remover pacotes essenciais, veja.

0 pacotes atualizados, 0 pacotes novos instalados, 1466 a serem removidos e 0 não atualizados.
Depois desta operação, 5301MB de espaço em disco serão liberados.
Você está prestes a fazer algo potencialmente destrutivo.
Para continuar digite a frase 'Sim, faça o que eu digo!'

Resolvi remover manualmente apagando os kernels no /boot.

Grato

Tiago Dib.

[6] Comentário enviado por possiventura em 07/05/2012 - 16:55h

Lúcio ,
tento deletar mas aparece sempre a mesma mensagem :
[email protected]:~$ sudo aptitude purge linux-image-2.6.35-22-generic
[sudo] password for jose:
E: O dpkg foi interrompido, para corrigir o problema tem de correr manualmente 'sudo dpkg --configure -a'
E: O dpkg foi interrompido, para corrigir o problema tem de correr manualmente 'sudo dpkg --configure -a'
[email protected]:~$
não sei o que fazer.já pesquisei na internet.

tadeu filippini
p.s. e quando do comando acima :
sudo dpkg --configure -a
para sempre em :
Found kernel: /boot/memtest86+.bin
fica " anos"assim e nada muda



Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts