Usando G4U, ProFTP e DHCP para clonar partições pela rede

A intenção desse singelo artigo é fazer um passo a passo para utilizar o G4U para clonar uma partição e restaurá-la posteriormente, utilizando o ProFTP e o DHCP3-Server em um servidor Debian Lenny. Também mostrarei uma simples configuração do ProFTP e do DHCP3 para utilização no ato e deixar tudo funcionando.

[ Hits: 20.611 ]

Por: Fernando Eckhardt Valle em 01/10/2010


Instalando e configurando o ProFTP



O G4U (Ghost For Unix) é um software de clone muito fácil de utilizar, bastando ter um servidor FTP para armazenar as imagens, mesmo servidor que será utilizado depois para passar os clones para outras máquinas e também um servidor DHCP para o G4U conseguir se conectar automaticamente a rede.

Vamos à primeira etapa do processo, que é a instalação e configuração do servidor FTP.

Instalando o ProFTP no Debian:

# apt-get install proftp

Vamos entrar no diretório onde estão as configurações do ProFTP:

# cd /etc/proftpd

Agora vamos abrir o arquivo de configuração do ProFTP utilizando o editor de texto de sua preferência, no meu caso utilizo o nano:

# nano proftpd.conf

A única coisa que precisa ser mudada é no começo das configurações onde tem:

UseIPv6        on

Deixe:

UseIPv6        off

Salve, CTRL+O e feche, CTRL + X.

Criando um usuário para o FTP e ajustando suas configurações

Acesse o diretório /home/ftp e crie uma pasta chamada install:

# cd /home/ftp
# mkdir install


Agora devemos criar um usuário FTP para o G4U armazenar as imagens:

# adduser install

Quando pedir a senha, coloque install também (ou a senha de sua preferência, eu sempre deixo igual).

O que acontece quando criamos dessa forma um usuário? É criado um diretório para ele na pasta /home. Porém não queremos isso. Queremos que a pasta do usuário install fique dentro do diretório /home/ftp/.

Para fazermos isso devemos editar o arquivo /etc/passwd:

# nano /etc/passwd

Procure a linha que contenha o usuário install, como ele foi o último a ser criado, deve estar no final da lista. Vamos editar essa linha de modo que alteremos o diretório padrão desse usuário, então onde está /home/install mude para /home/ftp/install. Pronto, salve e feche.

Pode apagar agora o diretório install que está dentro da pasta home, já que agora iremos utilizar /home/ftp/install.

Reinicie o ProFTP:

# /etc/init.d/proftpd restart

    Próxima página

Páginas do artigo
   1. Instalando e configurando o ProFTP
   2. Instalando e configurando o servidor DHCP
   3. Obtendo o disco de boot do G4U, criando e restaurando as partições
Outros artigos deste autor

Ubuntu no Samsung Chromebook com processador ARM

Como fazer o Squid funcionar da maneira mais simples possível no Xubuntu e derivados

Leitura recomendada

Compilando e instalando o XFCE 4.2 no SuSE através dos fontes

Fazendo backup de DVDs

Experiência de migração para software livre

Torne o seu servidor um mirror de atualização do Antivírus AVG (revisão)

Cube 2 - Sauerbraten: Jogo de tiro em primeira pessoa

  
Comentários
[1] Comentário enviado por professordavid em 01/10/2010 - 10:47h

Parabéns pelo artigo.. vou testar aqui, parece uma grande soluçaõ. Obrigado.

[2] Comentário enviado por R.S.P Andre em 01/10/2010 - 20:15h

parabéns pelo artigo.
Gostei da forma como foi explicado cada procedimento.
Irei testa-lo assim que puder e postarei o resultado.
Mais uma vez. Parabéns!

[3] Comentário enviado por samir.ma em 04/10/2010 - 21:15h

Opa existe um outro software que faz isso de forma automatizada com suporte a configuracao via web, com multiusuários, e diversas opções muito úteis, como boot via rede, usb, cd-rom, antivirus via boot, isso tudo com instalação automatizada tanto para ubuntu como para red hat

Quem quiser experimentar:
http://www.fogproject.org/

[4] Comentário enviado por obernan em 12/12/2010 - 16:32h

Parabens pelo artigo, mas me tira uma duvida, em que situaçao eu poderia utilizar a clonagem de partiçoes ???

[5] Comentário enviado por pherde em 12/12/2010 - 18:48h

Então @obernan, no meu caso, é super útil a clonagem de partição pq eu faço a imagem de uma partição WindowsXP de uma sala com 15 máquinas iguais, logo, drives, programas e afins já estão todas certinhas na imagem. É útil, então, para vc "arrumar" máquinas de uma maneira mais rápida. Deu pau na partição do windows... ao invé de formatar, instalar o SO, baixar drivers... só clono a partição primária e pronto... todas as informações salvas em outras partições continuam na máquina. Eu que faço isso num lab de uma escola de informática é super útil.... :)

[6] Comentário enviado por obernan em 14/12/2010 - 22:37h

Cara boa, esclareceu minha duvida, realmente pode quebrar um galhao e facilidar nossas vidas, muito obrigado pela contribuicao pherde e por dividir um pouco do seu conhecimento !!!!!!

Valeu Brother, abraço !!!!!

[7] Comentário enviado por pbacheti em 26/12/2010 - 18:37h

Olá, post muito bacana!!!

Fiquei muito interessado em fazer uns testes.... só uma duvida!

Eu consigo fazer este procedimento mesmo em hardwares diferentes??

Ex.:
Origem:
- Intel Core 2 Duo 3.2 Ghz / 2 GB DDR2 / HD SATA II 320 GB

Destino:
- Intel Dual Core 2.16 Ghz / 2 GB DDR2 / HD SATA II 500 GB

É possivél?

Grato!!

[8] Comentário enviado por pherde em 26/12/2010 - 20:31h

@pbacheti = então, se a gente pensar que um HD com linux (sem compilação personalizada de kernel e etc) se colocarmos em um outro PC parecido, como o caso de seus exemplos, irá funcionar sem problemas (ele reconhecerá o hardware e deixatá "tudo" funcionando como sabemos), então, sim, com hardware diferente teoricamente é para funcionar. No meu caso, eu tinha imagens para certos hardwares com SO da microsoft (WinXP) e quando colocava em PCs com configurações diferentes, muitas vezes funcionava sem problemas.

De toda forma, no caso que vc passou em seu exemplo, se for uma imagem de GNU/Linux, irá funcionar perfeitamente. ;)


[9] Comentário enviado por Pbacheti em 27/12/2010 - 11:30h

pherde,

Mais uma vez, parabéns pelo post!!
Vou fazer o teste e posto o resultado!

vlw!

[10] Comentário enviado por lucassathler em 09/10/2011 - 21:34h

boa noite!
estou quase conseguindo upar a imagem, configurei o ftp, dhcp numa boa. coloco o cd (g4u) em uma estação xp, dou o boot e g4u reconhece a rede e inicia, mas na hora de enviar a imagem par o servidor ele começa.. (chega até a criar o arquivo no servidor) mas logo no inicio interrompe o processo com a mensagem:

"uvm_faut (0xcd06,36a0, 0x4d187000, 2) -> 0xe
fatal page fault in supervisor mode
trap type 6 code 2 eip c010ccea cs 8 eflafs 10646 cr2 4d187f40 ilevel 0
panic: trap

the operating system has halted."

estou muito interessado em fazer funcionar se alguem puder me dar uma dica fico grato.


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts