Partições - Montagem na marra!

Neste artigo, veremos como montar partições automaticamente, sem a utilização de aplicações gráficas.

[ Hits: 11.923 ]

Por: edps em 23/02/2012 | Blog: https://edpsblog.wordpress.com/


Introdução



Veremos aqui, como montar partições automaticamente e sem a necessidade de qualquer aplicação gráfica, como Disk Manager, o NTFS-Config, entre outros.

De antemão, aviso que este não será um artigo tão vasto no que se refere aos sistemas de arquivos, pois os que aqui apresentarei, são em sua maioria o Ext4 e o NTFS.

O Ext4 é importante ressaltar, que trata-se do sistema de arquivos padrão na maioria das distribuições, excetuando-se talvez o Gentoo, onde a maioria dos tutoriais que conheço, referenciam o ReiserFS como sistema de arquivos recomendado.

Por sua vez, acho importante citar o NTFS, pois, boa parte dos usuários ainda mantém Windows instalado em Dual-Boot com uma distro Linux.

E meu caso não é diferente, por isso, acho relevante informá-los que caso desejem acesso de leitura e escrita nestas partições, instalem o pacote NTFS-3g (ver seção pacotes importantes).

Identificação

Comecemos por identificar nossas partições por suas respectivas UUID's, localização do local onde serão criados os pontos de montagem e verificação do conteúdo do "fstab":

ls -al /dev/disk/by-uuid/
$ ls /media/
$ cat /etc/fstab

* As UUID's obtidas com o comando ls -al /dev/disk/by-uuid/, também podem ser obtidas como o comando:

sudo blkid

De volta ao assunto... Organizando o que me fora apresentado na imagem acima, o resultado é este:
59ae21b6-48cb-443b-9026-b495b9407ad6 -> /dev/sda1 -> Arquivos

c1eaff49-4bc5-4f14-9a83-c37af52505dc -> /dev/sdb1 -> Debian ( / )
6fb723e0-1084-46a2-88f7-11ff2fe75722 -> /dev/sdb2 -> Swap
62f38512-54c7-4ec0-9105-89af549400aa -> /dev/sdb3 -> Debian ( /home )
9eb0ff2b-9874-4fea-b337-feaa7158d0ee -> /dev/sdb5 -> Arch Linux ( / )
32cd33c6-2173-4970-b3f4-793b15a33b09 -> /dev/sdb6 -> Arch Linux ( /home )
26208a06-7a14-421a-a572-51316f1954db -> /dev/sdb7 -> Fedora ( / )
927fa54b-124e-444f-af5e-76bc586f4549 -> /dev/sdb8 -> Fedora ( /home )
3d369047-908b-4f20-9fc8-d9f14a447cb8 -> /dev/sdb9 -> Backups

C240B08C40B088A5 -> /dev/sdc1 -> WinXP ( C:\ )
76C475EDC475AFCB -> /dev/sdc2 -> WinXP ( D:\ )
164CA2AD4CA286D9 -> /dev/sdc3 -> WinXP ( E:\ )
c33e414a-b79e-4317-bccf-1dcc8b116730 -> /dev/sdc5 -> Sabayon ( / )
6e1e5865-47fc-494f-932c-6d7f9474c768 -> /dev/sdc6 -> Sabayon ( /home )
4df7b269-afc3-4cde-9258-1addfe272980 -> /dev/sdc7 -> Swap

5d1fe3ac-5814-4667-9fad-c4748719235c -> /dev/zram0 -> RAMDISK

Vejam que na imagem acima, a UUID da minha partição SWAP está errada. Pois, ao instalar o Fedora, a mesma foi formatada e até a data de confecção deste artigo, não me lembrei de alterá-la, mais a frente ela será alterada.

Sigo então, com a identificação dos sistemas de arquivos com o CFDISK.

sudo cfdisk /dev/sda

sudo cfdisk /dev/sdb

sudo cfdisk /dev/sdc

    Próxima página

Páginas do artigo
   1. Introdução
   2. O Fstab e montagem das partições
Outros artigos deste autor

Ubuntu Control Center

Debian NetInstall: instalação personalizada

Debian SID, OpenBox, LightDM e XFS

WAJIG, gerenciamento avançado de pacotes em distros Debian-like

JIGDO, atualização de uma imagem .iso

Leitura recomendada

A distribuição Slackware Linux

Aprendendo a pesquisar!

Linux para máquinas antigas - Que distribuição escolher?

Quem disse que micro velho não presta?

GoboLinux? Que distribuição é essa? (Parte 1- Primeiros contatos)

  
Comentários
[1] Comentário enviado por removido em 23/02/2012 - 11:20h

estou com espasmos pinguinísticos aqui porque aprendi mais coisas com esta máquina de escrever artigos!
10!
;-))

[2] Comentário enviado por chimico em 23/02/2012 - 12:46h

Muito bom este artigo!

Quanto ao Reiserfs, de fato os Gentoo-Like rodam melhor com este, que segundo muitos artigos na net dizem, tem um excelente desempenho com arquivos pequenos, que é o caso do 'Portage'. Isto de certa forma vale para o 'Apt' com seus muitos arquivos em /var/lib, o 'Pacman' e outros gerenciadores de pacotes. Gosto do Reiserfs, mas roda um joguinho nele para você ver, sem sata e sem raid compensa mais o XFS e mesmo o EXT4.

O uso de UUIDs realmente é muito importante, eu costumo recompilar kernel e remover o 'libata' fazendo com que /dev/sda1 seja /dev/hda1, visto que meus dois HDs são IDE e rodam melhor com drivers ATA/IDE[Deprecated].

[3] Comentário enviado por removido em 23/02/2012 - 17:44h

Valeu pessoal obrigado pelos comentários,

não uso ReiserFS desde a época do Kurumin e do meu mais recente reencontro com o Gentoo, é bem rápido mas já tive problemas com perda de arquivos, nesse quesito o XFS é superior graças ao xfs_check e xfs_repair.

No trecho de identidficação das UUIDS está errado, é como na imagem:

$ ls -al /dev/disk/by-uuid/

usando isso ( ls -al /dev/disk/by-id/ )o resultado é muito sujo, vou solicitar a correção junto a moderação do VOL.

[]'s

[4] Comentário enviado por levi linux em 24/02/2012 - 07:12h

Parabéns, problemas com montagem de partições são dúvidas recorrentes aqui no VOL, muito útil e didático. 11!

[5] Comentário enviado por removido em 24/02/2012 - 18:14h

Thanks again man! rsrsrs

t+ brother.

[6] Comentário enviado por eduardo em 27/02/2012 - 08:57h

Edinaldo, está alterado para by-uuid.


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts