Montando um Debian Etch - Para técnicos

Com este artigo pretendo explicar a minha "técnica" de instalação do sistema operacional Debian. Este é voltado para o povo técnico, que não tem medo da linha de comandos e para curiosos de plantão que queiram melhorar a performance do seu sistema. Obviamente não sou nenhum guru, mas o resultado final desta receita fica muito melhor que a instalação, digamos, default.

[ Hits: 27.040 ]

Por: Kemper Alves em 06/07/2007


Instalando o sistema MÍNIMO



Na tela de boot, digite:

# installgui

Para iniciar o instalador gráfico, siga normalmente os passos até chegar em:

PARTICIONAMENTO DE DISCO

Selecione o particionamento MANUAL e vamos montar nosso layout.

Um bom layout de particionamento é fundamental para melhorar o desempenho do sistema. Estou considerando que esta máquina executará exclusivamente o sistema operacional Debian, assim utilizaremos as 4 partições como primárias. Caso você possua outro sistema no HD, terá que fazer com partições estendidas, mas já não terá a mesma performance.

Como não sei o tamanho do HD que você estará utilizando, vou supor que é um de 40GB, que atualmente é o mais comum. Se você possui outro HD de outro tamanho, fica a seu critério definir as partições.

Chega de lero lero, vamos ver:

Partição número 1
BOOTÁVEL!!!
Tamanho: 2GB
Ponto de montagem: /
Sistema de arquivos: XFS

Partição número 2
Tamanho: 1GB
Sistema de arquivos: swap

Partição número 3
Tamanho: 8GB
Ponto de montagem: /usr
Sistema de arquivos: XFS

Partição número 4
Tamanho: O que estiver sobrando de espaço...
Ponto de montagem: /home
Sistema de arquivos: XFS

Observações:

1) Colocando a partição de swap entre as partições / e /usr você otimiza a utilizacão da cabeça de leitura e gravação do disco.

2) Foi utilizado o sistema de arquivos XFS pois possui uma performance muito boa, veja este artigo (em inglês):
3) Criando uma partição / pequena, você ganha performance na checagem na hora do boot. Foi usado 2GB porque o /var ficará montado sobre a / e o apt às vezes baixa muita informação, 2GB é suficiente para a utilizacão normal do sistema e para o cache do apt.

OK, salve o particionamento e prossiga ate chegar nesta tela (selecionar software):


Deixe somente a opção sistema básico selecionada! Assim será instalado somente um sistema em MODO TEXTO.

Prossiga com a instalação normalmente, quando for concluída, vamos terminar de implementar nosso sistema.

Página anterior     Próxima página

Páginas do artigo
   1. Visão geral sobre o que sera feito
   2. Instalando o sistema MÍNIMO
   3. Instalando e configurando o restante do sistema
Outros artigos deste autor

Montando um velocímetro de internet com PHP e GD

Instalando o novo Anjuta 2.2.0 no Ubuntu Feisty

Backup fácil de seus arquivos com o Backintime

Montando um sistema Helpdesk com servidor Linux e Java em um ambiente corporativo ou na Internet

Instalando o Debian Etch com o instalador gráfico

Leitura recomendada

Diminuindo o cansaço da visão por uso prolongado de PCs, tablets, smartphones ou qualquer dispositivo que emita luz de LED

Implementando um Servidor Web Java com Tomcat no Debian

Gerenciamento de pacotes Debian - principais comandos LPIC-1

Três distros inspiradas no Mac OS

DebEX - Debian 10 com o Budgie Desktop 10.5 e Linux Kernel 5.7

  
Comentários
[1] Comentário enviado por xjc em 06/07/2007 - 01:52h

cara não sabia que era tão complicado

[2] Comentário enviado por kemperacc em 06/07/2007 - 09:21h

Hehe, eu disse que era para tecnicos! :)

Mas vale a pena, o desempenho eh outro!!! Principalmente se vc tem pouca memoria (256 por ex.)

[3] Comentário enviado por IcePeak em 06/07/2007 - 13:58h

Tá certo que deve ficar bem mais leve, mas vamos combinar que deste jeito fica difícil de rodar muitos programas não é? Nem todos estão acustumados com o Thunar e compania. Mas para, não diria técnicos, mas diria para usuários mais avançados, vale MUITO a pena, lembrando que se quiser instalar aplicativos como o konqueror, k3b, nautilus, gnomebaker e turma vai cair muito o desempenho pois ele irá pedir o gtk ou o qt.

Do mais, parabéns! Não sabia sobre o XFS, sempre usei o ReiserFS pq achei que era o mais rápido. E o particionamento que você fez, meu, show de bola! Assim acelera nuns 20% o boot. Conte o temo e veja só.

Abraços!

[4] Comentário enviado por marcrock em 06/07/2007 - 15:11h

Realmente parece ser ótimo para otimizar o desempenho!!!
Eliminando pacotes que sempre "sobram" na instalação das distros, particionando o hd da maneira certa e substituindo alguns softwares podemos extrair o máximo do sistema. E nem é tão difícil, principalmente no Debian onde pode-se contar com o apt-get que é uma ferramenta muito útil.
Só faria uma mudança em relação a sua instalação, eu instalaria o Seamonkey no lugar do Firefox, to com ele aqui e posso dizer que o desempenho é bem superior!!!

Parabéns pelo artigo!!!

Até mais.

[5] Comentário enviado por devil_jaguar em 06/07/2007 - 21:05h

sem comentários.... testei e aprovei. muito bom, mesmo!

[6] Comentário enviado por sryche em 08/07/2007 - 15:29h

Eu não usaria XFCE nesse caso, mas sim o Openbox, que é ainda mais leve.
Tem o pacote .deb no site oficial.
E o Opera tem um desempenho melhor, apesar de eu não gostar.

[7] Comentário enviado por bpedrassani em 09/07/2007 - 12:27h

Cara, tá legal o artigo, mas só um detalhe:

É um erro comum isso...
Colocar o swap entre o / e o /usr NÃO otimiza a cabeça de leitura do disco em qualquer situação, a não ser que seu sistema esteja em thrashing e com pouquíssima RAM, obrigando a utilização de swap a todo momento.

A área de swap dificilmente é usada, e colocá-la entre o / e o /usr fará com que a cabeça do disco tenha que percorrer um caminho maior, passando toda vez pela swap pra chegar na outra partição, diminuindo o desempenho, a não ser que seu sistema esteja em thrashing(usando swap adoidado), o que não é nada bom, e deve ter algum problema se estiver assim...

No mais está muito bom

[8] Comentário enviado por kemperacc em 10/07/2007 - 14:03h

Oi bpedrassani,

Na verdade, no meu caso ela sempre eh usada pois meu notebook tem apenas 256 de RAM.

[]s

Kemper

[9] Comentário enviado por kemperacc em 10/07/2007 - 19:38h

Oi sryche,

Instalei e testei o Openbox aqui, eh levissimo, mas nao abro mao dos icones e das barras do xfce.

[]s

Kemper

[10] Comentário enviado por adrianoturbo em 13/07/2007 - 20:39h

Boa dica pra comunidade tinha feito isso também quando instalei o Debian Etch o legal de fazer isso é que você não terá problemas com os repositórios e nem precisará fica editando o source.list e o melhor uma única imagem já resolve ,parabéns pela iniciativa .

[11] Comentário enviado por hugoalvarez em 17/07/2007 - 20:42h

LEgal,

sempre instalei o mínimo tb e adiciono os pacotes que quero, só um comentário sobre o XFS, é mais rápido sim, mas compre um no-break se quiser manter seus arquivos sãos e salvos.

Flws

[12] Comentário enviado por kemperacc em 17/07/2007 - 21:25h

hugoalvarez,

No meu caso nao importa usar xfs, pois trabalho com notebook.

[]s

[13] Comentário enviado por toffoletto em 23/12/2007 - 09:52h

Eu tive um pequeno probleminha...
Sempre usei e confiei no EXT3.... tentei seguir o guia para testar o xfs, mas para minha surpresa, quando eu estou ara instalar o GRUB, me vem a seguinte mensagem: O GRUB geralmente trava com sistema de arquivos xfs, aconselhamos a instalar o LILO.... Tentei o lilo... e PIMBA ERRO.
Não sei se foi somente comigo, mas eu não sei não, acho que fico com meu velho e seguro ext3, que não deu nenhum problema na instalação.
De resto, o artigo está ótimo. Se eu tivesse lido ele, um ano atrás, quando me aventurei a instalar o debian pelo net inst, e fiquei com o sistema básico, e penei para conseguir instalar o X, minha vida seria mais fácil!! rsrsrs.

[14] Comentário enviado por removido em 30/01/2008 - 12:11h

Legal o artigo, mas gostaria de ressaltar:
Para instalar algo realmente minimo, vc nao deveria usar ap"apt-get install xorg" pois ele instala um monte de coisas q vc nao precisa. Nesse caso seria mais viavel saber o chipset grafico q vc usa e instalar somente o necessario. Por exemplo, se eu tenho uma sis, uso um "apt-get install xserver-xorg-video-sis" q ele vai instalar o xorg de forma hiper resumida, apenas o xserver-xorg-core, xserverver-xorg-video-sis e umas poucas coisinhas...

Outro detalhe é q creio que seja melhor trabalhar com ReiserFS ao inves de XFS, q pra mim tem melhor performance.
No mais, a ideia do artigo foi muito boa e até servirá de base para um que irei escrever
Parabens

[15] Comentário enviado por pZ em 03/06/2008 - 13:53h

parabéns kemperacc,
para melhorar essa ideia eu dividiria o / (raiz) colocando 256mb somente para o /boot o restante está fmz....
vlw

[16] Comentário enviado por fsantos.robson em 10/07/2008 - 10:36h

Muito bom o artigo, vou segui ele aqui só pra aprofunar meus conhecimentos msm.
depois eu reinstalo meu ubuntu.

[17] Comentário enviado por dgnonline em 06/06/2014 - 11:30h

Muito bom ... sugestão de pacotes : iftop


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts