O Sistema Debian Alternatives

Neste artigo veremos como configurar corretamente algumas aplicações no sistema Debian com o update-alternatives.

[ Hits: 10.267 ]

Por: edps em 26/12/2011 | Blog: https://edpsblog.wordpress.com/


Introdução e Utilização



O título deste mini how-to seria "O Debian update-alternatives", mas visando dar um maior foco à importância deste sistema de gerenciamento no Debian ou derivados, fiz esta pequena alteração.

Os 'debian-alternatives' são funções nas quais através de links simbólicos, podemos configurar/reconfigurar um aplicativo como padrão do sistema de modo global.

Abaixo uma captura do help do programa:
Linux: O Sistema Debian Alternatives

Visto suas opções, veremos na imagem abaixo como configurar o FlashPlayer e o Java (se instalados) obviamente.

sudo update-alternatives --config flash-mozilla.so
$ sudo update-alternatives --config java


A opção '--config' poderia ser substituída pela '--auto'.

Ainda na mesma imagem, vemos quais navegadores estão disponíveis para o sistema utilizando a opção '--list' na categoria 'x-www-browser' e configuramos em seguida:

sudo update-alternatives --list x-www-browser
$ sudo update-alternatives --config x-www-browser


Na imagem nota-se que o navegador Opera já está definido como o padrão e que tem o nº 0 na forma automática (por já estar definido) e o nº 4 na forma manual, caso quisesse o Iceweasel como navegador padrão, eu escolheria a opção 2.

E para finalizar esta parte, definimos o editor de textos padrão com:

sudo update-alternatives --config editor

Aqui o único disponível é o Nano, já que o Vim é uma das primeiras coisas que removo logo após uma instalação do Debian.
Linux: O Sistema Debian Alternatives

Na imagem a seguir veremos como configurar o Gerenciador de Janelas padrão, o Terminal, o Editor de textos (no modo gráfico) e o tema do cursor do mouse:

sudo update-alternatives --config x-window-manager
$ sudo update-alternatives --config x-terminal-emulator
$ sudo update-alternatives --config gnome-text-editor
$ sudo update-alternatives --config x-cursor-theme
Linux: O Sistema Debian Alternatives

Na imagem seguinte, vemos como alterar o Gerenciador de Sessão, o navegador padrão do GNOME, o navegador em modo texto e as definições da placa de vídeo Nvidia:

sudo update-alternatives --config x-session-manager
$ sudo update-alternatives --config gnome-www-browser
$ sudo update-alternatives --config www-browser
$ sudo update-alternatives --config glx
$ sudo update-alternatives --config nvidia
Linux: O Sistema Debian Alternatives

Na imagem acima, novamente se vê como definir o editor de textos no modo gráfico, porém peço que desconsiderem já que o mesmo já foi explicado na imagem anterior.

Lembrando que é na pasta "/etc/alternatives" que encontram-se os links simbólicos para os executáveis definidos pelo update-alternatives. Na imagem a seguir vemos as propriedades do link x-terminal-emulator que aponta para o excelente 'muiti-term' Terminator.
Linux: O Sistema Debian Alternatives

Aproveito aqui para sugerir aos que preferem fazer as coisas pelo modo gráfico que se desejarem, instalem o excelente front-end galternatives:

sudo apt-get install galternatives
$ galternatives
Linux: O Sistema Debian Alternatives

De volta ao modo texto veremos agora como listar, definir e exibir uma categoria, no exemplo a dos navegadores Web e o escolhido é o browser Midori:

Começamos por listar as opções de navegadores disponíveis:

sudo update-alternatives --list x-www-browser

Em seguida definimos o caminho do executável e desta vez não utilizaremos as opções '--config' ou '--auto' e sim a opção '--set':

sudo update-alternatives --set x-www-browser /usr/bin/midori

E para exibir o que está|ou|foi definido, usamos a opção '--display':

sudo update-alternatives --display x-www-browser
Linux: O Sistema Debian Alternatives

Referências


Publicado originalmente em meu Blog:
Um abraço e fiquem com DEUS!
   

Páginas do artigo
   1. Introdução e Utilização
Outros artigos deste autor

Packer - Instalando pacotes do AUR no Arch Linux

Filtrando IPs no Debian e Ubuntu com o Mobloquer

Executando máquinas virtuais diretamente no GDM

Ailurus - Canivete suíço para o Ubuntu

MATE Desktop 1.16.0 [GTK3] no Slackware

Leitura recomendada

Instalando o Slackware em português

O Movimento Software Livre

Como criar pacotes para o Arch Linux

Apresentando Cinnamon

Fundamentos do sistema Linux - arquivos e diretórios

  
Comentários
[1] Comentário enviado por iz@bel em 26/12/2011 - 13:22h

Só por dizer como podemos re-configurar o bendito do plugin do java já valeu o artigo...
E adicionando que podemos fazer isso para outros programa é ainda melhor...
Nos favoritos!

[2] Comentário enviado por levi linux em 26/12/2011 - 14:29h

Excelente artigo. Não conhecia essa ferramenta. Favoritado.

[3] Comentário enviado por 9u31220 em 26/12/2011 - 18:08h

Parabéns, excelente artigo.

Toda vez que se aprende algo novo conseguimos controlar melhor o sistema.

[4] Comentário enviado por pinduvoz em 27/12/2011 - 04:15h

Eu conhecia o alternatives, mas não tinha a mínima ideia de que havia uma gui para ele.

Grande dica o galternatives e, como sempre, excelente artigo.

[5] Comentário enviado por nicolo em 27/12/2011 - 09:45h

Esse é um artigo para dummy guys.
Obrigado, foi para os favoritos.

[6] Comentário enviado por removido em 29/12/2011 - 21:15h

a todos;

meus agradecimentos pelos comentários e aproveito para lhes desejar boas festas e que 2012 seja um ano repleto de felicidades e grandes realizações.

[]'s

[7] Comentário enviado por sudopp em 30/12/2011 - 20:38h

como sempre belos artigos, obrigado e um feliz 2012!
ah, uma pergunta porque voce usa i686? nas sua screens o cpu e x64. eh mais rapido? ou eh por causa das aplicacoes que voce usa?

[8] Comentário enviado por removido em 30/12/2011 - 20:50h

@sudopp,

obrigado pelo comentário e pelos votos, desejo o mesmo a você e aos seus.

* sobre o usar i686, tudo começa porque esse meu PC um Athlon II X4 apresenta um erro na memória RAM; em sistemas que reconhecem meus 4GBs de RAM ocorrem travamentos, fechamentos de programas e etc seja em amd64 ou seu equivalente x86_64 no Arch Linux ou até mesmo nos i686-pae que tornou-se o kernel padrão do Debian Testing ou Debian Squeeze Backports para a arquitetura i686.

A solução que encontrei é usar ou o kernel Liquorix que toma como base o Zen Kernel e que por sua vez não é compativel com -PAE ou compilar um kernel como venho fazendo ou usar o kernel padrão do Squeeze: eca!

Geralmente usar i686 deixa o sistema mais rápido pois há um consumo menor de RAM, mas apesar disso dizem que amd64 não quer dizer propriamente mais velocidade e sim maior capacidade de realizar processos simultaneamente.

** esqueci de dizer que usando i686 não tenho nenhum problema, mas o sistema reconhece apenas 3GBs de RAM.

Não posso culpar a máquina, devo até agradecer pela mesma ainda funcionar afinal já passou por uma descarga elétrica onde somente a fonte queimou.

um abraço.

[9] Comentário enviado por sudopp em 31/12/2011 - 13:29h

edps, entendido! nunca tinha experimentado x86 aqui no meu athlon 64, instalei o squeeze aqui, e nao eh que pra minha surpresa, sem fazer nada , nao perde quase nada pro meu funtoo64, as vezes fico pensando se vale a pena usar funtoo so por causa de um pouco velocidade, e um monte de problemas pra resolver. vai gostar de sofrer! isso porque eu sempre usei o debian aqui no meu note/celeron (nao fica bom com gentoo ou funtoo nem arch), no athlon deb64 nao roda legal. obrigado pela atencao e um abraco.

[10] Comentário enviado por removido em 02/01/2012 - 11:47h

Esse é o grande Ednaldo. Como sempre, arrebentando a boca do balão!!!...
Vou usar suas dicas com certeza!
;-))

[11] Comentário enviado por removido em 02/01/2012 - 13:39h

@acvsilva,

engraçado é que ontem mesmo o updates-alternatives me salvou, 'tavoeu_montando' um Debian SID + LightDM & OpenBox e aditivos e ao reiniciar me inicia a sessão LXDE (mesmo selecionando OpenBox no LightDM e estando o mesmo definido em .xinitrc), no LXDE nem mouse nem teclado funcionava! como espraguejei o SID meu caro! até que me lembrei do update-alernatives

reinicie pela 2ª opção do grub e tasquei lá:

# update-alternatives --config x-session-manager

* estava setado o LXDE, bastou escolher a linha referente ao Openbox e nem precisei reiniciar, fui logo de:

# /etc/init.d/lightdm start


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts