Recuperando seus dados com o "truque da geladeira"

Todos sabem do valor (economicamente) de um HD (hard disk ou disco rígido), mas, convenhamos, poucos têm consciência do valor (pessoal, corporativo e ou estratégico) dos dados ali contidos, pelo menos até a iminência de perdê-los. Com efeito, só nos damos conta da importância dos dados quando o nosso velho HD "expirou" É disto que este artigo trata, de como se podem recuperar esses dados.

[ Hits: 50.832 ]

Por: morvan bliasby em 03/01/2005


O que é afinal, um hd?



Introdução


O que é um hd, tecnicamente falando?
O hard disk é um componente físico, de elevadíssima precisão mecânico-eletrônica, hermético, pela sua própria precisão, não podendo sequer ser aberto, pois o danificaria fatalmente.

Você ficaria surpreso ao saber que a distância entre os "Platters" ou pratos de um hd típico não passa de fração de milímetros! Sendo mais explícito: não há contato físico entre cabeças de leitura e pratos. A velocidade típica de um hd hodierno se situa entre 7.200 indo até 10.000RPM. Imaginem-se a precisão e a fragilidade.

Se por um lado houve muitos avanços desde o famoso "Winchester" da IBM até os hd´s de hoje, com suas velocidades incríveis e suas capacidades de armazenamento a cada dia surpreendentes, novas tecnologias de armazenamento, novos algoritmos de compressão, não se esqueça de que o hd ainda é o fator limitante, o gargalo do sistema, por ser, no micro, a tecnologia sobremaneira de estado não-sólido. É imensurável a diferença de tempo de acesso entre um cache de memória e o hd, pró cache.

    Próxima página

Páginas do artigo
   1. O que é afinal, um hd?
   2. Estudo de caso: O truque da geladeira
   3. Procedimentos / Conclusão
Outros artigos deste autor

Usando o seu módulo IRDA no Linux

Como Instalar Seu Adaptador WiFi RTL8821 No GNU-Linux

Configurando o seu teclado sem fio (e, via de regra, sem LEDs indicadores de estado) no Linux

Dominando o BrOffice.org Writer com o uso de estilos

SL no Estado do Ceará: repensando a nossa forma de atuação e engajamento

Leitura recomendada

Ajustando o desempenho de discos rígidos

Netbook Positivo Mobo White 1020 com Mandriva

Guia de instalação de placas de vídeo ATI no SuSE

O MP3 player e o Ogg Vorbis

Multiterminais e Userful Multiplier nas escolas públicas: Uma solução barata que sai caro

  
Comentários
[1] Comentário enviado por fftrebor em 03/01/2005 - 08:49h

Cara!

é 10 Mesmo!

Para acrescentar, uma vez na empresa eu tive um problema parecido e, por não ter uma geladeira à mão, deixei o hd preso ao ar-condicionado da sala de servidores.

Para o que eu queria, serviu e muito bem também.

Ótimo artigo!

Um abraço

Robert

[2] Comentário enviado por leo_mxs em 03/01/2005 - 09:31h

Eu vi uma reportagem da linux magazine que o cara também o usou o truque da geladeira, e funcionou!

[3] Comentário enviado por Terramel em 03/01/2005 - 11:29h

Cara... Parabéns! Adorei esse artigo, não apenas pelo conteúdo final, mas também pelas explicações!

Abraços.

[4] Comentário enviado por Gustavo Requejo em 03/01/2005 - 12:05h

muy bueno, te has ganado un 9,5 :)
saludos

[5] Comentário enviado por astrodyum em 03/01/2005 - 12:16h

Bastante bom. uma perguntinha: Vc le o dicionario antes de dormir? heheheh Parabens pela escrita e clareza.

[6] Comentário enviado por removido em 03/01/2005 - 12:40h

Interessantíssimo seu artigo....
Espero não precisar usá-lo um dia.....he,he,he... ;-))
Parabéns pelo nível do vernáculo!!! :-P

[7] Comentário enviado por fabio em 03/01/2005 - 13:28h

Bom, essa eu revisei, deixei como está e ainda não manjei o que significa: mormente

Algum prof. Pascoale de plantão? :)

[8] Comentário enviado por lyma em 03/01/2005 - 14:15h

Nem precisa tanto Fabio, as funções ZZ do Aurélio Marinho Jargas ( http://aurelio.net/zz/ ) são uma mão na roda. ;)

Um tutorial sobre elas seria uma boa... alguém se habilita?


----------------------------------------------
root@lyma:/# zzdicportugues mormente
mormente | adv.
mormente

adv.,
principalmente.
----------------------------------------------

[9] Comentário enviado por wesleyrengel em 03/01/2005 - 19:42h

Nossa nunca imaginei isto , muito legal mesmo , parabens pelo artigo , mas espero nunca presicar dele ,,he he falou

[10] Comentário enviado por ygorth em 04/01/2005 - 00:21h

interessante vou testar!

[11] Comentário enviado por alphainfo em 04/01/2005 - 02:27h

Legal, cara.. soh um parênteses: Tem um artigo tb sobre isso em uma InfoExame, esqueci o número...

[]'s

Daniel Freire

[12] Comentário enviado por removido em 04/01/2005 - 03:13h

Cara, que maluco esse recurso. Mas tem fundamento e se vc "agarante" que funcionou, só posso crer. To besta!

[13] Comentário enviado por morvan em 04/01/2005 - 09:20h

Bom, de antemão, obrigado a todos pelos comentários sobre o artigo em tese. O recurso funciona, sim, e é uma resposta proativa aos técnicos que inadvertidamente pensam que é só colocar o hd numa geladeira e não tomar os procedimentos citos no artigo. Vale ressaltar, mais uma vez, que o recurso deve ser visto como uma solução emergencial, nunca advoguei nem o farei como sendo uma solução mágica ou mesmo corriqueira.
Morvan 20050104

[14] Comentário enviado por tiagomadeira em 04/01/2005 - 17:15h

Muito massa!

[15] Comentário enviado por vodooo em 04/01/2005 - 23:42h

Simplesmente perfeito!!!

A algum tempo tive problemas assim, mas como não conhecia o pinguim*, infelismente perdi os dados!

Está de parabéns, ótimo artigo!!

*pinguim - geladeira e não o Tux! heheheh

Abraços

[16] Comentário enviado por limasala em 05/01/2005 - 19:58h

um artigo mas do que importante
jamais imaginei isso
legalzão

parabéns pelo artigo

abraços limasala

[17] Comentário enviado por davidsonpaulo em 05/01/2005 - 20:55h

Excelente.

Já conhecia esse procedimento, entretanto, faltava uma explicação técnica de porque esse procedimento funcionava. Parabén, Morvan. É raro encontrarmos esse nível de detalhes em textos que vemos por aí.

Abraços,

Davidson Paulo

[18] Comentário enviado por tchulanguero em 07/01/2005 - 00:44h

Boa dica...vai mi ajudar a ajudar uns amigos meus...flw

[19] Comentário enviado por MIRON JAQUES em 03/05/2005 - 01:58h

GOSTEI DA DICA E RECOMENDO, RECUPEREI UM HD DE UM CLIENTE ESTA ATÉ HOJE FUNCIONANDO!! ATÉ QUANTO TEMPO VAI FUNCIONAR EU NÃO SEI... MAIS FUNCIONA!!!


MIRON JAQUES

[20] Comentário enviado por reinaldopapa em 02/10/2005 - 19:44h

Gostei da dica essa eu não conhecia, valeu

Reinaldo A. P.

[21] Comentário enviado por wavemmx em 13/10/2005 - 15:46h

Eu não sabia disso. E acho que seria bom fazer isso em hd's lentos (5.400 rpm) já que eles esquentariam lentamente se conparado com hd's de 7.200 ou 10.000 rpm

[22] Comentário enviado por morvan em 01/11/2005 - 12:43h

Bom dia a todos. Gostaria de ilustrar um caso de sucesso, com relação ao artigo: um técnico em planejamento da SePlan-Ce perdera um hard disk - a integradora do micro é uma empresa de grife, a qual desenganou o proprietário do disco quanto à possibilidade de recuperação dos dados. Ele viu este artigo na Internet, conseguiu contato comigo e trouxe o disco até mim. Conseguiu-se a recuperação em pelo menos 94% dos arquivos (relatórios, projetos, etc.), não se conseguindo mais dada a extensão da avaria do HD. Estou muito feliz com a nossa intervenção e tenho certeza de que o proprietário dos dados também o está. Importante não esquecer que o artigo trata de como fazer corretamente a recuperação, evitando, por exemplo, curtos, já que ao sair do refrigerador o disco estará úmido, portanto, apresentando menor resistência elétrica.
Bom proveito a todos.
Morvan 20051101

[23] Comentário enviado por leogsouza em 20/03/2006 - 11:41h

Interessante esse artigo vou testar num hd velho que é reconhecido mas não tem como acessá-lo

[24] Comentário enviado por messa88 em 10/05/2006 - 01:00h

Cara, interessante a matéria, pensei que fosse só um grande mito, mas sua tese tem sentido na parte da dilatação siceramente gostei muito!

[25] Comentário enviado por JosuéDF em 28/07/2006 - 23:37h

hehe, isso realmente funciona, tive a felicidade (ou não, depende do ponto de vista) de testar essa técnica, estava com um hd com dados de um cliente e como os dados não eram de suma importância não tinha nada a perder mesmo o hd ja estava com defeito, deu para copiar algumas coisas enquanto ele ainda estava frio, vale lembrar que tem que colocar ele dentro de um saco plastico tipo aquele de embalar alimentos.

[26] Comentário enviado por brunomruiz em 01/08/2006 - 16:05h

Grande dica , muito obrigado , aprendi um truque diferente :P
Valeu mesmo.
Falou

[27] Comentário enviado por removido em 26/09/2006 - 00:49h

Olá, morvan...

Parabéns pelo artigo. Pra quê gastar uma fortuna com empresas especializadas se poderemos e muito fazer o "Truque da Geladeira", não é mesmo? Parabéns!!!

:::... Viva o Linux ...:::

[28] Comentário enviado por lulu_master em 27/01/2007 - 18:25h

Parabens

[29] Comentário enviado por mano-ma em 24/04/2007 - 16:42h

Só uma perguntinha mesmo, to com um hd aqui e to com medo de fazer o truque, porem os dados sao de suma importancia, é que aqui nao tem ambiente refrigerado e sim ambiente normal mesmo? bem quente por sinal..
queria saber não só do autor da tese mais tbm dos outros usuarios para saber se posso fazer neste ambiente mesmo e se não tem outro jeito de colocar o hd sem ele ficar suando muito pois depoois de 4 horas aqui na minha geladeira no instante que o tirei ele começou a suar muito.
ai não tentei alguem da uma luz por favor...,...,..

[30] Comentário enviado por morvan em 26/04/2007 - 11:39h

Respondendo ao Mano-MA: o problema da condensação é amenizado com o lacre do HD; deixo isso bem claro no tutorial. Como regra básica, coloco o HD, ao ser ligado, repousando em cima de material isolante e de papel-toalha. Também coloque o HD numa parte menos "condensadora" do refrigerador; menos no congelador. Qualquer outra dúvida, pode perguntar.
Abraço,
Morvan

[31] Comentário enviado por mbsalgueiro em 31/01/2008 - 13:52h

caraa muitoo bom a dica...!!
Voce já o fez?! tem um hd que gostaria de recuperar...
será que se eu colocar ele na geladeira e usar um case externo dentro da geladeira ele funcionara?! Nao tendo de correr com ela para o pc?!
abraco

[32] Comentário enviado por morvan em 01/02/2008 - 10:44h

Bom dia, mbsalgueiro e demais. O truque de utilizar o "Case" é algo a ser testado, pois parece bastante viável. Até mesmo porque o invólucro (o "case") retém a temperatura. Se se estiver em uma sala refrigerada, tanto melhor.
Abraços,

Morvan

[33] Comentário enviado por joacinetrox@yaho em 17/05/2008 - 16:40h

boa tarde alguem pode me esplicar porque quando eu ligo o ups o meu pc liga sozinho isso nao acomtecia antes ,comessou depois que troquei o processor . de 1 intel 2.8 por dua2 core. nao da nada so que sou curioso em saber porque isso esta acontecendo .Ja tirei 1 processor e recoloquei e nao mudou nada.

[34] Comentário enviado por joacinetrox@yaho em 17/05/2008 - 16:43h

ups ,significa ESTABILIZADOR .

[35] Comentário enviado por albfneto em 28/11/2008 - 15:03h

que artigo legall É bom saber disso!

[36] Comentário enviado por ipi em 13/04/2010 - 23:52h

Morvan, por favor, me responde essa qd passar por aki - esse procedimento é capaz de restaurar uma partição desmontada?

Obrigado.

[37] Comentário enviado por morvan em 14/04/2010 - 09:53h

Bom dia. Este procedimento, como já fora dito amiúde, é para ser tentado em último recurso. Mas, se a estrutura da partição for localizada e estiver "endereçável", é possível, sim, recuperá-la.

Qualquer coisa, estejam à vontade para intervir.

Morvan, Usuário Linux #433640.

[38] Comentário enviado por removido em 06/07/2015 - 21:40h

Interessante, vou testar aqui num HD defeituoso.
--
http://s.glbimg.com/po/tt/f/original/2011/10/20/a97264_w8.jpg

Encryption works. Properly implemented strong crypto systems are one of the few things that you can rely on. Unfortunately, endpoint security is so terrifically weak that NSA can frequently find ways around it. — Edward Snowden


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts