Sistema lento? Encontrando a causa do problema

O que você faz quando recebe um alerta de que o seu sistema está lento ou sobrecarregado? Rastrear a causa da sobrecarga só leva algum tempo, alguma experiência e algumas ferramentas do GNU/Linux.

[ Hits: 27.700 ]

Por: Arthur Gregory Matiello em 26/01/2015


Problema causado por alto I/O do disco



O problema pode não ser nem memória e nem processador, mas sim entrada/saída (I/O) do disco.

O comando top pode nos ajudar novamente:

# top
Cpu (s): 11,4%us, 29,6%sy, 0,0%ni, 58,3%id, 0,7%wa, 0,0%hi, 0,0% si, 0,0% st

Se o %wa for alto, provavelmente é problema de I/O, isso se você não estiver utilizando memória SWAP.

Agora, vamos encontrar em qual disco ou partição está ficando a maior parte do tráfego de I/O utilizando os aplicativos iostat e iotop:

# iostat
Linux 2.6.24-19-server (srv-matiello) 01/31/2009

avg-cpu:  %user   %nice %system %iowait  %steal   %idle
           5.73    0.07    2.03    0.53    0.00   91.64

Device:    tps   Blk_read/s   Blk_wrtn/s   Blk_read   Blk_wrtn
sda       9.82       417.96        27.53   30227262    1990625
sda1      6.55       219.10         7.12   15845129     515216
sda2      0.04         0.74         3.31      53506     239328
sda3      3.24       198.12        17.09   14328323    1236081


O comando iostat sem argumentos nos dá uma boa visão geral das estatísticas do I/O do seu disco.

Como com o top, iostat lhe dá a saída da percentagem do CPU. Abaixo disso ele fornece a composição de cada unidade e a partição em seu sistema e estatísticas para cada um:
  • TPS - transações por segundo.
  • Blk_read/s - blocos de leitura por segundo.
  • Blk_wrtn/s - blocos de escrita por segundo.
  • Blk_read - blocos totais de leitura.
  • Blk_wrtn - blocos totais de escrita.

Na saída do comando podemos identificar qual partição, ou partições, estão com maior tráfego de I/O, e se a maior parte do tráfego é de leitura (Blk_read/s) ou escrita (Blk_wrtn/s).

Por exemplo, se você tem uma sobrecarga de I/O e você suspeita que o culpado é o backup remoto, compare as estatísticas de leitura e gravação. Porque você sabe que uma tarefa de backup remoto vai principalmente utilizar a leitura do seu disco, se você ver que a maioria do I/O é escrita, você pode presumir que o problema não está no backup.

Vamos para o comando iotop:

# iotop
Total DISK READ: 189.52 K/s | Total DISK WRITE: 0.00 B/s
  TID  PRIO  USER DISK READ DISK WRITE  SWAPIN     IO>    COMMAND
8169 be/4 root  189.52 K/s   0.00 B/s  0.00 %  0.00 % rsync --server --se
4243 be/4 thur    0.00 B/s   3.79 K/s  0.00 %  0.00 % cli /usr/lib/gnome-
4244 be/4 thur    0.00 B/s   3.79 K/s  0.00 %  0.00 % cli /usr/lib/gnome-
    1 be/4 root    0.00 B/s   0.00 B/s  0.00 %  0.00 % init


Você pode ver que o rsync nesta máquina é o responsável pelo maior I/O (DISK READ).

Depois de encontrar o causador da sobrecarga, agora você tem que analisar diversos fatores.

Em alguns casos o problema do I/O pode ser um script que está rodando que está usando mais I/O do disco do que o esperado, e você pode simplesmente matar o processo e resolver o problema.

Em outras ocasiões, o problema de I/O pode ser um processo de banco de dados, mas pode não ser seguro simplesmente matar o processo, pois pode acabar corrompendo o banco de dados e perdendo os dados.

Além disso, o problema pode ser a carga de um trabalho único que está em execução na máquina e não deve impactar na carga no futuro, então você pode simplesmente deixar o processo completar.

Talvez a real solução pode ser adicionar mais recursos ao servidor ou adicionar mais servidores para dividir a carga.

Podem ser tantas coisas diferentes que causam a sobrecarga no servidor, que é difícil enumerá-las aqui, mas espero que, sendo capaz de identificar as causas de sua sobrecarga, você vai estar no caminho certo na próxima vez que você receber um alerta de que uma máquina é/está lenta.

Página anterior    

Páginas do artigo
   1. Introdução
   2. Problema causado por memória insuficiente
   3. Problema causado por alto I/O do disco
Outros artigos deste autor
Nenhum artigo encontrado.
Leitura recomendada

Ubuntu, simplesmente poderoso

Linux para máquinas antigas - Que distribuição escolher?

Gentoo - Instalação partindo de LiveCD/USB do Sabayon LXDE

Customizando o DVD de instalação do Slackware

Analisando processos em seu GNU/Linux

  
Comentários
[1] Comentário enviado por danniel-lara em 26/01/2015 - 14:53h


Parabéns , muito bom o Artigo

[2] Comentário enviado por arthurmatiello em 26/01/2015 - 15:03h

Valeu

[3] Comentário enviado por fabio em 26/01/2015 - 15:13h

Gostei da forma como o assunto foi explicado, parabéns!

[4] Comentário enviado por arthurmatiello em 26/01/2015 - 19:53h


[3] Comentário enviado por fabio em 26/01/2015 - 15:13h

Gostei da forma como o assunto foi explicado, parabéns!


Muito obrigado

[5] Comentário enviado por MarlonSales em 26/01/2015 - 21:13h

serve pra Ubuntu?

[6] Comentário enviado por arthurmatiello em 26/01/2015 - 21:32h


[5] Comentário enviado por MarlonSales em 26/01/2015 - 21:13h

serve pra Ubuntu?


Sim...

[7] Comentário enviado por wagnerfs em 26/01/2015 - 23:35h

Parabéns amigo por compartilhar o conhecimento.

_________________________
Wagner F. de Souza
Graduado em Redes de Computadores
"GNU/Linux for human beings."
LPI ID: LPI000297782

[8] Comentário enviado por arthurmatiello em 26/01/2015 - 23:46h


[7] Comentário enviado por k666 em 26/01/2015 - 23:35h

Parabéns amigo por compartilhar o conhecimento.

_________________________
Wagner F. de Souza
Graduado em Redes de Computadores
"GNU/Linux for human beings."
LPI ID: LPI000297782


Obrigado

[9] Comentário enviado por jonasof em 26/01/2015 - 23:51h

Finalmente descobri o que significavam os três números do uso de CPU!! Obrigado pelo artigo.

[10] Comentário enviado por eldermarco em 27/01/2015 - 07:31h

Muito bom! Agora saberei melhor como verificar isso!

[11] Comentário enviado por glaucoperucchi em 27/01/2015 - 09:45h


Me tirou alguns duvidas que eu tinha com este artigo! Muito obrigado!

[12] Comentário enviado por kennerc em 27/01/2015 - 11:09h

Muito bom o artigo!

Seria possível verificar se a lentidão está ocorrendo por HD já com problemas?

[13] Comentário enviado por hygorgaldino em 27/01/2015 - 15:04h


Parabéns, show de bola...

[14] Comentário enviado por arthurmatiello em 28/01/2015 - 09:42h


[12] Comentário enviado por kennerc em 27/01/2015 - 11:09h

Muito bom o artigo!

Seria possível verificar se a lentidão está ocorrendo por HD já com problemas?


Não entendi sua pergunta.

Com o comando iostat, ele mostra todos os discos, lá você consegue ver qual está com uma leitura e/ou escrita alta e identificar qual disco ou partição está o problema.

Se quiser verificar a saúde do disco, utilize:
badblocks -v /dev/disco

[15] Comentário enviado por mangierre em 30/01/2015 - 10:42h


Belo tutorial!

[16] Comentário enviado por felipemartinsss em 30/01/2015 - 13:43h

Muito interessante esse artigo, favoritado.
Tenho algumas classes complexas escritas em Java que a meu ver, consomem muita memória (até estourar um OutOfMemoryError).
Mas nunca rodei esse comando para acompanhar a evolução desse uso.
Vou fazer isso quando puder.

[17] Comentário enviado por Limassauro em 01/02/2015 - 18:28h

Parabéns pela iniciativa, explicativo, didático.

[18] Comentário enviado por albfneto em 03/02/2015 - 15:12h

o Artigo é excelente e muito útil. Favoritado.
¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨
Albfneto,
Ribeirão Preto, S.P., Brasil.
Usuário Linux,Linux Counter: #479903.
Distros Favoritas: Sabayon, Gentoo, OpenSUSE, Mageia e OpenMandriva.

[19] Comentário enviado por mcnd2 em 05/02/2015 - 22:42h

Muito bom o artigo, simples e didático.

10!

[20] Comentário enviado por Andrerazak em 09/03/2018 - 14:01h

Muito bom, bem explicado.
Parabéns.

[21] Comentário enviado por rafael_r em 25/02/2019 - 10:46h

Parabéns pelo artigo, muito bom!
Dúvida, qual a média de % do WA que podemos considerar como I/O alto?


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts