Quando seria mais conveniente usar wvdial no terminal para conexões 3G ou EDGE?

Com a disponibilidade de gerenciadores de conexão atuais automatizando o acesso a Internet 3G, será ainda necessário usar ou mesmo apenas saber usar alguma alternativa de conexão com modem 3G usando terminal e algum programa discador?

[ Hits: 17.502 ]

Por: meinhardt, jorge g em 18/10/2011


Solução do problema e conclusões



Usando a terceira distro que não dispunha de nenhum aplicativo automatizado de gerenciamento de rede ou mesmo para a configuração destas, fiz a instalação do aplicativo discador wvdial, usando o apt-get pelo terminal:

# apt-get update
# apt-get install wvdial


Configurei o mesmo a partir de reedição do arquivo /etc/wvdial.conf com os dados da minha conexão 3G, conforme abaixo.

Conteúdo original do arquivo de configuração do discador wvdial, que é o /etc/wvdial.conf:

[Dialer Defaults]
Phone =
Username =
Password =
New PPPD = yes

Conteúdo do mesmo arquivo /etc/wvdial.conf depois de reeditado:

[Dialer Defaults]
Phone =
Username =
Password =
New PPPD = yes

[Dialer 3g]
Modem = /dev/ttyUSB0
Baud = 921600
DialCommand = ATDT
Check Def Route = on
FlowControl = Hardware(CRTSCTS)
Username = oi
Password = oi
Phone = *99#
Stupid mode = 1
Auto Reconnect = on
Auto DNS = on
Init1 = ATZ
Init2 = ATQ0 V1 E1 S0=0 &C1 &D2
Init3 = AT+CGDCONT=1,"IP","gprs.oi.com.br"
ISDN = 0
Modem Type = Analog Modem

Como é possível verificar, a configuração acima foi para modem 3G USB reconhecido como USB0 e conexão da oi, onde o nome de usuário e a senha padrão são oi, como também a linha de comando do modem com init3 passou a incluir o APN do servidor gprs, "gprs.oi.com.br".

Feita a instalação do aplicativo discador wvdial pelo apt-get, que precisei fazer nesta terceira distro, quando ainda me restava algum tempo de uso da conexão wifi paga como extra além de feita a re-edição do arquivo de configuração do wvdial conforme acima, bastou abrir um terminal e digitar:

# wvdial 3g

Como a qualidade da conexão Banda-Larga 3G ou quando não disponível Edge /2G seguia oscilante, mantive o uso do comando ping -i em outro terminal aberto, para garantir que o modem continuava "agarrado" ao sinal, sem deixar cair a conexão. O comando ping no terminal é aquele mesmo mencionado acima:

ping -i 15 google.com

Esta combinação de uso do aplicativo discador wvdial pelo terminal e do comando ping -i, foram as ferramentas que me permitiram operar da forma que desejava, usando a conexão que era da minha preferencia, sem precisar ficar a cada 5 ou 10 minutos tendo que mandar desconectar a rede wifi e reconectar a internet 3G.

Aprendi que contra as expectativas lógicas de que as novas versões de gerenciadores de rede bem mais automatizadas que no passado não muito distante, seriam o próximo caminho facilitando em muito a vida dos usuários, principalmente aqueles menos experientes, por não requerer mais o uso frequente do terminal e a re-edição de arquivos de configuração, a lógica não seria exatamente esta.

Caso não houvesse passado por situações de dificuldade no passado com o modem 3G e não houvesse aprendido a usar o discador wvdial, não haveria conseguido resolver o problema. Talvez até tivesse mesmo irritado e frustrado com as interrupções frequentes, usado o modem 3G porém de forma totalmente ineficiente e sem a minima confiabilidade.

Vejo agora que, pelo menos até que sejam desenvolvidas novas versões dos gerenciadores de conexão que obedeçam ao comando do usuário e não venham a derrubar a conexão escolhida pelo mesmo, será conveniente e necessário voltar a usar o "velho" terminal e o eficiente wvdial.

O uso de outro terminal com o comando ping com parâmetro -i 15 e o endereço de um servidor conhecido como o google.com, vai seguir sendo útil como forma de garantir a continuidade da conexão reduzindo os cortes causados por oscilações de sinal e por demanda de largura de banda causada por aumento no volume de trafego nas horas de pico.

Página anterior    

Páginas do artigo
   1. Introdução
   2. Condições de uso
   3. Testes com distros diferentes
   4. Solução do problema e conclusões
Outros artigos deste autor

Como o Google Earth pode induzir a reinstalação de uma distro Linux

Teste a vulnerabilidade de seu PC

Instalando Linux em notebooks - uso de cheatcodes

Kernel 3.0-0 já disponível no aptosid e operando de forma estável

Instalando sidux em pendrive para usar como "Canivete Suíço"

Leitura recomendada

Failover de Internet

Instalando o XMMS Coverviewer no Slackware 10.2

Instalação do GNS3 no Ubuntu 10.10 e derivados

Configurando o DjbDNS

Newsbeuter Feed Reader - Instalação e configuração

  
Comentários
[1] Comentário enviado por izaias em 18/10/2011 - 13:52h

Como vai, Jorge.

Rapaz, que experiência!

Quando usava o Ubuntu-9.10 e 10.04 com conexão 3G, tive melhor aproveitamento do serviço.
No início do uso do serviço, a qualidade do sinal era estável e conectava rapidamente.
Modem 3G da Claro reconhecido 'autoMagicamente'. E no Windows precisava do Driver disponível que vinha no Modem, e como demorava pra instalar. No Linux era 'Plug and Play'.
Mas meus problemas, diferentes do seus, estavam relacionados com a operadora e não com a conexão em si.

Estou admirado como você encontrou a solução, que aparentemente simples, resolveu o problema.
Gostei de ter transformado seu trabalho numa forma de ajudar aos outros que possam a vir a ter os mesmos percalços.

Parabéns Jorge!

[2] Comentário enviado por meinhardt_jgbr em 18/10/2011 - 14:15h

Izaias,

Dizem que é no desespero que a gente se supera ou na maioria das vezes sucumbe. Se não fosse a necessidade da conexão para resolver assuntos de trabalho, se estivesse em casa matando tempo e talvez tentando apenas navegar na Internet lendo noticias ou quem sabe se estivesse na praia, apenas tentando usar a internet para alguma pesquizinha idiota, com certeza não haveria a motivação para correr atrás da solução.
Por sorte já havia passado pela experiencia de precisar obrigatoriamente usar o "ping -i" para poder garantir a manutenção da conexão tanto em 3G/2G como em wifi. Por sorte também precisei aprender "na marra" a configurar e botar pra funcionar modem 3G com wvdial.

O que realmente me "derrubou os butiás do bolso" foi o sem vergonha do gerenciador de redes fazendo a varredura de sinal wifi e voltando a reabilitar a conexão totalmente contra a minha vontade. Só faltou dar porrada no computador para tentar resolver esta desobediência.

Vou continuar sem dizer o nome das distros envolvidas, para não ser chamado de proselitista, mas a minha preocupação era encontrar alguma que não tivesse nada automático e pudesse apenas operar sob estrito comando do usuário.

Ainda bem que tinha 3 distros instaladas e rodando bem. Com certeza se tivesse apenas uma instalada ou duas da mesma família, teria que fatalmente cair no Windows e ai sim, não teria nenhuma saída porque o tal S.O. pago é mais automatizado ainda.

[3] Comentário enviado por mcnd2 em 18/10/2011 - 23:08h

"Dizem que é no desespero que a gente se supera ou na maioria das vezes sucumbe."

Jorge, isso de fato é correto.

Já ocorrido comigo que rendeu até um artigo:

http://www.vivaolinux.com.br/artigo/Restaurar-arquivo-ou-diretorio-apagado-em-file-system-ext3/

Ficou bem explicado o fato ocorrido na sua situação e bem abrangente.
Em grande maioria dos problemas ocorrido com distros cada vez mais automatizadas é mais fácil que se imagina acertar o problema, só vai depender se o sistema 'automatizado' vai deixar o usuário executar tal tarefa!

Bom Artigo.

Edit¹====================================

Jorge, notei que estão faltando as figuras no seu artigo como dito entre parenteses nesse parágrafo:

"A cada vez que o LED do modem 3G apagava, precisava abrir a janela do Miniaplicativo Gerenciador de Redes 0.8.1 (ver figura 001) com um clic do botão direito do mouse e voltar a desabilitar (desmarcar) a conexão sem fios."

[4] Comentário enviado por meinhardt_jgbr em 19/10/2011 - 00:42h

Glauber,

Na verdade, pretendia fazer a captura de tela para mostrar aquelas pequenas janelas que aparecem quando se clica com o botão direito ou esquerdo do mouse, sobre o ícone do gerenciador de redes. Infelizmente, neste caso a tecla print screen não funciona.

Tentei suprir esta dificuldade ao incluir uma das telas capturadas por uma imagem do manual do gerenciador de redes, onde aparecia exatamente esta imagem onde estão listadas as conexões ativas e a qualidade do sinal de cada uma delas. Além disto, também fiz a captura de tela das duas versões do gerenciador de redes que não funcionavam e ficavam cortando a conexão periodicamente devido a automatização. Possivelmente o Fabio ao fazer a revisão, do artigo, preferiu não incluir estas imagens pois não viriam a auxiliar em nada a compreensão.


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts