Dando permissão para desligar o computador

Publicado por Xerxes em 15/04/2008

[ Hits: 18.568 ]

Blog: https://static.vivaolinux.com.br/imagens/dicas/comunidade/300.jpg

 


Dando permissão para desligar o computador



Normalmente, por questões de segurança, apenas o usuário root possui permissão para reiniciar e desligar o computador.

Os comandos estão descritos abaixo.

Para reiniciar:

# shutdown -r now

Para desligar:

# shutdown -h now

Outro meio de reiniciar o computador é fechando o X com CTRL+ALT+BACKSPACE e em seguida pressionar CTRL+ALT+DEL.

Outra maneira de desligar o computador é usando o simples comando:

# halt

Mas o chato é ter que executar o comando "su" para logar como root toda vez que for digitar esses comandos.

Por isso aí vai uma dica para conceder permissão para que usuários comuns possam desligar o computador:

# chmod 4755 /sbin/shutdown

Esse comando acima muda a permissão para desligar, em seguida crie um atalho:

# ln -s /sbin/shutdown /bin/

Pronto! Agora você pode desligar e reiniciar o seu computador usando comandos sem precisar logar como root.

Até mais.

Outras dicas deste autor

Sem wireless no Ubuntu em notebook Dell [RESOLVIDO]

Como ver a versão da distribuição no terminal (e outras informações)

Como ver todos os grupos do sistema

Mais opções no Q4OS

Invertendo botões touchpad no Xubuntu 11.04

Leitura recomendada

Adicionando um botão "Overview" no KDE (similar ao do Gnome 3)

Como filtrar exatamente uma palavra no terminal

Indentar XML automaticamente

Ativar memória SWAP no Fedora

Renomear vários arquivos ao mesmo tempo

  

Comentários
[1] Comentário enviado por removido em 24/04/2012 - 23:25h

Não é perigoso atribuir a permissão especial 4 para um arquivo, ainda mais executavel?

[2] Comentário enviado por clebercjb em 19/09/2015 - 16:58h

Prefiro adicionar "usuário ALL= NOPASSWD: /sbin/shutdown" (sem as aspas) no "final do arquivo" sudoers (sudo visudo). Após fazer isto ainda vai precisar colocar o comando "sudo" na frente da instrução (como em "sudo shutdown -h now") mas não exigirá mais digitar a senha para executar este comando específico.




Contribuir com comentário