BasicLinux: Xwindows não funciona dentro do DOS loop

Publicado por Sergio Teixeira - Linux User # 499126 em 28/08/2012

[ Hits: 2.891 ]

 


BasicLinux: Xwindows não funciona dentro do DOS loop



Esta dica é voltada especificamente para o BasicLinux 3.5, mas pode ser o "caminho das pedras", caso tenhamos dificuldades em abrir a interface gráfica em outras distros, quando o hardware for limitado:

Você consegue inicializar bem o BasicLinux de dentro do DOS, mas após o startx, a tela fica em branco?

Experimente um DOS "limpo", isto é, sem autoexec.bat, sem config.sys, e principalmente, sem Windows.

Na maioria dos casos, isso funciona.

Outro detalhe que pode fazer seu velho PC abrir ou não, a interface gráfica, é a quantidade de memória RAM, cujo mínimo absoluto é de 12 MB no BasicLinux (1024 KBytes x 12 = 12.288 KBytes), ou 198 MB em quaisquer outras distros do porte do Kurumin 2.21 ou do DSL, por exemplo.

Preste atenção nesse número: 198 MB

Se nas distros mais modernas com placas onboard, houver problemas em inicializar o X com uma RAM de menos de 206 MB, é sinal de que a memória de vídeo (que deveria ser a vRAM) - quando configurada para mais de 8 MB - está sendo "emprestada" da memória RAM.

Notem que 12 MB no BasicLinux, abre um ambiente gráfico de 640 X 480 pixels em 16 cores.

Não se deve querer mais do que isso, pois afinal, trata-se geralmente de hardware muito antigo com pouquíssima memória RAM e uma memória de vídeo extremamente baixa, sem aceleração alguma, e às vezes, com drivers proprietários.

Outras dicas deste autor

Proteção do hardware

Comandos aceitos no Basic Linux

Atualizando as bibliotecas fo Basic Linux

Mais uma distro minimalista: BLUEFLOPS

Estatísticas do Linux Counter

Leitura recomendada

Uniformizando tema Breeze dos aplicativos KDE e GTK

Aumentando a área de SWAP

Teclas de função no Xfce para comandar o volume

Anexar partição com o GParted

Configurar rede no Slackware

  

Comentários
[1] Comentário enviado por albfneto em 30/08/2012 - 10:58h

Parabéns, Teixeira. Sempre são interessantes seus experimentos com máquinas antigas e software minimalista e específico.
Favoritada.



Contribuir com comentário