Mulheres na Informática: O Movimento LinuxChix BR

Neste artigo apresento o movimento LinuxChix BR, que tem por objetivo incentivar mulheres a participar e contribuir com o Linux e o movimento do Software Livre. Conheça e participe!

[ Hits: 24.507 ]

Por: Matheus Santana Lima em 21/08/2006


A idéia do movimento



Mas não pense que o movimento é só para mulheres, homens também são aceitos, representando mais de 50% dos participantes. Nós levamos nossas mulheres e esposas a participar do movimento, fazendo-o crescer mais, coincidentemente relacionamentos entre participantes pode acontecer, como em qualquer lugar, provando que a participação de homens no movimento LinuxChix Brasil não é exclusivamente devido à presença de mulheres.

Como disse, o LinuxChix é a proa deste movimento no mundo, podemos ver que existem inúmeros outros projetos direcionados ao público feminino, dentre os mais famosos temos o Debian Women, KDE Women, Ubuntu Women, Fedora Womem, no Brasil temos ainda o movimento GNUrias, que teve parte fundamental na criação do projeto LinuxChix Brasil.

Mas você pode pensar que devido ao fato da criação do movimento LinuxChix Brasil, as usuárias femininas são má recebidas em outros grupos Open Source? A resposta é não, pelo contrário, podemos encontrar aqui mesmo no Viva O Linux inúmeros artigos criados por usuárias mulheres e de alta qualidade.

Mas a existência de um movimento dedicado ao público feminino prejudica a presença dela em grupos mais genéricos? Não, se esses grupos realmente forem inclusivos a todos, melhor ainda.

Colocar rótulo como que o LinuxChix Brasil é um movimento radical feminista é errôneo, O LinuxChix-BR tem por objetivo, como já foi dito, busca levar um ambiente confortável para que mulheres possam colaborar com o ambiente Software Livre, sendo todos bem-vindos.


Dentre as atividades que o grupo realiza, temos várias atividades técnicas, produção de documentação, palestras técnicas para desenvolvedores e administradores de sistemas, palestras para usuários iniciantes e a realização de um encontro anual do movimento para a troca de experiências e conhecimentos.

Você pode participar de inúmeras formas, muitas delas podem ser conferidas em www.linuxchix.org.br ou ainda apareça nos estandes nos principais movimentos de Software Livre para conhecer melhor o movimento ou simplesmente para trocar uma idéia.

Página anterior     Próxima página

Páginas do artigo
   1. Conhecendo o Movimento LinuxChix
   2. A idéia do movimento
   3. História do LinuxChix
   4. Conclusão
Outros artigos deste autor

NFS simples e fácil usando Mandriva e Kurumin

Fazendo montagens com o Gimp

Análise do Mandriva Free 2006 - Conhecendo melhor o sistema

Análise do Seamonkey - A evolução da espécie

Apresentando e pondo a prova o Mono

Leitura recomendada

Livre arbítrio - exerça!

Software livre e a liberdade de contribuir

Inclusão Digital no Brasil

Polêmica. Qual a melhor distro para gateway de internet?

Cultura Hacker - Tenha ética e ganharás respeito

  
Comentários
[1] Comentário enviado por komodo em 21/08/2006 - 20:19h

opa,

Muito bom, o artigo. E que essa chamada permita que elas também participem mais aqui no VOL ... não lembro de ter lido algum artigo delas por aqui...
Os artigos da Sulamita (a que lembro agora, mas não a única) por exemplo, possuem bom nível técnico.´É isso aí

[]'s

Silésio Gabriel

[2] Comentário enviado por bigua em 22/08/2006 - 00:10h

Seria interessante vc estudar portugues (principalmente interpretação de texto) para nao falar as neuras :)

o LinuxChix - Brasil do próprio site delas: : "para apoiar as mulheres na computação em geral."
-
O LinuxChix Brasil, uma regional do Projeto LinuxChix internacional é uma comunidade para [[[mulheres que gostam de Linux]]], ----e---- para [[[[[[[apoiar]]]] as [[[[[mulheres na computação em geral]]]]]
-

E não a maneira analfabetica funcional como tu apresentou (incentivar mulheres a participar e contribuir com o Linux)

incentivar a participar -e- contribuir é bem diferente das que gostam de Linux mas que apoia -na computação geral-


E belo texto inutil esse seu apresentado.

[3] Comentário enviado por andrack em 22/08/2006 - 00:43h

Legal Matheus!

Já conhecia um pouco o LinuxChix, mas não tinha lido muito sobre, e surgiu
agora a oportunidade... :-)

Bem legal o artigo... prabéns!

Abraços! :-)


[4] Comentário enviado por klederson em 22/08/2006 - 03:24h

Kra isso deu saudade! :) em 2003 estivemos todos presentes no primeiro encontro linuxchix e slackware brasil hehehehe depois de ler seu artigo fui ver as fotos hahahahahaha la estou eu hahaha com aquele bando de povo doido e nossas historias :P Piter dormindo no chuveiro e outras cronicas :)

Legal o artigo e legal a nostalgia :)

[5] Comentário enviado por fdettoni em 22/08/2006 - 08:35h

Desculpem as mulheres mas eu não vejo razão nenhuma em um grupo como este. Por que não criar um grupo só de homens? Seria estranho, não seria? Então por que um grupo de mulheres é tão aclamado?

Eu sou totalmente a favor de mulheres que fazem computação, tenho muitas amigas trabalhando na area. Mas eu não vejo razão para incentivar mulheres ao software livre. Devemos incentivar a todos o software livre.

Acho que se não temos tantas mulheres é pq elas não estão gostando da area. Já viram alguém incentivando homens a fazer enfermagem? Ou algum grupo de enfermeiros homens?

Imagine se começassem a surgir grupos como LinuxBlack, um grupo de negros que usam linux, ou NipoLinux, um grupo de japoneses que usam linux. As diferenças tecnologicas entre as pessoas já é muito grande, se começarmos a diferenciar raças, credos, sexos, etc. A bagunça vai ser muito grande.

Mesmo assim, o grupo cresceu muito nos ultimos tempos, respeito muito a iniciativa e pretendo participar do proximo evento que irão promover em floripa daqui algus dias.

[]'s

[6] Comentário enviado por gabrihell em 22/08/2006 - 09:10h

¬¬

[7] Comentário enviado por bigua em 23/08/2006 - 02:02h

fdettoni, acontece que o analfabeto que escreveu o artigo não soube deixar claro o por que surgiu o grupo...

é mesmo, imagine incentivar homens a serem enfermeiros.. vamos comecar fazer multirões em favelas, ensinar as pessoas usarem camisinhas, fazer palestras "tecnicas" gratuitas sobre enfermagem, primeiros socorros

putz coisa inutil ahahhaah

[8] Comentário enviado por pink em 23/08/2006 - 12:32h

Olá!!!
Então quer dizer que faço parte de 2% no Movimento Software Livre....
Bom gostei muito do seu artigo embora eu seja cadastrada no LinuxChix mas nunca procurei e ou me interessei a ajudar esse movimento que acho muito importante o incentivo de mulheres linuxers. Lembrando que não são somente mulheres que fazem parte desse movimento qualquer indivíduo do sexo masculino poderá fazer parte do LinuxChix...
Quanto aos comentários acima, acho que comparar enfermagem com informática não foi muito feliz.. Quem não gostou LinuxChix é porque não quer mulheres na informática.
Muito bom seu artigo, continue assim que vc chega lá quer dizer está quase, é uns dos meus favoritos....
Abraços.

[9] Comentário enviado por klederson em 23/08/2006 - 13:00h

fdettoni e bigua, vcs são (no mínimo pra ser educado) limitados, o LinuxChix não diferencia sexos apenas INCENTIVA o uso do linux (principalmente) por usuários do sexo feminino, quer queira quer não as mulheres ainda são minoria no mundo tecnológico. Eu lembro de uma conversa com a Sulamita (num momento não muito ébrio hehehe depois de varias vodkcas etc e tal) onde ela explicava exatamente isso, e o quão acuada é uma menina qndo entra num forum e todo mundo: Nossa que legal vc usa linux? Nossa q legal uma menina q sabe mexer! hahaha se sentindo acuadas ou no mínimo ets, pra isso serve o grupo, pra evitar essa chatisse toda uma vez que lá não acontece isso. Enfim preciso ir almoçar depois vejo no que deu.

[10] Comentário enviado por lyliane em 31/03/2008 - 13:14h

aqui estou eu, uma menina que trabalha com linux, não precisam ficar magoados!!
ahahahah

[11] Comentário enviado por meldenne em 13/03/2015 - 12:35h


O site do grupo brasileiro está fora do ar. =/

[12] Comentário enviado por removido em 05/10/2016 - 17:37h

05/10/2016 : Não há mais site brasileiro.

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Nem direita, nem esquerda. Quando se trata de corrupção o Brasil é ambidestro.
(anônimo)

Encryption works. Properly implemented strong crypto systems are one of the few things that you can rely on. Unfortunately, endpoint security is so terrifically weak that NSA can frequently find ways around it. — Edward Snowden


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts