Metro, um breve tutorial

Metro é uma ferramenta automatizada de distribuição usada para criar construções diárias de nossos estágios oficiais de Funtoo/Gentoo Linux. Ele usa um exemplo baseado em receita para definir os passos da construção.

[ Hits: 11.717 ]

Por: Rodrigo Chaves em 06/08/2010 | Blog: http://exherbo-br.blogspot.com/


Instalando



O jeito fácil: se você está usando Funtoo Linux, simplesmente faça:

# emerge dev-util/metro

Ele deverá ser instalado.

O método git:

Se você não tem a árvore portage do Funtoo, ou é um fã do git, pode instalar o Metro usando-o. Primeiro esteja certo de que o git está instalado em seu sistema. Então clone o repositório principal do git como abaixo:

# install -d /root/git
# cd /root/git
# git clone git://github.com/funtoo/metro.git metro


Agora você tem um diretório chamado /root/git/metro que contém todo o código fonte do Metro. Então instale como abaixo:

# ln -s /root/git/metro/metro /usr/bin/metro
# ln -s /root/git/metro /usr/lib/metro


NOTA: Para o Metro 1.3 ou mais antigo, nós tínhamos o costume de criar um link simbólico dentro de /etc também. Isso não é mais feito. Cada diretório Metro tem seu próprio diretório privado etc/ para o caso de você querer rodar múltiplas versões distintas de Metro em seu sistema.

Se você quiser ativar suporte ao pbzib2, que é uma implementação paralela ao bzip2 que oferece uma boa melhora na performance em processadores de core múltiplo, pode instalar como abaixo (em sistemas Gentoo/Funtoo):

# emerge pbzip2

Instalação completa!

Configurando

/usr/lib/metro/etc/metro.conf é o principal arquivo de configuração do Metro. A seção [path/mirror] define onde o Metro irá buscar por coisas que precisa e também um lugar pra armazenar coisas novas que criou. Como inicialmente configurado, Metro está ativado para construir imagens de estágio e colocá-las em /home/mirror/linux:

# Mirror Paths - where to find required files and where to put created files

[section path/mirror]

: /home/mirror/linux
[collect /etc/metro/fslayouts/funtoo.conf]

Se você quiser pode modificar a localização do seu espelho no disco, é só editar a linha /home/mirror/linux (que define a variável path/mirror) para apontar pra outro diretório.

    Próxima página

Páginas do artigo
   1. Instalando
   2. Primeiros passos
   3. Tentando uma construção real
Outros artigos deste autor

Instalação e configuração da zsh no Gentoo GNU/Linux

Leitura recomendada

Fontes da Microsoft - Instalação no Ubuntu e Fedora

Passo-a-passo para instalar o CentOS Linux 5.2

O que é o Linux

Instalei o Ubuntu! E agora?

Instalação do Debian Lenny 5

  
Comentários
[1] Comentário enviado por sukelly em 06/08/2010 - 10:46h

Adorei, muito bom.
Parabéns.

[2] Comentário enviado por albfneto em 06/08/2010 - 15:45h

Legal, ensinando a galera a usar Metro.
ví outra dica sua, gosta de zsh, eu também!
apenas uma observação, vc cita que se o usuário não tem a árvore do Portage,pode usar GIT,
masacho que a pessoa pode usar Portage ou GIT,
mas há duas coisas, Metro é para Funtoo e Gentoo, e todo Funtoo e Gentoo tem Portage alguns poucos tem Paludis).
Mas além disso,Funtoo é GIT oriented...
e GIT é muito bom e muito rápido

[3] Comentário enviado por stilldre em 06/08/2010 - 18:49h

é verdade e eu sou um viciado em git. e no funtoo, ao usar o portage ele estará usando o git, por isso mencionei que pode-se usar o git se não tiver portage do funtoo...

[4] Comentário enviado por rootgerr em 08/08/2010 - 13:43h

Grande contribuição para os aficcionados da compilação parabéns

[5] Comentário enviado por stilldre em 08/08/2010 - 19:17h

um adendo. se alguém tiver problemas com as imagens de estágio em formato xz, pode facilmente convertê-las como abaixo:

# xz -dc stage3-<versão>.tar.xz |bzip2 -9 > stage3-<versão>.tar.bz2

[6] Comentário enviado por samykzy em 10/09/2010 - 09:03h

Gostei, me ajudou hehe


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor HostGator.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Artigos

Dicas

Viva o Android

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts